26 Jan 2021


Anhanguera dá dicas para proteger a pele dos raios solares

Publicado em Saúde
Avalie este item
(0 votos)

O verão traz com ele, nos próximos três meses, dias mais longos e temperaturas altas. A estação mais quente do ano requer atenção redobrada nos cuidados com a pele, principalmente durante períodos longos de exposição ao sol. Neste sentido, o protetor solar é o principal agente protetor contra os raios UVA e UVB.

“A primeira distinção importante a se fazer é entre os tipos de radiação. Ambos são nocivos à pele. O UVA causa o envelhecimento precoce e doenças graves, como o câncer de pele. Já o UVB provoca queimaduras, alergias, sensação de ardência, vermelhidão e, também, câncer”, diz Henrique Clauzen, Coordenador do curso de Farmácia da Faculdade Anhanguera de São Bernardo do Campo (SP).

A maneira mais usual de proteger a pele é com o uso tópico dos protetores, disponíveis em diversas marcas e divididos por tipos de pele e fator de proteção. Ao escolher o protetor ideal, é preciso considerar o FPS, relacionado à cor da pele. Quanto mais clara a pele, maior deve ser o FPS. “Quando uma pessoa escolher um produto com FPS 50, quer dizer que ao se expor ao sol, a pele estará 50 vezes mais protegida”, explica Clauzen.

Existem diversos tipos de protetor no mercado, o mais usual é o de uso tópico e aplicação corporal. Na hora de usar, é importante estar atento à quantidade certa. O Consenso Brasileiro de Fotoproteção indica duas camadas do protetor em todo o corpo ou uma colher de chá para o rosto, cabeça e pescoço, duas colheres de chá para a frente do corpo e para a parte de trás do torso, uma colher de chá para cada braço e duas colheres de chá para cada perna. “Indicamos a aplicação 15 minutos antes da exposição ao sol, além do reforço a cada duas horas”, continua o Coordenador.

Ainda há outras formas de se encontrar o protetor, como no formato pó compacto e translúcido disponíveis apenas por determinadas marcas; e, também, o filtro solar oral. Este último age na proteção de eritemas e inflamações que ocorrem em peles expostas excessivamente aos raios UVA e UVB. “As cápsulas atuam da redução do impacto dos raios ultravioleta contra as células da pele e, também, ajudam no bronzeado e mantém a produção de colágeno”, completa Clauzen.

Na hora da compra, converse com um farmacêutico ou, previamente, consulte um dermatologista. Cada tipo de pele merece uma atenção especial. O verão pede uma piscina, sol e água fresca, mas também pede atenção e cuidado com a saúde.

 

Créditos: Getty Images-iStockphoto

 

Última modificação em Domingo, 10 Janeiro 2021 17:24
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu