28 May 2018


Dermatite Atópica: saiba o que é e como tratá-la

Publicado em Saúde
Avalie este item
(0 votos)

Estima-se que 40 milhões de brasileiros sofrem com dermatite atópica – principalmente crianças, segundo dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Saiba o que é, os sintomas, causas, tratamento e prevenção, com a dermatologista, Dra. Celia Prearo.

 

Folha do ABC - O que é a dermatite atópica?

Celia Prearo - A dermatite atópica é uma doença crônica. É o individuo que reage anormalmente a inúmeros estímulos sejam por contato, por ingestão, por inalação. Não se sabe exatamente porque esse indivíduo reage tanto, os mecanismos não são totalmente conhecidos, mas, o que se sabe é que os fatores genéticos, imunológicos e ambientais são importantes. Como é multifatorial, ela não tem um alergeno específico, uma substância que cause especificamente.

É uma doença de abrangência mundial e afeta mais as crianças. É mais difícil levar para a vida adulta, mas, pode acontecer. Não há uma causa muito espefícica, é um conjunto de causas. A principal causa é genética, existem famílias nas quais a dermatite atópica é mais comum.

Nas crianças que têm essa tendência à dermatite atópica, há algum dos pais ou familiares afetados e é intimamente ligada à alergia res-piratória também, então, comumente há rinite, asma, sinusite alérgica. Não sendo obrigatório, mas, comum. E a dermatite atópica é a mesma manifestação dessas alergias respiratórias, só que na pele.

Folha - Quais são os sintomas?

Celia - As crianças que têm esse problema, já muito cedo, aos três meses de idade, em média, pode apresentar, na face, uma aspereza, e conforme as etapas da vida vão chegando, manifestações diferentes podem acontecer, então pode haver descamação na pele, ressecamento, manchas brancas quando a criança toma sol, o que se chama de pitiriase alba, também pode haver descamação no couro cabeludo, nas plantas dos pés e palmas das mãos.

O pré-escolar tipicamente apresenta eritema (um vermelho) e descamação nas dobras dos braços e pernas e assim por diante. Quando chegam ao período da puberdade, aproximadamente, grande parte dessas crianças irá melhorar, e irão paulatinamente deixar de apresentar as lesões. Alguns levam para a vida adulta.

A doença também possui diversos graus. Existem pacientes que apresentam uma dermatite atópica leve, têm pacientes que apresentam grau moderado, e outros, muito grave, necessitando de medicamentos por via oral.

Folha - Qual o tratamento?

Celia - O tratamento dessas lesões depende do que aquela criança apresenta no momento, mas, como um tratamento geral e básico, podemos citar a hidratação da pele, com hidratantes apropriados que mantem a função de barreira na pele. Eles são importantíssimos, diariamente, além de pomadas e cremes apropriados para cada lesão e proteção solar.

E como as lesões podem ser muito pruriginosas, são necessários, às vezes, medicamentos antialérgicos que vão diminuir esse prurido. Adultos que têm uma dermatite atópica consideravel, também necessitam do mesmo tratamento.

Mas, normalmente, é bom que se afaste a criança de locais com pó, de tudo que possa reter ácaros, alimentos industrializados com corantes e conservantes, sendo indicada uma alimentação mais natural, roupas arejadas e de algodão. É comum a criança ter também alergia a picadas de inseto associada. Então, no ambiente onde ela vive, os familiares precisam ter esse cuidado, tentar o menos possível ter a presença de insetos como pulgas, formigas, pernilongos, etc.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

Destaques

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu