20 Oct 2017


FEI promove Congresso de Inovação sobre cidade e campo inteligentes

Publicado em Educação
Avalie este item
(0 votos)

A abertura da segunda edição do Congresso de Inovação 2017 - Megatendências 2050 da FEI, aconteceu, na segunda (9), no campus da FEI em São Bernardo, com tema: "A Cidade e o Campo Inteligentes, para uma melhor qualidade de vida". No primeiro dia do evento, autoridades políticas e executivos de empresas líderes de mercado discutiram as perspectivas de futuro para uma cidade inteligente.

Entre as autoridades presentes na abertura do Congresso, realizada pelo reitor do Centro Universitário FEI, Prof. Dr. Fábio do Prado, estavam o presidente da Fundação Educacional Inaciana Pe. Sabóia de Medeiros, Padre Theodoro Peters; o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, e o secretário de Estado de Energia e Mineração, João Carlos de Souza Meirelles, representando o Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Ao falar sobre a importância do evento, Meirelles pontuou dois fatores: ser realizado na cidade de São Bernardo do Campo - berço da grande indústria brasileira de inovação e automobilística - e por ser uma iniciativa de uma Instituição renomada como a FEI. "A FEI nasceu em 1941 como uma resposta à demanda por inovação, inspirada pela ansiedade dos jesuítas de estarem à frente de seu tempo, interpretando o futuro para história", disse.

Já para abertura dos painéis de discussões, o evento contou com a presença do superintendente da área de indústrias de base do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Júlio Ramundo, e do diretor da BRICLab da Universidade de Columbia (Nova York) Marcos Prado Troyjo. Para Ramundo, o Brasil precisa colocar a sustentabilidade como eixo central de sua visão futura, para assumir a liderança no desenvolvimento sustentável e tecnológico. "É preciso buscar soluções para que tecnologias possam ser promovidas pelo BNDES, adaptando-se para haver uma disruptura". Na opinião de Troyjo, para um País se tornar intensivo em tecnologia é preciso haver cultura que favoreça a interação entre conhecimento, capital e empreendedorismo.

 

Desafios e soluções para 2050

Mediado pelo jornalista William Waack, o primeiro painel do dia abordou "Os desafios das cidades inteligentes em 2050", contando com a presença do secretário desestatização e parcerias da cidade de São Paulo, Wilson Poit; secretário nacional de desenvolvimento tecnológico e inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Álvaro Toubes Prata; presidente da Urban Systems, Thomaz Assumpção; presidente da ZF América do Sul e VDI, Wilson Bricio; e o CEO da Telefônica Brasil, Eduardo Navarro. Dentre os desafios, os painelistas mencionaram novos modelos de gestão, a descentralização das cidades e a segurança de dados.

Já o segundo painel debateu "As soluções para mobilidade e conectividade", com moderação do jornalista José Emílio Ambrósio e especialistas como o presidente da Robert Bosch América Latina, Besaliel Botelho; vice-presidente de Estratégia, Comunicação e Relações Governamentais da Ford para América do Sul, Rogélio Golfarb; o vice-presidente da Academia Brasileira de Ciências e professor de Engenharia de Produção da Universidade Federal de São Carlos, João Fernando G. de Oliveira; o diretor de inovação & negócios digitais da Stefanini, Breno Barros, e o diretor geral do Centro de Pesquisa e Tecnologia da Boeing no Brasil, Antonini Puppin-Macedo.

Segundo os participantes, tecnologias disruptivas estão definindo o futuro da mobilidade. "A grande revolução não será limitada pela tecnologia, mas sim por pessoas que a utilizem como ferramenta em soluções inovadoras, como foi o caso do uber", define, João Fernando G. de Oliveira, acrescentando o desenvolvimento de outros aplicativos de transporte individual. Entretanto, ele reconhece que os gaps tecnológicos precisam ser preenchidos por pesquisa e estudo acadêmicos, aplicando-se os conhecimentos na prática. A segurança é outro quesito que preocupa as empresas que investem em tecnologias de conectividade. "Apesar de ela melhorar a vida das pessoas, nossa preocupação é como trazer ambientes mais protegidos, deixando a população menos vulnerável", comenta Rogélio Golfarb.

Programação- O segundo dia do evento (10) será dedicado a painéis que abordarão o campo inteligente. Já no terceiro dia (11) serão discutidas as integrações entre campo e cidade e perspectivas de futuro. A programação completa do Congresso de Inovação FEI pode ser conferida ao vivo no site do evento: http://www.fei.edu.br/congressodeinovacao/

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu