21 Jan 2022


La Roche-Posay faz 650 atendimentos e cirurgias dermatológicas

Publicado em Saúde
Avalie este item
(0 votos)

Sempre engajada em promover mais qualidade de vida para todas as peles, há mais de 10 anos a La Roche-Posay realiza o Tour de Combate ao Câncer da Pele, em parceria com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Desde 2015 o projeto inclui uma visita à comunidade de Araras (distrito de Faina - GO), que possui cerca de 800 moradores, para promover o acesso ao atendimento médico gratuito e diagnóstico, com foco nos pacientes portadores do gene que provoca o xeroderma pigmentoso - uma rara doença, sem cura, que aumenta em mil vezes a probabilidade de desenvolvimento do câncer da pele. Além da realização de cirurgias dermatológicas, o projeto também leva para os moradores da região uma agenda que visa a promoção da saúde em diversas especialidades, com atividades de conscientização e acolhimento da população em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

A edição 2021 contou com uma comitiva de 40 pessoas da La Roche-Posay e da SBD nacional e regional de Goiás, incluindo 13 médicos dermatologistas e também cirurgiões, oftalmologistas, profissionais das áreas de fonoaudiologia, nutrição, odontologia e também pediatria. Uma mega estrutura foi preparada ao redor do tradicional caminhão da La Roche-Posay, esterilizado e equipado com três salas de cirurgias e, com o apoio da Prefeitura local e da Associação Brasileira de Xeroderma Pigmentoso (ABRAXP), os atendimentos também foram realizados na escola do povoado e até mesmo em uma casa cedida por uma moradora. Nesta última, um equipamento de dermatoscopia de última geração (Fotofinder) foi disponibilizado para mapeamento de lesões dos pacientes.

Nesta 4ª edição da Operação Araras, a ida ao povoado foi ainda mais desafiadora, devido à alta demanda no período de pandemia e da evolução dos quadros clínicos. Ao longo dos dois dias de realização do projeto (19 e 20 de novembro), foram realizados 658 atendimentos clínicos, sendo que em 34 pacientes, foram 51 lesões removidas através de cirurgia dermatológica - um resultado que significa mais do que o dobro estimado inicialmente.

O povoado de Araras, a 280 quilômetros de Goiânia, é o lugar do mundo com o maior índice de xeroderma pigmentoso. Segundo a SBD, enquanto no mundo a incidência da doença é de um para um milhão, no povoado de Araras ela acomete um em cada 40 habitantes. A explicação para o alto índice de pessoas com a mutação genética rara pode estar na consanguinidade, devido ao grande número de casamentos entre parentes. Além da alta predisposição para o surgimento de lesões e tumores cancerígenos, a doença provoca hipersensibilidade à luz, bolhas, manchas, envelhecimento precoce, cegueira - devido às lesões nos olhos - e até mesmo mutilações, pois muitas regiões do corpo como nariz, boca e dedos, precisam ser removidas em função dos tumores. Além disso, tanto os pacientes que possuem a doença ativa quanto as demais pessoas que possuem o gene, mas não necessariamente apresentam a manifestação da doença, vivem isolados dentro de suas casas, restringindo suas atividades em grande maioria do tempo ao período noturno, por não poderem se expor ao sol. Dessa forma, sua qualidade de vida é altamente impactada, tanto por terem suas rotinas alteradas pela impossibilidade de exposição ao sol, quanto pelas consequências físicas e emocionais provocadas pela doença, direta e indiretamente, em pacientes, familiares e demais pessoas da comunidade. Alguns moradores da região já passaram por dezenas de cirurgias, no corpo e no rosto. E neste ano, outros moradores de cidades vizinhas também viajaram até o povoado na expectativa de receber o atendimento gratuito e usufruir das demais atividades oferecidas, como o mapeamento genético capaz de identificar a presença do gene.

Para a segurança dos pacientes foram montadas tendas de proteção e, durante a ação, também foram realizadas rodas de conversas para conscientização e acolhimento da população, atividades para as crianças e distribuição de mais de 300 kits contendo protetores solares da linha Anthelios, produtos para hidratação Lipikar Baume AP+M e reparação cutânea com Cicaplast, da La Roche-Posay. Os kits também incluíram roupas e acessórios com proteção UV, doados em parceria com a empresa UV Line.O presidente da SBD, Dr. Mauro Enokihara, foi um dos dermatologistas cirurgiões à frente da ação e reforça que a parceria com o Grupo L’Oréal, através da La Roche-Posay, tem sido gratificante para a SBD e a Regional GO em conjunto, para oferecer orientações para a prevenção do câncer da pele com a população. "É extremamente gratificante pode oferecer o nosso conhecimento, força de trabalho e mais que tudo: solidariedade, deixar uma mensagem de esperança de dias e oportunidades melhores, prevenindo-se e evitando exposição solar. Estamos juntos, presentes, atuando e tornando realidade novos projetos como a Telemedicina/Teledermatologia na prevenção do câncer da pele. Nós nos preocupamos com o bem estar físico, mental, social da nossa população, com uma Dermatologia de todos, e para todos.", afirma.

Pioneira no mercado de dermocosméticos no país, La Roche-Posay atua como ativista da saúde da pele e há seis anos realiza em Araras ações de impacto imediato, de curto e longo prazo, oferecendo apoio, conscientização e educacional sobre a prevenção do câncer e dos cuidados com todas as peles, inclusive as sensíveis.

Em 2016, a marca também levou para a comunidade experts locais e internacionais, incluindo o geneticista Alain Sarasin, considerado o maior especialista em xeroderma pigmentoso do mundo, junto ao professor Carlos Menck, geneticista da USP, para apoiarem a equipe no mapeamento genético local e na identificação de oportunidades futuras relacionadas ao projeto e à pesquisa científica. E por meio da Diretora de Sustentabilidade da L’Oréal Brasil, Maya Colombani, o Grupo L’Oréal firmou um convênio de pesquisa com a USP em prol do estudo genético da doença, que segue em andamento e que deverá ser publicado em breve. Até o momento, cerca de 500 pessoas na comunidade de Araras foram mapeadas com o gene da doença.

Em 2017, a La Roche-Posay também realizou o plantio de 300 árvores no local para aumentar a área de sombreamento no povoado e impactar ainda mais positivamente a qualidade de vida da comunidade. A vegetação atenua a radiação solar e, consequentemente, o aquecimento do solo ou das construções no local, reduzindo a temperatura superficial. A diretora de sustentabilidade da L’Oréal Brasil, Maya Colombani, diz que há uma urgência em agir como um catalisador de mudanças, contribuindo para os desafios atuais da sociedade e do planeta. "Acreditamos que humanidade e dignidade são valores fundamentais, essenciais para construir um futuro positivo para todos. Como líderes da beleza, queremos assumir nossa responsabilidade e contribuir para nossa sociedade, por isso apoiamos a comunidade de Araras há seis anos através da pesquisa científica, assistência médica gratuita, doações e investimento em infraestrutura. Acreditamos que a beleza que move o mundo é uma beleza generosa, inclusiva e que garante a saúde para todos", afirma.
Para Roberta Sant’Anna, diretora da divisão de Cosmética Ativa da L’Oréal Brasil, detentora de La Roche-Posay, é importante liderar pelo exemplo e promover ainda mais acesso à Dermatologia no país, levando mais conforto e qualidade de vida por meio das soluções dermatológicas que garantam expertise científico, segurança e eficácia. "Queremos fazer a diferença não só dentro da L’Oréal, mas também fora. Atualmente, cerca de dois bilhões de pessoas em todo o mundo sofrem com os problemas de pele, assim como as consequências de seus impactos físicos e mentais. E nenhuma pessoa jamais deveria se sentir sozinha ou estigmatizada por causa de uma doença ou condição de pele. Temos a ambição de democratizar o acesso à Dermatologia no país e, através da nossa parceria histórica com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a La Roche-Posay exerce de forma consistente seu forte protagonismo social. Por isso, neste ano deixamos em Araras um legado ainda mais significativo, que é a doação de uma estrutura de telemedicina para ampliar ainda mais o alcance médico e os cuidados necessários para o acompanhamento da população", diz.

Doação de equipamentos de infraestrutura para Telemedicina

O Tour de Combate ao Câncer de Pele teve início em 2009 e ao todo, mais de 22 mil pessoas foram atendidas e mais de 2 mil diagnósticos de câncer da pele foram realizados em 22 estados, em mais de 70 cidades. Para 2022, a La Roche-Posay pretende ampliar ainda mais o projeto com o apoio da telemedicina, reforçando seu forte compromisso em benefício das comunidades brasileiras.

Última modificação em Terça, 30 Novembro 2021 10:26
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Main Menu

Main Menu