18 Aug 2022


Os colégios locais e o trânsito

Publicado em Editorial
Avalie este item
(0 votos)

Os colégios locais e o trânsito

Hoje em dia, o morador do ABC, quando sai de manhã com seu carro para ir ao trabalho, começa a fazer críticas sobre o congestionamento nas ruas da região. Antes, o trânsito ruim era em algumas ruas e avenidas. Hoje, todas as principais ruas e avenidas e também as secundárias que dão acesso a essas vias não comportam mais o intenso tráfego na maior parte do dia.

Para contribuir ainda mais com o congestionamento, as portas dos colégios e escolas infantis, na hora da entrada e da saída de alunos, provocam um extenso congestionamento por causa das filas duplas de carros parados, que deixam pouco espaço para o tráfego normal. As filas dupla, formadas nas portas das escolas, começam meia hora antes do término das aulas. Isso na entrada e saída nos períodos matutino, vespertino e também noturno em algumas escolas. No ABC, não há nenhum relacionamento entre os colégios e os departamentos de trânsito das prefeituras locais com a finalidade de diminuir os congestionamentos das portas das escolas. Na Capital, depois de vários anos sofrendo com os congestionamentos nos embarques e desembarques de alunos em suas portas, os colégios procuraram soluções para diminuir o congestionamento por iniciativa própria ou em parceria com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). As soluções obtidas pelos colégios são dos mais variados tipos: 1) Colégio Marista Arquidiocesano, na Vila Maria, firmou convênio com o Shopping Santa Cruz para utilizar vagas no estacionamento para pais de alunos a preços mais baratos (R$2,00 por hora); 2) Colégio São Luiz, na avenida Paulista, abriu uma via interna para facilitar o fluxo, com carros entrando pela Bela Cintra e saindo pela Haddock Lobo. Os alunos têm horários diferentes de acordo com a série; 3) Colégio Dante Alighieri, na Alameda Jaú, houve um aumento de 20 minutos, sendo a saída da manhã às 12h35 e a entrada à tarde, às 13h25. À tarde o carro pode entrar no pátio interno e desembarcar alunos da Educação Infantil; 4) Colégio Mackenzie lança, nos próximos meses, pacotes de medidas em projeto feito em parceria com a CET, que prevê uma espécie de circuito delimitado por cones. Os carros entram nessa faixa, a primeira parada é para saída de criança de colo; na segunda, saída rápida de alunos e na terceira, desembarque de Vans escolares. A CET fará a fiscalização.
Percebe-se, assim, que os colégios paulistanos procuram soluções para diminuir o problema de congestio-namento, depois de muitos anos sem solução. No ABC, os principais colégios, localizados em área de muito movimentam, também poderiam encontrar soluções fazendo parcerias com os departamentos de trânsito locais. Os motoristas locais agradecem.

 

Última modificação em Terça, 26 Junho 2012 12:17
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Destaques

Main Menu

Main Menu