08 Apr 2020


“Mocinhos” x “Bandidos”

Publicado em GUILHERME LAZZARINI
Lido 118 vezes
Avalie este item
(0 votos)

As crianças imitam o que os adultos fazem e, no caso de desenhos animados, tampouco é diferente. É por isso que seu filho pisa no sofá e dá um pulo com as mão pra cima achando que vai voar; ou então esmurra a parede na tentativa  de derrubá-la... na falta da parede vai o irmão, mesmo! Roupas do Batman, Homem-Aranha e demais seres da liga da justiça são onipresente em qualquer guarda-roupa, porém, o que seriam dos contos, romances, fábulas, crônicas ou qualquer outra contação não fossem os anti-heróis?
Eu imagino um boi bem bravo, da cara preta a correr atrás de uma criança indefesa, só porque ela não sabe fazer careta. Eles aprendem que desde pequenos não se deve maltratar os animais e isso também inclui atirar o pau no gato até que ele morra com um berro. Educadores de todo o mundo são unânimes em dizer que se deve ter harmonia dentro do lar, mas eis que chega um lobo mau que, com um simples assopro, detona todo o lar dos porquinhos e, não contente, faz isso mais de uma vez. A figura da avó é uma das mais idolatradas do universo, daí, em uma história, a menina encontra um lobo deitado na cama com a coitada da vovozinha dentro da barriga do bicho.
Será que, nós pais, somos assustadores para nossos próprios filhos ao reviver esses temas? Pensado bem, ‘O massacre da serra elétrica’ e ‘Polstergeist’ é fichinha perto desses bois, gatos e lobos. Mensagens subliminares à parte, fato é que é comprovado psicologicamente que quando a história constrói um anti-herói, a mesma fica marcada na cabeça da criança por mais tempo, e ela vai crescer sempre a lembrar dessas mensagens, de modo que isso as prepara para um mundo cruel que, invariavelmente, virá quando eles crescerem.
Antes de ganharem versões fofas, os contos infantis, originalmente eram demasiado sombrios. Na versão original de Cinderela as irmãs malvadas cortam os dedos dos pés a fim de calçarem os sapatos. Ainda, Cinderela quebra o pescoço da madrasta má e a mata. Na Bela Adormecida, a Princesa Aurora - enquanto dorme - é molestada pelo príncipe e o resultado é um filho indesejado que, ao nascer, chupa o dedo da mãe e retira o linho enfiado na carne. Na versão original da Chapeuzinho Vermelho o lobo mata a velhinha e oferece a carne da vovozinha para a menina comer, acompanhado de uma taça de vinho que é o sangue, em seguida o lobo mata a chapeuzinho também. Bem, vamos parar por aqui, isso não é para ser um artigo de terror.
O lado bom dos contos inventados é que os mocinhos sempre vencem, mesmo que seja injusto como o Motoqueiro-Fantasma ou vingativo como o Wolverine.

“Abandonar a vida por um sonho é estimá-la exatamente por quanto ela vale.”- Michel de Montaigne - jurista, político, filósofo, escritor (1533 - 1592, França)

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Mais nesta categoria: Papai pop »

4 comentários

Deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated.Basic HTML code is allowed.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu