24 Jun 2018

Publicado em José Renato Nalini
Lido 593 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Paulo Hilário Nascimento Saldiva, mais conhecido como Paulo Saldiva, é um médico prestigiado e um pensador que ajuda a mostrar caminhos para o Brasil. Preside hoje o IEA – Instituto de Estudos Avançados da USP, centro de excelência encarregado de projetar o País do futuro e uma usina criativa na qual excelentes ideias têm sido geradas.
Acaba de publicar um livro, “Vida Urbana e Saúde”, editado pela Contexto e que todos deveriam ler. Alerta a população de que anos contínuos de inalação de ar poluído converte cada ser humano em portador de bronquite crônica. Quem está no trânsito paulistano – e não é muito diferente em grandes cidades paulistas – ainda que não fume, está consumindo o equivalente a um cigarro a cada duas horas.
Não é só, nem é o bastante. Viver na poluição atmosférica nos torna obesos, sujeitos a hemorragias, insuficiência renal e cardiorrespiratório. Ou seja: a cidade de São Paulo está enferma e enfermiços os seus habitantes ou habituais frequentadores.
Saldiva critica as administrações municipais que se limitam a cuidar da cidade como se fora um Pronto-Socorro. Não investem no tratamento de base, como educar sobre alimentação, modificar hábitos e cultura. Só diante do colapso de algum sistema é que se faz algo mais sério.
Uma receita de Saldiva: usar mais transporte público, pedalar e andar a pé. Isso reverteria em perda de um quilo por mês. É claro que o ideal seria um transporte civilizado, com fluidez no trânsito. As pessoas dormiriam melhor.
As maiores vítimas são as crianças. Como há trânsito e violência, as crianças não caminham mais. Não brincam nas ruas. O “dever de casa” é feito diante da tela. Até comer a criança o faz olhando para o computador. Enquanto isso, nos Estados Unidos há caminhada obrigatória no entorno da escola e no Japão, em lugar de ginástica laboral, os empregados e patrões têm de caminhar no mato para desestressar e relaxar.
Acrescente-se a carga de transtornos mentais, como depressão e ansiedade, mais frequentes nos grandes centros urbanos. A solução é viável e perfeitamente ao alcance da nossa vontade: formar redes de solidariedade, de afeto e de apoio. Já a solidão coletiva acelera o sofrimento mental, o consumo de álcool e de drogas.
Leiam o livro e sigam alguns dos conselhos de Paulo Saldiva. Vocês só têm a ganhar!

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

Deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated.Basic HTML code is allowed.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu