24 Sep 2020


Retorno às aulas presenciais é adiado para 7 de outubro

Publicado em Política
Avalie este item
(0 votos)

O governador do Estado, João Doria, no Palácio dos Bandeirantes, acaba de anunciar, nesta sexta (7) de agosto, durante coletiva de imprensa, junto aos secretários estaduais, de Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn; de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen; de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi; de Educação, Rossieli Soares; ao coordenador e ao secretário-executivo do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, respectivamente, José Osmar Medina e João Gabbardo dos Reis, a 10ª reclassificação do Plano SP e nova etapa da quarentena, que irá de 8 até 23 de agosto.

Nove regiões do interior do Estado progrediram para a fase 3 (amarela). Segundo Doria, isso foi possível graças à queda no número de óbitos e casos nestes municípios. “A região do interior era a que mais nos preocupava. Temos boas perspectivas e bons resultados”, diz. Cerca de 15 milhões de pessoas serão beneficiadas com essa mudança de fase, o que corresponde a 86% da população do Estado. “Isso não deve significar relaxamento contra o coronavírus ou com as medidas restritivas. Qualquer descuido pode ser fatal”, alerta o governador. 

Doria revelou ainda que o retorno às aulas presenciais, da rede pública e particular, foi adiado de 8 de setembro para 7 de outubro, por recomendação do Centro de Contingência. “É preciso uma margem de segurança maior para preservar as vidas dos estudantes, professores, gestores e profissionais da educação e seus familiares”, explica.

A partir de 8 de setembro, os municípios que já estiverem por 28 dias na fase 3 (amarela) do Plano SP poderão retomar aulas presenciais de reforço e atividades opcionais. “As escolas que optarem pelo retorno, deverão respeitar o número limite de alunos e, rigorosamente, os protocolos sanitários”, enfatiza. O Estado irá disponibilizar para o retorno às escolas mais de 12 milhões de máscaras, 300 mil face shields, 221 mil litros de sabonete líquido, entre outros itens.

Segundo Rossieli, a rede estadual também está achando alternativas para combater as desigualdades. “Ainda que 96% dos estudantes da rede estejam com acesso às atividades remotas, existe alunos que precisam de apoio complementar, para não deixar nenhum aluno para trás”, afirma.

BOLETIM- O secretário de Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn, atualizou o número de casos no Estado:

-  598.670 casos confirmados

-  24.448 óbitos

Gorinchteyn revelou que a taxa de ocupação dos leitos de UTIs no Estado é 59,8% e na Grande São Paulo de 58,1%.

Última modificação em Sexta, 07 Agosto 2020 14:31
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu