21 Jan 2022


Sucessão municipal em Santo André

Publicado em Editorial
Avalie este item
(0 votos)

Sucessão municipal em Santo André

A sucessão municipal do ABC está aproximando-se rapidamente. Faltam precisamente menos de 10 meses para a realização do pleito municipal em Santo André, São Bernardo e São Caetano e nas demais cidades. Para quem está por fora da política, é muito tempo ainda. Para os políticos, pouco tempo. Quem vai se candidatar a prefeito em outubro de 2012 já precisa estar com sua equipe de trabalho montada para planejar um contato mais estreito entre o candidato a prefeito e os eleitores. Além disso, tem que manter vários contatos com dirigentes para conseguir coligações partidárias e o apoio de candidatos a vereador. E o mais importante: conseguir verba com empresários para levar a campanha adiante.

Normalmente, quem está no poder municipal e vai disputar a reeleição, obviamente, tem mais facilidade para fazer coligações com outros partidos e também trazer dezenas de vereadores para apoiá-lo. No entanto, o prefeito que pretende se reeleger precisa estar liderando as pesquisas eleitorais, caso contrário todos os benefícios conseguidos com outros par-tidos podem ir por água abaixo.
Em Santo André, a disputa deverá ficar mesmo entre o PT e o PTB. Do lado petebista está o prefeito Aidan Ravin, que pretende se reeleger. Na eleição de 2008, Aidan, no primeiro turno, ficou em segundo lugar alcançando 81,1 mil votos, atrás de Vanderlei Siraque (PT), que obteve 182,3 mil votos. No segundo turno, Aidan subiu para 214,8 mil votos e Siraque baixou para 175,5 mil votos. Um terceiro candidato, Raimundo obteve no primeiro turno 70,9 mil votos. O objetivo do atual prefeito seria consolidar a maior parte dos votos obtidos no segundo turno, pois os seus votos eram os 81,1 mil do primeiro turno e o restante foi dado pelos eleitores que queriam tirar o PT da prefeitura depois de 12 anos de mandato. O prefeito Aidan vem trabalhando para conseguir angariar os votos necessários para chegar em boa posição nas pesquisas do próximo ano.
O candidato do PT, deputado Carlos Grana, um “cara nova” com deseja o ex-presidente Lula, elegeu-se deputado estadual com 126,9 mil votos em 2010, dos quais 25,1 mil obtidos em Santo André. Grana, com escritório político instalado na Rua Coronel Francisco Amaro, trabalha duro para impor seu nome junto ao eleitorado. Para isso, precisa contar com a força eleitoral do ex-presidente Lula. Grana não brinca em serviço. Outro candidato com pretensão é o vereador Paulinho Serra (PSDB), que trabalha bastante para consolidar sua campanha. Mas, está encontrando dificuldade dentro do seu partido junto ao governador Geraldo Alckmin, que pretende apoiar Aidan. Os demais candidatos a prefeito, ao que tudo, irão lutar para levar a eleição ao segundo turno.
Santo André tem atualmente 546,7 mil eleitores para votar em outubro de 2012. Assim, quem chegar a 250 mil eleitores vence a eleição no primeiro turno.

 

Última modificação em Sexta, 16 Dezembro 2011 09:09
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Main Menu

Main Menu