13 Aug 2020


Pandemia: 81,3% das empresas do ABC tiveram queda no faturamento

Publicado em Negócios
Avalie este item
(0 votos)

A fim de entender a realidade das empresas do ABC, a Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André) e a UFABC Jr (consultoria especializada em gestão empresarial da Universidade Federal do ABC) aplicaram uma pesquisa no final do mês de junho, que resultou na participação de 240 empresas, sendo 51,2% de pequeno porte, 26,2% microempresas e 21,3% médio porte.  Desse universo, 60% são prestadores de serviços, 32,1% do segmento comercial, 11,7% do setor industrial e 5,4% autônomos. 

A pesquisa constatou que 22,5% dos entrevistados foram impactados economicamente na ordem de 46 a 60%, entre 76 e 100% (22,1%) e 18,3% entre 16 a 30% e com esse impacto, 81,3% das empresas tiveram queda no faturamento e 31,7% complicações com o fluxo de caixa.

Para solucionar os problemas, foram necessárias adotar algumas medidas e uma das principais foi a demissão de funcionários / redução de salários, que envolveu  33,8% dos entrevistados, além de adaptação ao meio digital de suas operações (40,4%), negociação de preços ou de contratos (35,4%) e 29,2% buscaram auxílio governamental, principalmente a Medida Provisória 936 que envolve a redução salarial.

Outro ponto que ficou claro com a pesquisa diz respeito às redes sociais, pois no período pré- pandemia, a maioria (59,6%) utilizava as redes sociais apenas para divulgação e 33,8% como forma de reforçar sua imagem institucional. E durante a pandemia, muitos entrevistados tiveram dificuldades para transformar as redes sociais em aliados de venda, como implementação da nova cultura, treinamento, adaptação e engajamento da equipe (18,4%), manuseio e plataformas digitais (14,5%) e custos (13,2%).

Questionados sobre os temas considerados relevantes para auxiliar nesse processo de transformação que a pandemia provocou, 52,5% sugeriram mídias sociais, controle financeiro (39,6%), fomento aos negócios e capacitação profissional (35,8%), e-commerce (33,8%) e gerenciamento de equipe à distância (23,3%).

Desde o mês de março, a Associação vem realizando algumas ações que já vão ao encontro das necessidades dos empresários, principalmente diante das drásticas mudanças que o mundo corporativo vem passando. Esse é o caso do lançamento da Academia de Negócios e Inovação, que nasceu de uma parceria com renomadas instituições da região do ABC, como Strong Esags, Observatório Econômico da USCS, Sebrae, UFABC Jr e Coalizão ABC Digital.

Além de cursos, também compõe a Academia o programa de lives, que até o momento já foram realizadas 10, com a abordagem de vários temas e participação de especialistas em seus respectivos segmentos.

“Nesse período, a ACISA implementou com sucesso o Guia Empresarial para divulgação gratuita das empresas e seus produtos / serviços, além de envio constante de informações e notícias - via WhasApp para mais de 2 mil contatos ativos e posts nas sociais, que já registram mais de 10 mil seguidores”, explica o superintendente Ademir Gasparetto.

Vale destacar ainda que esta pesquisa também teve um foco social, pois a cada 10 pesquisas respondidas, a Acisa doou uma cesta básica para a Federação das Entidades Assistenciais de Santo André (FEASA), totalizando 24.

Com mais de 4 mil associados e considerada como uma das associações comerciais mais antigas do Estado de São Paulo e 82 anos de fundação, a Acisa está localizada na Av. XV de Novembro, 442, Centro, em Santo André.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu