13 Dec 2017


Semasa irá trocar recicláveis por alimentos

Publicado em Cidades
Avalie este item
(0 votos)

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e a Prefeitura de Santo André, por meio do Núcleo de Inovação Social, lançaram na quarta (22), o projeto Moeda Verde. A ação tem como objetivo sensibilizar os moradores da cidade, especialmente os que vivem em comunidades carentes, para a importância da separação dos resíduos úmidos e secos e do consumo consciente.

A ideia é estimular as famílias a trocarem resíduos recicláveis por alimentos. A cada 5kg de recicláveis entregues, o morador receberá um 1kg de hortifrúti – frutas, legumes e verduras.

Nesta quarta, o primeiro piloto do projeto foi implantado no núcleo Ciganos, em Utinga. “Pensamos em um processo transversal. Ele parte do resíduo, mas abrange também a segurança alimentar e a alimentação saudável”, explicou o diretor do Departamento de Resíduos Sólidos do Semasa, José Elídio Rosa Moreira, lembrando que a reciclagem ainda tem por objetivo reduzir o volume de resíduos que segue para o Aterro Sanitário de Santo André.

“É um programa que visa aproximar o munícipe do problema da geração de resíduos, dando a ele uma motivação maior para fazer a reciclagem”, afirmou o superintendente da autarquia, Ajan Marques de Oliveira.

A cada 15 dias, uma agência móvel visitará o núcleo Ciganos para fazer a troca dos resíduos pelos alimentos frescos, que são adquiridos junto ao Banco de Alimentos e à Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André). O local foi escolhido para dar início ao Moeda Verde porque tem como vizinho o maior ponto de descarte irregular de resíduos da cidade. Com a iniciativa do Semasa, o ponto será revitalizado pela Prefeitura para impedir novos descartes irregulares. Além disso, também será implantada na região uma Estação de Coleta de recicláveis.

“É um importante passo para a ampliação da conscientização ambiental e também no cuidado com a cidade, trazendo também verdadeiro incentivo ao munícipe no reconhecimento de sua participação quanto ao correto descarte dos resíduos”, avaliou a primeira-dama e presidente do Núcleo de Inovação Social, Ana Carolina Barreto Serra.

Na comunidade, mais de 70 famílias já foram cadastradas e também receberam informações sobre a importância da reciclagem para o ambiente em que vivem. “Eu jogava meus recicláveis junto com o resto do lixo, tudo misturado. Agora sei que não é o certo. Hoje troquei tudo por laranja, verdura e sabão. Economizei pelo menos uns R$ 15”, afirmou a dona de casa Maria de Fátima Martins, moradora do núcleo há 10 anos.

Para realizar o Moeda Verde, o Semasa foi buscar a parceria de várias instituições, como o Núcleo de Inovação Social, o Banco de Alimentos, o Fundo Social de Solidariedade, a Craisa e o Instituto Triângulo, entre outros.

 

Última modificação em Quinta, 23 Novembro 2017 09:39
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu