28 Nov 2021


São Bernardo, 467 anos

Publicado em Editorial
Avalie este item
(0 votos)

São Bernardo comemora 467 anos de existência, nesta quinta (20). A idade é contada a partir de 8 de abril de 1553, data na qual foi fundada a Vila de Santo André da Borda do Campo.

A região era passagem aos que se dirigiam ao porto de Santos, principalmente as tropas que levavam mercadorias, ali parando para descanso ao redor da capela que os monges construíram bem no centro da fazenda. Carregadas de mercadorias, as tropas paravam no local para descansar e então, começou a se desenvolver um povoado às margens do Ribeirão dos Meninos, na Fazenda dos Monges Beneditinos, local onde hoje é o bairro do Rudge Ramos. A cidade ganhou o nome de São Bernardo por causa da denominação da fazenda dos Monges Beneditinos, no qual existia uma capela dedicada ao santo. Ao redor surgiu o primitivo povoado em 1717. Os moradores mais antigos ainda gostam de chamá-la carinhosamente de Vila de São Bernardo. Isso é para lembrar os bons tempos da rivalidade entre os moradores de São Bernardo (batateiros) e os de Santo André (ceboleiros).

Os imigrantes italianos predominavam no final do século 19 e início do século 20. Em 1889 foi elevada a município, que, na época, compreendia praticamente todo o atual território do ABC. A exploração da madeira, abundante na época, levou ao desenvolvimento da indústria moveleira. O nome Campo foi aplicado ao nome São Bernardo em 1945, quando de sua emancipação político-administrativa

Com o passar dos anos, a Vila mudou. Cresceu, transformou-se e modificou-se. Na década de 1950 chegaram as montadoras de veículos, o que permitiu o início da transformação de cidade provinciana para uma grande metrópole, com geração de empregos e reconhecimento internacional.

Seu parque industrial atraiu pessoas de todo o Brasil e do exterior, para trabalharem tanto na indústria moveleira como na automobilística. Por essa razão leva o nome de "capital do automóvel do Brasil e capital dos móveis". Desde 1950, São Bernardo baseia sua economia na indústria automobilística, é sede das primeiras montadoras que se estabeleceram no país, como a Volkswagen, Scania, Mercedes-Benz e Karmann Ghia. Com sede na cidade também estão empresas como a Basf, Suvinil e Colgate-Palmolive, da Unilever, dentre muitas outras. O município teve também a primeira companhia cinematográfica do país, a Vera Cruz.

Atualmente, São Bernardo está possui 407,47 km², sendo que 75,82 km² estão submersos pela represa Billings. Sua população está estimada, segundo o IBGE, em 838.936 pessoas, em 2019. O município conta com o maior número de universidades da região. O Índice de Desenvolvimento Humano (0,843) é superior ao IDH médio do Estado. São Bernardo possui o 5º maior PIB entre as cidades do Estado e o 13º no ranking nacional.

Na área política, está sob a administração do prefeito Orlando Morando, que possui longa atuação no município, onde iniciou sua carreira política em 1997, por dois mandatos e foi deputado estadual por quatro mandatos consecutivos. No seu último ano de gestão deste atual mandato, Morando enfrentou o maior desafio como político, nas áreas de Saúde e Economia, por conta da pandemia do novo coronavírus. Em entrevista, afirmou que conseguiu garantir que nenhum munícipe ficasse sem leito hospitalar e que mesmo com o desemprego e a perda de arrecadação estimada em R$ 300 milhões, a “vida vai voltar ao normal, a cidade irá superar a crise e continuar crescendo, com certeza”, afirmou otimista. Parabéns, São Bernardo!

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Mais nesta categoria: O triunfo do “e daí?” »

Main Menu

Main Menu