14 Nov 2018

Publicado em GLORITA CALDAS
Lido 1058 vezes
Avalie este item
(1 Voto)

Sou professora do ensino fundamental. Agora sou aposentada e entrei na terceira idade. Que tristeza imensa eu sinto por nosso Brasil, onde uma grande parte da população é ausente  dos movimentos que reivindicam seus direitos constitucionais, é inculta por falta de assistência na Educação e Saúde do brasileiro, e, portanto, nada sabem de política interna e dos horrores que acontecem a cada instante, do mar de corrupção que assola o país. Fico revoltada a cada nova notícia, a cada nova descoberta que os bravos do Ministério Público e Polícia Federal do Brasil nos apresentam com consistência e ética. Há também a parte da população a qual pertenço, que se interessa muito pelos destinos incertos e tristes do país. Nada podemos fazer, pois dependemos da Justiça também, que é lenta, com acúmulo de processos, pois o país inteiro tem sido lesado e as coisas custam a acontecer, por excesso de burocracia e excesso de processos! Em parte do povo e no governo, as trapaças apavoram o mundo inteiro, pois parece que aqui prevalece aquele determinismo histórico: o brasileiro, pobre ou rico, gosta muito de “levar vantagem”! Assim, choramos todos nós que temos vergonha, dignidade, somos corretos, pagamos impostos injustos e descabidos, deploramos a mentira e as trapaças e sofremos muito com o desgoverno no qual  se encontra o Brasil. Para quem entende: choramos pelas consequências do rebaixamento maior que já teve nosso Brasil, no panorama mundial, no quesito: “país onde não se podem abrir negócios, fontes de trabalho e investimentos, pois não é país sério!” Assim, choramos ao ver tanta gente desesperada por perdas e danos, sem empregos, sem ter como pagar suas contas, mesmo as básicas, e sem ver luzes no fim do túnel, sem ver um desfecho rápido e justo na condenação dos culpados. Esta demora toda traz um efeito dominó, um tsunami de tragédias dentro dos lares, das cidades, de todos os estados, do país todo, o qual tinha tudo para ser um dos maiores e mais progressistas do mundo! Choramos por nossos dias de idade idosa, a qual desfrutaríamos de paz e proteção do governo, como diz a Constituição! Se  não há trabalho pra os jovens, que dirá para os excelentes homens e mulheres de 70 anos, cheios de sabedoria e de ética, os quais batem inutilmente às portas das empresas, que, até com razão, dizem: “O Brasil está falindo. Nossa  empresa está dispensando 200 a 300 funcionários (até mais) por mês, infelizmente para todos”! Assim, choramos ao ouvir discursos dos governantes dizendo coisas descabidas e mentirosas e, sem jamais pedir desculpas aos cidadãos sobre o que fizeram de “fora da lei”! E a corrupção corre em tão alto grau, que se instituiu nesta semana o “Dia de combate à corrupção” pertinho do dia em que, com atraso, mas com um pouco mais de força, o “Dia do combate aos mosquitos da dengue e outros”. Foi há dois dias e todos viram na internet. Vergonha termos um dia de combate à corrupção, mas é urgente e necessário que que façamos questão de fazer parte deste batalhão do Bem que combate a corrupção-doença super danosa para o Brasil e que deixará sequelas por muitos anos - os anos em que nossos filhos, netos e nós, idosos é que pagaremos por estes descalabros! Com os olhos banhados de lágrimas e a alma sofrendo, nós pedimos ao Pai Eterno que lance sua luz poderosa sobre nós e sobre tudo que está acontecendo no nosso amado Brasil, pois há uma parcela de cidadãos inocentes que clamam por dias de justiça e paz e eu faço parte desta gente que chora !
Um fim de semana de paz para meus queridos leitores e meu carinho. Até!
GLORITA CALDAS

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png
Mais nesta categoria: No lugar do “outro”! »

70 comentários

Deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated.Basic HTML code is allowed.

Destaques

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu