16 Nov 2018


Mercadão comemora 85 anos com bolo e samba

Publicado em Cultura & Lazer
Avalie este item
(0 votos)

O Mercado Municipal Paulistano comemora 85 anos, nesta quinta (25), mesma data em que São Paulo faz 464 anos. Referência gastronômica e um dos pontos turísticos mais queridos da cidade, o Mercadão terá uma programação especial de aniversário.

A festa vai começar com o lançamento do novo logo do Mercadão. A identidade visual ganhou traços modernos, mas que remete á tradição de ser um dos pontos turísticos da capital paulista. Ele será usado em todo o material de divulgação do Mercado Paulistano, como banners e faixas.

Em seguida, teremos o tradicional “parabéns a você”, com a participação da bateria da Escola de Samba Unidos de Vila Maria. As autoridades presentes farão o corte do bolo, que será distribuído gratuitamente aos presentes. Logo após, a festa continua com muito samba da Vila Maria.

O Bolo

O bolo comemorativo terá quase meia tonelada e reproduzirá o mapa da cidade. A divisão dos bairros será feita com frutas frescas e saborosas, sem utilização de pasta americana e corantes, tudo alinhado com a proposta gourmet e saudável. A montagem será aberta ao público e acontecerá no Espaço de Eventos do Mercadão, com o comando do renomado professor Ricardo Magalhães.

História do Mercadão

Conhecido por sua variedade de produtos, frutas exóticas, sanduíches e pastéis bem recheados, como o de mortadela e bacalhau, o Mercadão é o quarto ponto turístico mais visitado da cidade com média de 50 mil pessoas por semana. São 12.600 m², com 266 boxes onde podem ser encontrados de chocolates a queijos, passando por grande variedade de vinhos e azeites. Possui área para venda de frutos do mar, carnes, laticínios e doces.

Aberto ao público das 6 às 18h, o Mercadão não para como a cidade de São Paulo, e o atendimento vira a noite, agora voltado aos atacadistas que têm à disposição 67 boxes hortifrutícolas, fazendo com que o centro de compras tenha movimento 24 horas por dia. O estabelecimento ainda conta com aproximadamente mil trabalhadores para atender o público.

Prédio Histórico

O projeto, do escritório do arquiteto Ramos de Azevedo, explora a iluminação natural com o uso de clarabóias e telhas de vidro. Os vitrais de estilo gótico foram projetados pelo renomado artista russo Conrado Sorgenicht Filho, autor também dos vitrais da Estação Sorocabana, Teatro Municipal, Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, Catedral da Sé e mais de 300 igrejas do país. O vidro colorido veio da Alemanha e mais de quatro anos foram necessários para a conclusão da pintura.

As obras para a construção do Mercadão tiveram início em 1928. Além de substituir o antigo mercado, de meados do século XIX, que ficava na Rua 25 de Março, a intenção era erguer um marco da “metrópole do café”. Sua localização, no quadrilátero formado pelas ruas da Cantareira, Comendador Assad Abdala, Mercúrio e Avenida do Estado, foi cuidadosamente pensada: o prédio ocupa uma área que, na época, era estratégica para a cidade, próxima à rede ferroviária e à estação do Pari e às margens do rio Tamanduateí, facilitando o embarque e desembarque de mercadorias que eram transportadas de barco.

Quando o Mercadão ficou pronto, em 1932, a Revolução Constitucionalista impediu sua inauguração. O local acabou tornando-se depósito de armas e munições. Dessa maneira, a abertura oficial foi adiada para o ano seguinte e a data escolhida foi a do aniversário da cidade, 25 de janeiro.

Alguns números:

  • 350 toneladas de alimentos comercializados por dia
  • 50 mil pessoas circulam semanalmente pelo local
  • 20 mil a 30 mil lanches de mortadela são vendidos semanalmente
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

Destaques

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu