16 Sep 2019


São Bernardo, 466 anos

Publicado em Editorial
Avalie este item
(0 votos)

Conhecida como a “capital do automóvel”, São Bernardo completa 466 anos, nesta terça (20). O município possui área total de 408,55 km² e 765.463 habitantes, segundo o último censo de 2010 e estimativa, feita em 2018, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 833.240 pessoas.
A partir do fim do século XIX, chegam muitos imigrantes italianos, boa parte deles, mais tarde, destituídos de suas casas pelas águas da represa Billings. Apenas em 1944, São Bernardo passa a ser cidade.
São Bernardo nasceu na Borda do Campo, mesma região onde existiu a histórica Villa de Santo André da Borda do Campo (1550-1560). Foi a região local de passagem para aqueles que se dirigiam ao porto de Santos, em especial as tropas carregando mercadorias e que aqui faziam pouso, começa a se desenvolver na fazenda dos Monges Beneditinos, ao redor de uma capela por eles construída em 1717, um povoado, às margens dos Ribeirão dos Meninos, região do atual bairro Rudge Ramos (no local onde hoje está instalado o Carrefour Vergueiro).
Tendo-se formado e crescido em terras particulares dos Beneditinos, o povoado não pôde ser oficializado, sendo por isso transferido para outro trecho do velho Caminho do Mar, onde está hoje a Igreja Matriz (Largo da Matriz, na rua Marechal Deodoro); esta transferência do povoado ocorreu em princípios do século XIX. Em 1877 é instalado, nas terras desapropriadas da fazenda dos Beneditinos, o Núcleo Colonial de São Bernardo, que vai dar nova vida a Villa. Constituiu-se 15 linhas coloniais que posteriormente originaram os atuais bairros de São Bernardo.
A presença do imigrante, majoritariamente italiano, é predominante nesse fim de século XIX e início do século XX. O nome ‘São Bernardo’ deve-se à denominação da fazenda dos Monges Beneditinos, onde havia uma capela dedicada ao Santo, ao redor da qual surgiu o primitivo povoado de 1717. Com a exploração da madeira, as serrarias aparecem, registrando a tendência industrial da Villa. Desenvolve-se a indústria moveleira ao lado da têxtil.
No século XX, com a construção da Represa Billings, alguns núcleos coloniais de imigrantes italianos, formados no século XIX, são atingidos por suas águas.
Em 1867, com a inauguração da Estação de Ferro, Santo André começa a se destacar econômica e politicamente, tornando-se, em 1938, a sede do município; São Bernardo torna-se distrito. Após muitas movimentações, em 1944 ocorre a emancipação político-administrativa de São Bernardo.
Atualmente, São Bernardo está entre as 20 cidades com as maiores economias do Brasil. De acordo com dados recentes do IBGE, a cidade ocupa a 16ª posição no ranking, e tem PIB de R$ 42,13 bilhões. O município tem como principal atividade econômica as montadoras de carros, presentes na cidade desde os anos 1950. Atualmente, há diversificação de negócios, como fábricas de tintas, pastas de dente e móveis. São Bernardo, sozinha, responde por 38,2% do Produto Interno Bruto (PIB) e dos US$ 3 bilhões em novos investimentos que o ABC recebeu, nos últimos anos, 39% deles foram destinados à cidade. São Bernardo também apresenta a maior renda média, na comparação entre os sete municípios do ABC, com R$ 3.723, segundo dados do boletim EconomiABC, de julho de 2019.
Para celebrar o aniversário, a Prefeitura realizará 32 dias de programação com 61 atividades, entre shows, atrações culturais, musicais, etc. Também estão programadas entregas de obras, que ao todo movimentaram R$ 500 milhões em investimentos. Parabéns, São Bernardo!

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png
Mais nesta categoria: O ABC e as contas em risco »

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu