07 Jul 2022


Cartões superam população brasileira

Publicado em Editorial
Avalie este item
(0 votos)

21/7/12

Cartões superam população brasileira

Nos Estados Unidos, décadas atrás, no dia-a-dia nas cidades, o uso do dólar para se fazer uma compra foi deixado de lado pelas pessoas, que, em troca, passaram utilizar o cartão de crédito, ou, mais precisamente, o dinheiro de plástico. Nesse período, quem fosse comprar ingresso para sessão de cinema ou mercadoria em alguma loja e tirasse do bolso ou da carteira uma nota de 50 dólares para pagar, obviamente, iria perder alguns preciosos segundos com o teste que a moça do caixa fazia na nota recebida.

Somente, depois do teste, que comprovasse que a nota não era falsa, o troco era efetivado. O pagamento de algum produto como o cartão de crédito era mais rápido. Agora, essa realidade, isto é a troca do dinheiro pelo dinheiro de plástico, tomou conta do mercado brasileiro. E caiu na graça do consumidor brasileiro. Principalmente, por parte dos emergentes que, até então, não tinham acesso ao cartão de crédito. E na capa do caderno de Economia do Estadão, na segunda (16), está à manchete seguinte: “Cartão de crédito lidera inadimplência”. Uma parte do texto diz que “o cartão de crédito é apontado pelo consumidor brasileiro como o principal meio de pagamento que o levou ao calote. No mês passado, 31% dos inadimplentes indicaram o cartão como o vilão da crise de suas finanças pessoais, revela pesquisa da Boa Vista Serviço, que administra o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). Em março, deste ano, esse indicador para os cartões estava em 29% e, seis meses antes, em 23%”.
Em junho, os cartões superaram a importância dos carnês em 22% e dos cheques em 24% como vilões da inadimplência. Para os especialistas, o avanço no uso do cartão sobre outros meios de pagamentos explica o resultado dessa inadimplência. Para se ter uma idéia de como o cartão caiu no gosto de consumidor brasileiro, as projeções da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) revelam que no final do ano haverá 193,2 milhões de cartões em uso, que superam a população brasileira, conforme pesquisa feita em 2010 pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), que chegou a 190,7 milhões de pessoas. Mas, ainda tem os cartões créditos emitidos pelas lojas que, somados aos cartões dos bancos e de administradores, têm o total de 462 milhões de pessoas, com dá 2,4 cartões para cada pessoa. Levando esse total de cartões de crédito e dos cartões de lojistas em relação à População Economicamente Ativa (PEA), aquela em idade produtiva, o total de cartões por brasileiro chega a 4,4.
Assim, os cartões não só vieram para ficar como também para se transformarem no grande vilão da inadimplência brasileira.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Main Menu

Main Menu