17 Nov 2019


Estado inaugura nova sede de Cia da PM em Sto. André e Praça

Publicado em Política
Avalie este item
(0 votos)

O governador João Doria esteve em Santo André, no domingo (27), junto ao prefeito Paulo Serra, onde inaugurou a nova sede da 1ª Companhia do 41º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M).

“Estamos contribuindo muito para a melhoria da qualidade da segurança pública do ABC e, especificamente, desta região”, disse Doria. “São 121 policiais, 14 veículos, sistema de comunicação, integração, Detecta, o que há de melhor na tecnologia da Polícia Militar em SP para atender Santo André e região”, completou o governador.

A unidade já existia e o atendimento mudou para um imóvel reformado pela Prefeitura de Santo André. O Município investiu R$ 589,5 mil nas obras, que duraram aproximadamente oito meses, com início em março e conclusão na sexta (25).

Não houve interrupção do serviço durante o período de mudança. Os policiais já estão instalados no novo endereço, na Rua Curupaiti, nº 49, na Vila Scarpelli. A unidade funcionava anteriormente em outro imóvel que pertencia à Prefeitura e foi vendido.

Comandada pelo capitão Fernando Kazuo Nagatomi, a 1ª Cia do 41º BPM/M atende a cerca de 60 mil habitantes moradores da região central e dos bairros Casa Branca, Vila Alice, Vila Bastos, Vila Valparaíso, Vila Floresta, Vila Scarpelli, Jardim Bela Vista e Jardim Ocara – todos da cidade de Santo André.

As novas instalações possuem 720 m² de área construída em uma área total de 1.400 m². As dependências são divididas em dois blocos - um para a administração e outro de alojamentos - e uma edícula. Ao todo, o espaço contempla oito salas, 15 banheiros e seis alojamentos.

Praça da Cidadania

Após, Doria ainda participou do lançamento da primeira Praça da Cidadania de São Paulo. O evento também contou com as participações da primeira-dama e presidente do Fussp (Fundo Social de São Paulo), Bia Doria, do idealizador do projeto, Filipe Sabará, do Secretário Executivo da Habitação, Fernando Marangoni, e do prefeito de Santo André, Paulo Serra.

A iniciativa é inédita e visa beneficiar 30 mil pessoas da região, segundo dados da Prefeitura de Santo André. O objetivo é promover a capacitação profissional e geração de renda dentro de comunidades vulneráveis em todo o Estado.

“Essa é a mais completa e mais bonita praça de Santo André, do ponto de vista de complexidade e de campo de atuação, porque ela educa, ela faz formação profissional, formação em educação física, em cidadania, nos cuidados com a horta urbana. É um exemplo voltado para a defesa da cidadania. Ela é a praça mais bonita e completa de todo o Estado de São Paulo, isso é um orgulho para Santo André”, declarou Doria.

“Essa é a nossa primeira Praça da Cidadania. Nossa meta, no Fundo Social, é descentralizar, tirar do Morumbi, do Parque da Água Branca, e levar para os municípios tudo que o Fundo Social tem para oferecer”, disse Bia Doria.

O local contará com as novas escolas gratuitas de qualificação do Fussp, espaços de apoio ao empreendedor e aprovação de crédito, além de equipamentos tradicionais de uma praça, como quadras poliesportivas, playground e pistas de caminhada.

O início das aulas das Escolas de Qualificação Profissional do Fundo Social está previsto para 25 de novembro. A previsão inicial é de oferta de 609 vagas para a comunidade local.

A Praça da Cidadania começou a ser instalada em agosto deste ano, sob investimento de R$ 3,6 milhões financiados pela iniciativa privada. O projeto executivo foi desenvolvido pela CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), da Secretaria Estadual da Habitação, que detém a maior parte do terreno do Jardim Santo André e já realiza outras intervenções habitacionais, urbanísticas e sociais na área. O espaço será mantido e administrado por um Conselho Gestor constituído por representantes da comunidade, Fussp, prefeituras e demais órgãos envolvidos.

Os projetos de outros três equipamentos semelhantes já estão em andamento, com previsão de entrega para 2020. Será uma praça na zona leste da capital, em São Miguel Paulista; uma no interior, em Pindamonhangaba, e outra na Baixada Santista, em Cubatão.

Desde abril, o Fussp realiza atividades voltadas à comunidade do entorno da Praça da Cidadania, como aulas de Agrofloresta e a criação de um jardim de chuva.

O projeto da Praça da Cidadania tem como destaque a questão ecológica. Toda a construção do espaço levou em consideração as soluções ambientais, como o uso da bioconstrução e implementação de um biodigestor, jardim de chuva, cisterna, horta social agroecológica e composteira, entre outros.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

Destaques

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu