29 May 2020


Cipollini: “Se as pessoas não estão vivas nada vai avante”

Publicado em Cultura & Lazer
Avalie este item
(1 Voto)

O bispo Dom Pedro Carlos Cipollini da Diocese de Santo André, em entrevista exclusiva, afirmou que já está em estudo a preparação para o retorno das missas presenciais, porém após o dia 31 de maio, com o provável fim da quarentena no Estado. Segundo Cipollini, apenas 30% dos espaços das paróquias e igrejas serão utilizados para respeitar o distanciamento entre as pessoas. Confira.

Folha do ABC - Já foram suspensas as proibições das celebrações presenciais, sendo permitido celebrar nas igrejas com os fiéis, seguindo normas sanitárias. A Diocese de Santo André irá permanecer seguindo as normas de isolamento social até o dia 31 de maio. Como a Diocese está se preparando para a retomada de celebrações presenciais? Há alguma data prevista?

Dom Pedro Carlos Cipollini -  A Diocese de Santo André está seguindo o Evangelho, ou seja, priorizando a vida, mesmo porque, se as pessoas não estão vivas nada vai avante, nem a economia. Jesus disse: “Eu vim para que todos tenham vida e vida em abundância” (Jo 10, 10). A Campanha da Fraternidade deste ano tem o lema: “ Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (cf. Lc. 18). Por isso, optamos pelo distanciamento social até dia 31 de maio. Enquanto isso, estamos nos preparando, estudando as estratégias para o retorno das missas presenciais. Quanto a data prevista não acertamos ainda, mas é após o dia 31 deste mês.

Folha - Tendo em vista que muitas paróquias têm espaço bastante reduzido para acomodar os fieis, haverá um número limite de pessoas que poderão assistir às missas? Quantas pessoas poderão sentar em cada banco? Como será adaptada a eucaristia?

Dom Pedro -  Certamente o número de pessoas em cada missa será limitado, conforme orientações das autoridades que propõe usar 30% do espaço, para respeitar o distanciamento entre as pessoas. Haverá instrução precisa sobre como receber a Eucaristia a fim de evitar o contágio.

Folha - Na região de Champagne, na França, no domingo (17), foi celebrada a primeira missa drive-thru do mundo, onde fieis, em seus carros, se reuniram num estacionamento de uma igreja local e, dentro de seus veículos, assistiram a missa celebrada pelo bispo da região. Iniciativas como essa poderão ser realizadas no ABC?

Dom Pedro -  Havendo a volta das celebrações Eucarísticas presenciais, tendo os cuidado previstos, creio que não haverá necessidade do Drive-thru e nem do Drive-in.

Folha - Durante essa pandemia, há estimativas de quanto foi a queda na arrecadação pelas Paróquias? Neste período, como elas estão se mantendo para manter as despesas e compromissos assumidos em dia?

Dom Pedro -  Não fizemos ainda uma análise quanto a queda de arrecadação de ofertas para a manutenção das igrejas, mas sabemos que as doações de alimentos para distribuirmos entre os pobres foi grande, e isso é muito bom.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu