Imprimir esta página

Projeto de Costura Sustentável terá incubação em SBC

Publicado em Cidades
Avalie este item
(0 votos)

Segmento que pelos últimos números do IEMI (Inteligência de Mercado) é responsável por movimentar cerca de R$ 4,5 bilhões ao ano e gerar mais de 1,2 milhão de postos de trabalho no País, a atividade de corte e costura entra em destaque no Centro de Empreendedorismo e Inovação Tecnológico (Ceitec). Trata-se da estreia dos projetos de incubação de negócios promissores, tendo como 1º nicho escolhido essa atividade que continua a apresentar números positivos.

São Bernardo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, preparou edital que definiu 10 profissionais a integrarem módulo técnico e prático, que contarão com as instalações do Ceitec, além de noções de marketing e mercado, tecnologia e inovação, 100% focado na sustentabilidade, por todo o ciclo de produção.

“Temos investido os recursos do município para ações que impactem a qualidade de vida e que solucionem os principais desafios atuais da nossa cidade. A geração de empregos e o estímulo ao empreendedorismo estão integrados a esse trabalho. Já estamos colhendo frutos dessa estratégia. Evoluímos para conceito A+ no rating da Caixa e estamos entre as cidades que mais avançam em tecnologia e inovação no País”, reforçou o prefeito Orlando Morando.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Hiroyuki Minami, complementou que o Ceitec está entre os principais instrumentos de fomento aos novos negócios. Nos últimos três anos, propiciou mentoria e avanço ao mercado para 44 produtos e serviços diferentes, que contemplaram os mais diferentes ramos de atividades. “No Ceitec, contamos com apoio da iniciativa privada, além de equipe própria, que agiliza o processo de aprendizagem de cada grupo orientado. Ainda por meio desse Centro, buscamos estreitar o relacionamento entre empresários e consumidores ou entre trabalhadores e companhias, a partir de feiras, encontros específicos ou outras atividades, que inclusive já se consolidaram no calendário da Pasta”, comentou.

EXPECTATIVAS – Com trabalhos já iniciados, as 10 selecionadas escolheram desenvolver um único projeto. Nos próximos meses, vão avançar em uma linha de itens 100% produzida com materiais recicláveis, incluindo tecidos, espumas e outros elementos descartados pela indústria automotiva. No grupo, há profissionais com mais de uma década de experiência em costura e outras que, agora, poderão aprender de fato esse ofício, caso da Viviane dos Santos Oliveira.

“Vi nessa iniciativa a chance ideal de me dedicar à costura e, de quebra, aprender muito mais sobre gestão do negócio, construção de marca e outros fatores importantes para conquistarmos os clientes”, citou. Já Maria da Glória dos Santos, costureira há oito anos, planeja ampliar a renda, além de agregar novos conhecimentos. “Fiquei muito feliz quando soube que estava entre as selecionadas, pois será um período de intenso aprendizado. Pela primeira vez, utilizarei matérias primas incomuns, mas que podem ser bastante funcionais, inclusive para a linha para animais PET”, relatou.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

Main Menu

Main Menu