26 May 2020

Publicado em GUILHERME LAZZARINI
Lido 171 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Ben não ia bem nos estudos, não tinha muitos colegas e nos esportes era deixado de lado. O bullying crescia à medida que ele se sentia só, pois quando as pessoas mexiam com ele, Ben não fazia nada, já que não sabia se defender. O desânimo era intenso e sua estima, baixa. Aos treze anos tomou uma surra de um menino do clube, simplesmente pelo fato de que o menino gostava de bater nos outros e o escolhido foi Ben - nada fora do óbvio para um garoto que era considerado bobo pelos 'amigos'.
Os conselhos da escola, as dicas dos pais e as sugestões da família não faziam com que Ben revertesse a situação. Foi quando seu pai resolveu lhe dar uma lição e lhe entregou um pedaço de madeira.
- Olhe filho aqui está uma tábua e você deve riscá-la. Todas as noites antes de dormir faça um risco no mesmo vinco.
No dia seguinte, o menino começou a fazer primeiro risco na tábua. Curioso, ele perguntou:
- Olha pai, já fiz. Pra quê serve isso, afinal?
– Ótimo filho, guarde a tábua com você e não se esqueça de fazer o traço sempre no mesmo lugar. Daqui algum tempo a tábua partirá em dois pedaços. E, então, eu conversarei contigo.
- Mas pai, esta tábua é grossa, eu nunca vou conseguir cortar esse troço apenas com um risco por dia.
O pai, depois de muito explicar ao garoto de que ele realmente deveria executar tal lição, saiu-se convencido e, então, o adolescente sempre repetia a mesma ação e, toda vez que ele riscava a madeira no mesmo traço, o sulco na tábua se aprofundava mais e mais. E então Ben começou a perceber que tudo aquilo, por incrível que parecesse, era possível e, que seu objetivo, estava mais perto de ser concluído a cada dia.
Contudo, eis que o buraco ficou tão profundo que a tábua se rompeu. Após dois meses e meio, Ben, aliviado foi comunicar o feito:
- Pai, a tábua se partiu, e agora?
O pai olhou para seu filho longamente balançando a cabeça:
-Vem cá Ben, senta aqui no sofá, seu pai pediu.-Filho, você nunca acreditaria que isso fosse possível né? Romper uma tábua com tão pouco esforço... O menino ficou pensativo e o pai continuou.
- O êxito ou o fracasso da sua vida não depende de quanta força você põe numa tentativa; mas sim na persistência do que você faz. A vida te dará muita porrada, e pode ter certeza que você vai cair em todas elas, como tem acontecido ultimamente, pois nós não somos tão fortes assim quanto gostaríamos. Mas o que importa mesmo é o quanto você consegue resistir. Ninguém vai passar a mão na tua cabeça pra sempre, por isso mesmo bata no peito a cada vez que você se sair vitorioso, e não permita que ninguém te desrespeite. Levante a cabeça e encare a vida e ânimo! Estarei sempre ao seu lado à disposição.
A partir daquele dia, Ben foi mudando, e nunca deixou de pedir sugestão ao pai, seu tutor e conselheiro.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated.Basic HTML code is allowed.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu