17 Jan 2018

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Entre os dias 11 e 14 de janeiro, o ParkShoppingSãoCaetano promoverá sua tradicional Liquidação do Lápis Vermelho edição de Verão, com descontos que podem chegar até 70%.

            Os clientes poderão consultar as ofertas utilizando o QR Code (código para leitura por celular) disponível nas mídias internas do ParkShoppingSãoCaetano. Ao escanear o código, o celular do consumidor abrirá automaticamente o mobile site https://www.liquidacaolapisvermelho.com.br/parkshopping-sao-caetano/, no qual estarão disponíveis as principais ofertas. Nesta edição, o site está de cara nova. Com visual totalmente reformulado, mais clean e moderno, a mudança permite uma navegação mais simples e intuitiva, com fácil acesso às promoções e ofertas de todos os shoppings Multiplan.

“A Liquidação do Lápis Vermelho é uma grande oportunidade para o consumidor adquirir aquele produto tão esperado com ótimo desconto. A ação é aguardada pelos nossos clientes, já que encontrarão preços bem atrativos”, afirma Rodrigo Peres, gerente de marketing e e-business da Multiplan.

A Liquidação do Lápis Vermelho é a promoção mais tradicional no segmento de shoppings no Brasil. Foi realizada pela primeira vez em 1982, no BH Shopping, em Belo Horizonte (MG), no RibeirãoShopping, em Ribeirão Preto (SP) e no BarraShopping, no Rio de Janeiro (RJ) - primeiros shoppings da Multiplan.

Além das edições de verão e inverno, o Lápis indica, durante o ano inteiro, ofertas imperdíveis dos shoppings Multiplan, além de dicas de moda e beleza no Facebook (https://www.facebook.com/LiquidacaoLapisVermelho/).

 

 

Sugestões ParkShoppingSãoCaetano

 

Imagem inline 1

 

Vila Romana – Camisa manga longa 100% algodão Tam.: 1 ao 6. De R$289,90 por R$129,90 (55% OFF).

 

Imagem inline 2
 

Camicado – Caneca Pretty Flowers Tam.: 410 cm. De R$24,90 por R$9,90 (60% OFF).

Imagem inline 3

Grandvision – Armação Swarovski com Aro Acetato Fechado. De R$1.099,00 por R$549,50 (50% OFF).

 

Imagem inline 4

 

Brooksfield Donna – Calça Patrícia de Alfaiataria Cós Triplo Tam.: 34 ao 42. De R$690,00 por R$245,02 (64% OFF).

 

Imagem inline 5

Oneda Vanzella – Brinco em ródio negro. De R$139,00 por R$42,00 (70% OFF).

 

Imagem inline 6

Oneda Vanzella – Choker de tecidoTamanho único. De R$79,00 por R$24,00 (70% OFF).

 

Imagem inline 7

 

Puket – Cabana Para BrincarTam: 1,50m. De R$249,90 por R$99,80 (60% OFF).

 

Imagem inline 8

 

Piticas – Piti Toys - bonecos de super-heróis colecionáveis de madeiraDe R$39,90 por R$15,90 (60% OFF).

Tagged sob

Saúde, sabor, frescor. Essa é a proposta da 6ª edição do Organic Food Fest, que acontece de 19/janeiro a 04/fevereiro de 2018 em 23 restaurantes badalados do eixo Rio-SP e vai reunir mais de 100 receitas inéditas e sustentáveis. O festival é o único gastronômico à base de orgânicos do Brasil com a proposta de incentivar uma alimentação saudável e um consumo sustentável. Para criar uma verdadeira opção sensorial e gustativa, os chefs precisarão criar um menu-degustação exclusivo em 3 tempos com, pelo menos, metade dos ingredientes de origem orgânica, proveniência agroecológica ou de pequenos produtores. Os menus terão o preço fixo de R$ 55 no almoço ou R$ 88 no jantar (por pessoa), dependendo da escolha da casa. Bebidas e 10% de serviço à parte.

 As chefs e apresentadoras do canal GNT, Bela Gil, dos hotéis Best Western, e Tati Lund, do.Org Bistrô, grandes defensoras da culinária natural e da cozinha de qualidade na mesa de todos, são destaques nesta edição e participam com menus exclusivos no Rio de Janeiro. Em São Paulo, as casas Antonietta Cucina, Banana Verde, Bar da Dona Onça, Clos, Comedoro, Condessa Bistrô, Félix Bistrot, Jacarandá, La Piadina, Le Bou Bistrô, Mercearia do Conde, Nambu, Obá Restaurante, Solo, Taka Daru Izakaya e Tavares Restaurante são alguns dos participantes desta edição, que vão adaptar ou ampliar seus menus de base orgânica para atender às regras do festival. No Rio de Janeiro, participam: Bottega Del Vino, Duo Trattoria, Mensateria, .Org Bistrô, os restaurantes Da Bela e o Zazá Bistrô.  Para ser orgânico, o produto não pode ter recebido adubo químico, agrotóxico, hormônio, antibiótico, insumo geneticamente modificado, radiação ou qualquer aditivo sintético. Na maioria dos casos, em edições anteriores, os chefs bateram as metas mínimas e conseguiram apresentar pratos de 80 a 100% orgânicos. 

A 6ª edição do Organic Food Fest tem o patrocínio da Korin, empresa brasileira de produtos orgânicos e sustentáveis, especialmente carnes, Direto da Serra, Feira Biodinâmica e Terra Frutas. O apoio é de Associação de Agricultura Orgânica (AAO), Idec, FinoCoco, Poder da Terra e Zucca e o apoio de mídia de Band FM, Elemidia, Itaú Cinemas e Kallas.

Criado pelo empresário alemão Matthias Börner, grande entusiasta do mercado de orgânicos, o festival visa disseminar o uso de alimentos orgânicos na alta gastronomia e fomentar o setor no Brasil. Alimentos orgânicos fazem bem à saúde por serem mais completos nutricionalmente, mais saborosos e ricos em minerais como ferro, selênio e potássio do que os convencionais. Pessoas com alergias e intolerâncias alimentares também têm se beneficiado de dietas de origem orgânica. Eles são benéficos à saúde também de quem os produz e manipula, por não haver risco de intoxicação. "A produção dos orgânicos respeita princípios, como proteção da biodiversidade, condições dignas de trabalho e o manejo correto da água e do solo. Substituir a alimentação convencional pela orgânica é iniciar uma revolução sustentável. Na Europa, até cidades com apenas 50 mil habitantes possuem supermercados inteiramente orgânicos", explica Börner, idealizador do evento. Convencido de que o mundo todo pode se alimentar de forma saudável, Matthias gostaria de ver o Brasil entre os países líderes de consumo de orgânicos - já que hoje possui um rótulo vergonhoso: campeão mundial no uso de agrotóxicos. Iniciativa para promover uma alimentação saudável e um consumo sustentável. Sabor sem veneno.

Serviço:

Organic Food Fest (Off)

www.organicfoodfest.com.br

Tel. 11 97390-6888

Facebook: /organicfoodfest

Instagram: @organicfoodfest

Twitter: @organicoff

Tagged sob

Depois de uma temporada de sucesso em junho de 2017, o Tudo É Brincadeira retorna ao Shopping ABC a partir de 13 de janeiro, desta vez com o tema Encastelados, para garantir muita diversão nas férias das crianças e famílias da região.

Em um ambiente lúdico e colorido, o Tudo É Brincadeira reúne atividades que exploram as dimensões do desenvolvimento infantil, como o sensorial, com brincadeiras de movimento e o “faz de conta”, com histórias e músicas. Tudo sem a interferência de aparelhos eletrônicos e usando materiais simples.

Em um amplo espaço de 200 m², desenvolvido para crianças de até 10 anos e suas famílias, o brincar livre acontece em sete divertidas áreas: um castelo, em que as crianças entram no “faz de conta” e criam suas fantasias, a área da casinha, onde utensílios de verdade têm vez, o labirinto de tecidos, o tanque de areia azul, o ateliê de arte, a área do brincar livre e o espaço especial para bebês. Todas as atividades e espaços contam com monitores, incumbidos de estimular crianças e adultos a se divertirem juntos usando a imaginação.

Para as crianças permanecerem no espaço por meia hora, será cobrado R$ 20, e R$ 30 para uma hora. Já para os adultos, R$ 10 dará direito a meia hora e R$ 15 por uma hora. Crianças menores de três anos deverão estar acompanhadas por um maior de idade responsável não pagante e pequenos com menos de 1 ano poderão participar gratuitamente.

Tagged sob

Ontem, hoje e sempre o mês de janeiro no Brasil é marcado pelas férias escolares e pelo verão. É a temporada do descanso também para muitas famílias e amigos. Combinando com o clima, a Fundação Pró-Memória de São Caetano realiza em sua primeira exposição virtual de 2018 a mostra Vamos à praia?

Constituída por 19 imagens e disponível em www.fpm.org.br, a atividade revela variados momentos dessas ocasiões de sociabilidade e descontração de moradores da cidade, em um período em que o cotidiano de boa parte deles era pautado pelo ritmo intenso de trabalho nas fábricas.  

As fotos, datadas das primeiras décadas do século passado, retrata que a ida a praias como a do José Menino, em Santos (SP), estava, ao lado de disputadas sessões de cinema, de concorridos bailes e apresentações teatrais, entre as principais opções de lazer da população de São Caetano. Organizados por grupos de amigos ou antigos clubes locais, como o Grêmio Instrutivo Recreativo Ideal, tais passeios eram marcados por animados piqueniques ou convescotes (termo usual na época).

Tagged sob

Os policiais rodoviários do Estado de São Paulo que fiscalizam as rodovias estaduais não podem posicionar-se de maneira oculta aos condutores com a finalidade de aplicar sanções de trânsito. Isso é o que determina o projeto de lei, de autoria do deputado Luiz Fernando Teixeira, aprovado na Assembleia Legislativa, na última sessão de 2017.

Mostrando que as multas de trânsito devem ter caráter educativo, não punitivo, o PL 1060/17 veda que policiais se escondam para multar motoristas infratores, tanto mediante o uso de radares manuais quanto de dispositivos móveis e até para a aplicação de multas manuais.

Na justificativa do projeto, o deputado Luiz Fernando explica que ao posicionar-se de maneira oculta para multar motoristas infratores, os policiais rodoviários violam princípios constitucionais da transparência e da publicidade. "O Código de Trânsito Brasileiro é transparente ao cravar o dever de sinalização das vias, que deve ser compreendida não somente no que se refere ao emprego de placas, mas sim na visibilidade dos agentes responsáveis pela sua fiscalização, haja vista que o objetivo das sanções deve ser educacional, e não fomentar indústria de multas decorrentes do motorista ser pego de surpresa em razão do policial rodoviário que proceder ao emprego do dispositivo manual estar escondido", argumenta.

O deputado Luiz Fernando Teixeira comemorou o PL aprovado. Segundo ele, a condição dos policiais rodoviários que se escondem para multar é constrangedora para os agentes públicos e vexatória para o Estado. Após a aprovação, o projeto agora aguarda a sanção do governador Geraldo Alckmin.

Tagged sob

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu