18 Aug 2022


Depois do mandato, ex-prefeito ou líder

Publicado em Editorial
Avalie este item
(0 votos)

Depois do mandato, ex-prefeito ou líder

Vários prefeitos que governaram Santo André, São Bernardo e São Caetano, depois do término do mandato, não conseguiram emplacar como uma nova liderança na cidade e também na região. Isso obviamente facilitaria a eleição a novos cargos. Alguns desses prefeitos, quando se elegeram, as cidades passavam por um período de entressafra, isto é, as tradicionais lideranças políticas estavam deixando o palco. O espaço político estava vazio que permitia a formatação de uma nova liderança. Com o caminho livre, os prefeitos teriam quatro anos para consolidar uma nova liderança política da cidade, já que o exercício do cargo de prefeito assim permite. Nem todos conseguiram. Somente os que se dedicam à política chegaram lá.

Entre eles Anacleto Campanella, Samuel Massei, Walter Braido e Luiz Tortorello em São Caetano; Newton Brandão e Celso Daniel, em Santo André e Lauro Gomes, em São Bernardo. Quem ameaçou chegar ao pódio foi o ex-prefeito Maurício Soares, que, hoje, exerce o cargo de secretário do prefeito Luiz Marinho. O ex-prefeito William Dib, aos poucos, vai pavimentando seu caminho para chegar lá, pois conseguiu eleger-se deputado federal. Os demais, depois do mandato, tornaram-se conhecidos somente em suas cidades como ex-prefeitos.
Qual é o segredo para se tornar um líder político no ABC?
Primeiro, é necessário administrar uma prefeitura, que permite ser conhecido nos quatro cantos da cidade e melhorar o relacionamento com as pessoas que vivem o dia-a-dia da cidade. Os moradores, por sua vez, ainda sentem a falta de um líder político que, quando chega a um local, todos querem cumprimentá-lo, isto é, realizar o famoso "beija-mão". Segundo, é fundamental cumprir o mandato com realizações em benefício da coletividade. Quer dizer, a prioridade é realizar benefícios à cidade em primeiro e colocar os negócios do cofre em segundo lugar. Quem muda essa ordem não chega ao segundo mandato. Finalmente, montar uma excelente equipe que seja unida, que trabalha de dia e noite e sempre à disposição do líder. Também é necessário ter ao lado para consultar um bom estrategista de marketing ou de agência de publicidade para divulgar o trabalho feito. O segredo maior é manter a equipe quando é governo, que é fácil, e fora dele, mais difícil. Muitos quando, saem do governo, abandonam suas equipes e deixando-os na "chuva e sem guarda-chuva", como dizem os líderes políticos. Quem cometeu esse pecado, recentemente, foi a senadora Marta Suplicy, que foi alçada a uma das principais forças políticas do PT, garantindo espaço para disputar a Prefeitura de São Paulo por outras duas vezes tornar-se ministra e obter vaga no Senado. Onze anos depois, é uma política isolada, pois o núcleo petista que montou em2001 para governar a capital dissolveu-se. Hoje, não está conseguindo viabilizar o projeto de se candidatar à prefeita neste ano.
Fica, evidente, assim que o prefeito, no fim do mandato, se distancia da equipe e isso pode ser fatal para a carreira de qualquer político. Se perder a equipe, torna-se um solitário na estrada política.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Destaques

Main Menu

Main Menu