03 Dec 2020


Coronavac: Ampliação dos testes atrasa vacinação no país

Publicado em Política
Avalie este item
(0 votos)

O governador João Doria acaba de anunciar, nesta segunda (19) de outubro, durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, os primeiros resultados dos testes da vacina Coronavac, que se mostrou a mais segura e com índices mais promissores. Os testes da vacina seguem na fase III e será ampliado o número de voluntários, incluindo adultos (18-59 anos), idosos (acima dos 60 anos) com ou sem exposição prévia ao vírus. Ao todo serão testados mais 4.190 participantes. Em outra etapa, que deverá começar em novembro, serão testados, além dos idosos, adultos com comorbidades com e sem exposição prévia, com mais 1.488 participantes. Em dezembro, há previsão de início de imunização teste em grávidas e crianças dos 3 aos 17 anos. De acordo com Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, não há previsão para início da vacinação no país, tendo em vista que dependem do resultado dos testes, elaboração de dossiê e então aprovação pela Anvisa. A aprovação pode levar por volta de 60 dias.  Isso atrasa a previsão divulgada pelo Estado, semanas atrás, de que a vacinação teria início em 15 de dezembro. 

Doria anunciou ainda o investimento de R$ 6 bilhões, dentro do Plano de Retomada 21/22, na malha ferroviária do Estado de São Paulo. Estão previstos ampliação de pátios, duplicações da malha e modernização da frota. Esse será o maior investimento na malha ferroviária do Estado nos últimos 50 anos e irá beneficiar 72 cidades e melhorar a vida de cerca de 5 milhões de pessoas. Serão gerados 134 mil novos empregos. A operação será feita pela empresa Rumo Logístico, maior operadora ferroviária da América Latina.

Também participaram o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas; os secretários estaduais, de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen; de Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn; Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi; de Transporte e Logística, Priscila Ungaretti; ao coordenador e ao secretário-executivo do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, respectivamente, José Osmar Medina e João Gabbardo dos Reis.

BOLETIM- O secretário de Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn, revelou que a taxa de ocupação dos leitos de UTIs no Estado é 40,8% e na Grande São Paulo de 40,5% e atualizou o número de casos no Estado:

- 1.064.039 casos confirmados

- 38.035 óbitos

- 3.193 internações em UTI

- 4.032 internações em enfermaria

Última modificação em Segunda, 19 Outubro 2020 13:46
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu