29 May 2020


Paulo Serra: "Acredito que esteja cada vez mais difícil manter as eleições em outubro"

Publicado em Política
Avalie este item
(0 votos)

Há cinco meses das eleições municipais, três incertezas rondam as campanhas para prefeito. Primeiramente, se o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) irá manter a data da votação para 4 de outubro, ou adiar o pleito, até dezembro deste ano, não comprometendo assim, os mandatos vigentes e os próximos a serem iniciados.

Em segundo, caso seja mantida a data. Como seria o cenário para a campanha eleitoral em meio às regras de isolamento social e com os desdobramentos da pandemia do novo coronavírus. E, em terceiro, se o Fundo Especial de Financiamento de Campanha, mais conhecido como Fundo Eleitoral, valor destinado mensalmente aos partidos para o custeamento de despesas diárias, como contas de luz, água, aluguel, etc, seja destinado para o  combate à Covid-19. Para as eleições de 2020, o fundo eleitoral, aprovado pela Câmara dos Deputados, em dezembro último, é de R$ 2 bilhões.

A reportagem da Folha do ABC questionou os prefeitos da região sobre o que pensam sobre o assunto. Confira.

Paulo Serra (prefeito de Santo André)

VOTAÇÃO 

Santo André aguarda apenas as definições do TSE porque a questão eleitoral não faz parte das nossas prioridades. Avalio que o TSE deva mudar a data, até pelos números dos casos de Covid-19 em nosso País. Acredito que esteja cada vez mais difícil manter as eleições em outubro. Mas, isso tem pouquíssima importância para nós. Vamos continuar trabalhando. Nosso foco hoje, total, é um cuidar da nossa gente, é vencer essa guerra contra o coronavírus. É manter o planejamento da cidade em relação às entregas, às obras, priorizando esse novo desafio que a pandemia nos impôs, manter a nossa gente segura, ordenada, organizada, com equilíbrio, com bom senso, conduzindo as ações.

CAMPANHA

“Como questão eleitoral não está na nossa agenda. Deixamos isso para os politiqueiros da cidade, que lamentavelmente, ainda tentam surfar, de alguma forma numa epidemia, como que isso alavancasse algum processo eleitoral. Isso não contribui em nada com a discussão, com a solução deste grave problema”.

FUNDO ELEITORAL

“Com relação ao fundão, defendo e sou favorável, sim, à mudança, para que esse fundo seja destinado ao combate ao Covid-19. Em Santo André, já realizamos a doação do salário do prefeito e dos secretários para o Fundo Social de Solidariedade, que faz o combate ao novo coronavírus. Alguns vereadores também fizeram. Então, já estamos dando esse bom exemplo. Seria bom que todos os partidos, na Câmara Federal, no Congresso, votassem essa mudança para que esse recurso possa ser utilizado no combate ao Covid-19. Na minha opinião, o fundo também poderia ser destinado para a recuperação da economia, que também é outra área que temos focado muito e que precisa, sem dúvida nenhuma, de apoio”.

Última modificação em Sábado, 23 Maio 2020 15:22
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu