20 Jun 2019

Publicado em DIVANIR BELLINGHAUSEN
Lido 321 vezes
Avalie este item
(0 votos)

12/05/12

Uma jovem amiga, mãe de um bebê de 14 meses, ao ficar nos feriados prolongados com seu pequeno que esta naquela idade de começar a descobrir o mundo, pensando em retornar as atividades de trabalho, colocou no Facebook que iria morrer de saudade de seu menino.
Eu lhe respondi que ...Isso? e só o começo de ser mãe.
Eu tive três filhos homens, mais tarde três netos e duas netas.
Nós que já tivemos nossos bebês, que tantas fraldas trocamos, tantas noites mal dormidas, tanta preocupação com os estudos, com a formação do caráter, ensinando-os a conversar com Deus, principalmente no fim do dia, fazendo um restropecto de seus atos, sempre pensando que um dia eles cresceriam e seriam homens responsáveis, as vezes achávamos que a missão estava cumprida.
Cresceram e aos poucos foram se casando. E nos ficando órfãos dos filhos. E os netos chegando, e a separação também acontecendo.
Voltamos então as fraldas, as papinhas dos bebês, um novo bercinho num canto da casa.
A vida seguindo sempre com nossa mente sendo preenchida com todos eles. As orações pedindo proteção para todos, pois eles não estão mais sob as nossas asas.
O filho de uma amiga foi morar sozinho depois que foi trabalhar em São Paulo. Ela me disse que estava lavando a roupa dele. Grande novidade...Eu também lavo a roupa dos meus quando vêem me visitar, trazendo 'uma sacolinha' de roupas sujas.
Mãe...Caiu um botão de minha camisa...
Mãe...Dá para fazer a barra de minha calca?
Mãe...Faz aquela galinhada?...Aquele cozido? ...Aquela sobremesa?
E nós fazemos...
De repente um neto naquela idade entrando na puberdade, chega e diz: Vó...Posso vir morar com você?.
Isso depois de já estar aqui numa meia pensão.
A gente diz o que? Seja bem vindo!
E começamos tudo novamente.
Acredito que todas as mulheres nascem com esse apego para um dia serem mães. Vemos mulheres que nunca geraram um filho, mas são mães de seus sobrinhos e pequeninos da família.
Não da para não sorrir ante um sorriso de um bebê.
Minhas amigas...Desejo que vocês tenham um dia maravilhoso rodeadas por seus filhos...
Um abraco, Didi

Divanir Bellinghausen Coppini (Didi) é escritora e voluntária em São Bernardo - e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png
Mais nesta categoria: Rezas do Povo »

Deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated.Basic HTML code is allowed.

Destaques

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu