17 Jan 2018


Previdência é patrimônio do povo

Publicado em GUILHERME LAZZARINI
Lido 1051 vezes
Avalie este item
(0 votos)

É sabido que o governo, e talvez não só no Brasil, considera a previdência social uma mina de ouro, quiçá lucrativa para se ‘passar a mão’. A maior despesa de qualquer nação é justamente o pagamento das aposentadorias. Idade mínima de alguns países: Alemanha 67 anos, Itália 67, Portugal 66, Japão 65, Grécia 65, Holanda 65,  Muitos países desenvolvidos não são bons exemplos quando o assunto é Previdência Social, vide Estados Unidos, cuja idade mínima também é 65.
Aqui no Brasil querem aprovar uma reforma que aumenta para 65 anos a idade mínima para aposentadoria de todos os trabalhadores, à exceção das Forças Armadas Brasileiras. Retrocesso? Há quem considere que sim. Progresso? Alguns acham que é. Opiniões à parte, fato é que em 2015 a Previdência Social teve rombo de R$ 85,8 bilhões. Mas é difícil acreditar que a Previdência dá prejuízo, já que o brasileiro é o povo que paga a maior quantidade de impostos do planeta. Nenhum outro país cobra do assalariado o imposto retido na fonte pagadora, por exemplo. Existem taxas que ninguém está salvo: COFINS CSLL, PIS/PASEP a lista é grande.
Se há entrada de dinheiro suficiente para se pagar os aposentados, então porque a reforma? Por que um rombo de quase 86 bilhões? O ‘Risco-País’ - que é um índice que se calcula o quão confiável um país pode ser investido internacionalmente - tem caído no Brasil. Será que investidores externos estão confiando no Brasil? Nem mesmo nós conseguimos acreditar que pode melhorar. Tira Dilma, põe Temer; tira Renan Calheiros, põe Jorge Viana: Sem remédio. O Movimento ‘Vem Pra Rua’ está cada vez mais onipresente virtual e fisicamente. Quando o secretário prevê que contas vão ‘degringolar’ sem reforma da previdência, fica difícil acreditar. Reforma é necessária sim. Mas o que estão fazendo com o dinheiro que entra na previdência?
Cerca de R$45 bilhões vem de benefícios concedidos pelas empresas, o governo recebe, porém não paga os aposentados por causa das políticas de incentivo. E põe incentivo nisso. Boa parte da grana vai para os governantes. Alguns têm até jatinhos particulares. O avião presidencial na gestão passada, por exemplo, era o mais moderno e melhor do mundo! Enfim, não cabe aqui falar que os apartamentos funcionais deste país são os mais luxuosos do globo.
Eu contribuo, e isso vai para as contas da previdência social. Será mesmo? Se fosse haveria dinheiro para pagar aposentados. Previdência Social, Assistência Social e Saúde fazem parte da Seguridade Social, e esse sistema é financiado por trabalhadores, empresários e afins. Essas fontes de financiamentos em que governo também está incluso não atinge o montante necessário para arcar com a Seguridade Social e acaba faltando grana. Esse dinheiro que falta é conhecido como Superávit. É aí que surge a dúvida: Faltou mesmo esse dinheiro, ou parte foi desviado? Muitos governantes tem fazenda, carrões, imóveis luxuosos.
Não queremos acreditar que a Constituição está sendo descumprida (mas está!), porém, é no mínimo controverso falar em Superávit, rombo, necessidade de reforma se nossas autoridades são as mais bem pagas da Terra! A receita que entra destinada a Seguridade Social está sendo desviada para a dívida pública (banqueiros, investidores e etc).
O Resultado? Você, eu e todos os trabalhadores sem direitos.

 

A política tem a sua fonte na perversidade e não na grandeza do espírito humano” -
Voltaire (1694 - 1778) - Poeta, ensaísta, dramaturgo, filósofo e historiador francês.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

5 comentários

Deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated.Basic HTML code is allowed.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu