27 May 2020


Doria: "o Uip recomendou ao Ministério da Saúde o uso da cloroquina, em reunião na semana passada"

Publicado em Política
Avalie este item
(0 votos)

O governador do Estado, João Doria, no Palácio dos Bandeirantes, acaba de anunciar, durante coletiva, junto aos secretários estaduais, de Saúde, José Henrique Germann, de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, de Educação, Rossieli Soares da Silva, o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, David Uip e o diretor do Procon-SP, Fernando Capez, nesta quarta (8) de abril, novas medidas no combate ao coronavírus, para a região metropolitana de São Paulo.

1ª) Autorização do pagamento do “Merenda em Casa” para 732 mil alunos da rede pública estadual, com o benefício de R$ 55 mensais. Ao todo, serão investidos R$ 80 milhões, R$ 40 milhões no mês de abril e outros R$ 40 milhões em maio. O pagamento poderá ser recebido em até 4 horas, pelo aplicativo PickPay, sem taxas extras, tanto por transferências para contas em bancos ou para saque nos caixas eletrônicos. Para receber o benefício, os alunos devem estar cadastrados no Cadastro Único, do Ministério da Cidadania;

2ª) Designação do diretor do Procon, Fernando Capez, para a Secretaria Especial de Defesa do Consumidor, para fortalecer, defender as posições dos consumidores, intensificar as ações de combate aos abusos praticados por comerciantes a itens essenciais, neste momento de combate ao Covid-19, como botijão de gás, álcool em gel, máscaras, etc;  

Na ocasião, Doria ainda fez um apelo: “respeitem a medicina e os médicos, não faz sentido, neste momento, médicos serem atacados nas redes sociais, haver confronto nas redes sociais para destruir a reputação de pessoas. É momento de paz, harmonia e união, não é momento para fomentar exércitos de internautas e milicianos. Atacar médicos não salva vidas de ninguém”. E, esclareceu que: “não está preocupado com críticas”.

O governador revelou a posição oficial do Governo do Estado: “Nosso coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, David Uip, único infectologista participante de reunião, na semana passada, com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, recomendou ao Ministério para que distribuíssem o medicamento para a rede pública no País. Quem definirá isso serão os médicos, não o governador, obedeço à ciência”, enfatizou.

Uip ainda repudiou o ataque cibernético que sofreu nas redes sociais,com xingamentos e ofensas e ainda em sua clínica médica particular, expondo o tratamento de seus pacientes. E passou um recado para o presidente: “Presidente, respeitamos a sua posição em não divulgar o seu diagnóstico sobre o Covid-19, respeite a minha privacidade e a privacidade da minha clínica. Um médico não revela o diagnóstico de seus pacientes, nem o tratamento utilizado”, disse.

Uip ainda lembrou que é prescindível que o tratamento com a cloroquina, se for aprovado oficialmente pelo Ministério da Saúde, deve ser realizado com acompanhamento médico. “O médico pode prescrever, mas, o paciente precisa autorizar, pois há diversos efeitos colaterais, como cardíacos, hepáticos e visuais”, revelou.

BOLETIM- O secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, atualizou o número de casos no Estado:

- 5.682 casos confirmados [ alta de 17% em relação a terça (7)]

-  371 óbitos  [ alta de 21% em relação a terça (7)]

-  861 em UTI

-  815 em enfermaria

Última modificação em Quinta, 09 Abril 2020 11:14
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Destaques

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu