27 May 2019

Neste sábado (18), acontece o Australia-Brazil Alumni Conference, evento gratuito sobre educação e oportunidades de estudos na Austrália, no Instituto Mauá de Tecnologia em São Caetano, que terá como tema “Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação”. A conferência será ministrada por representantes da Embaixada da Austrália no Brasil e, também, por ex-alunos, com foco na apresentação de cases, oportunidades de estudos, além de destacar as tecnologias e pesquisas desenvolvidas no país.

Em 2018, os setores que mais aceitaram estudantes brasileiros na Austrália foram os de ensino técnico e profissional (VET – Vocational Education and Training), intensivos de inglês (ELICOS) e os de ensino superior. “A Austrália é o terceiro maior destino do mundo para estudantes internacionais devido à alta qualidade da educação australiana, perspectivas internacionalizadas e empregabilidade, tanto no âmbito do ensino superior como no ensino técnico e profissional. Estamos vendo o interesse crescente de brasileiros interessados em estudar na Austrália, mas também de parceiros brasileiros em aprender mais sobre a experiência da política educacional australiana, particularmente em ensino técnico e profissional, modelos de engajamento com a indústria e pesquisas de pós-graduação”, afirma o Conselheiro de Educação e da Ciência da Embaixada da Austrália no Brasil, Mathew Johnston (foto).

Além disso, dados recentes do departamento de educação e treinamento do governo australiano indicam que aproximadamente 20,4 mil alunos brasileiros estudam na Austrália no momento, principalmente em razão da estrutura oferecida por instituições de ensino que estão entre as melhores ranqueadas no mundo. “O Brasil é o quarto maior mercado para a Austrália em número de matrículas, principalmente em cursos de inglês e profissionalizantes. Nos últimos anos, os dois países tornaram-se fortes colaboradores em pesquisa, principalmente nas áreas de medicina e saúde, ciências biológicas e ciências físicas. Essas colaborações transformaram o Brasil no 16º maior colaborador científico da Austrália”, acrescenta Johnston.

Durante a conferência, a Coordenadora de Desenvolvimento de Negócios do Consulado da Austrália em São Paulo, Laís Araújo, fará um panorama sobre as oportunidades de estudos no país, que tem cinco universidades ranqueadas entre as 50 melhores do mundo. “Os visitantes receberão informações gerais sobre o sistema educacional de australiano, opções de estudo e custo médio de vida, além de entenderem como é o investimento do país em pesquisa e em desenvolvimento de tecnologias e inovações”, conclui.

Cases e experiências- Durante a conferência serão apresentados cases recentes de brasileiros que estudaram na Austrália e tiveram sucesso em suas profissões ao retornarem ao Brasil. Eles continuam a parceria com a Embaixada da Austrália por meio de projetos de cooperação bilateral entre os dois países.

Um dos palestrantes é Thiago Pierobom, que contará como aplica seu aprendizado do período de estágio de pesquisa de pós-doutorado em criminologia, na Monash University – uma das maiores universidades australianas -, em sua área de atuação na Promotoria de Justiça e Defesa da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Ministério Público do Distrito Federal e Território (MPDFT), em Brasília.

Outra experiência que será compartilhada no evento é a de Carla Camargo Cassol, pesquisadora-doutoranda na PUCRS e coordenadora de internacionalização do SENAC-RS, onde implementa o modelo de internacionalização de currículo adaptado ao contexto educacional brasileiro, que foi aprendido em sua pesquisa sobre o tema na Curtin University.

Sob orientação de um dos mais renomados economistas australianos, professor Bruce Chapman, o Técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Paulo Nascimento, fez doutorado-sanduíche na Australian National University. Em sua apresentação, ele abordará seus conhecimentos sobre financiamento do ensino superior baseado no modelo para ampliação do acesso ao ensino técnico e superior por meio de instrumentos de financiamento contingente à renda. No Brasil, ele vem discutindo sobre o tema para aperfeiçoar as políticas públicas para aprimorar a sustentabilidade financeira de universidades em uma série de workshops e seminários com a Embaixada da Austrália, encerrando com a Conferência Internacional sobre Financiamento Vinculado à Renda de  10 a 12 de julho em Brasília.

 

Os fãs da adorada série Game of Thrones, da HBO, aguardaram ansiosamente pela recente estreia da última temporada.  E agora, poderão se aproximar ainda mais de Westeros, o reino do mundo fantástico: o personagem Rei da Noite, terrível vilão da série, estará no Atrium Shopping, em Santo André, para sessão de fotos, no sábado (18), das 18h às 20h.

No evento, o público também terá direito a uma experiência de realidade virtual por meio de óculos especiais, poderá participar de uma divertida uma roleta de prêmios interativa e levar brindes para casa. Outra atração será um carrinho de pipocas personalizado com o tema da série, com distribuição ao público. O evento é gratuito.

Dias após São Caetano ser eleita a cidade mais segura da Região Metropolitana de São Paulo, de acordo com estudo do Instituto Sou da Paz, a Prefeitura Municipal anunciou, na quarta (15), o lançamento do Programa Segurança 360°. Na ocasião foi lançado o Edital de licitação pública para contratação do sistema de videomonitoramento de segurança para a cidade, que terá como destaque a compra de 220 câmeras de monitoramento de alto nível tecnológico e a integração da Guarda Civil Municipal, Policia Civil e Policia Militar.

O Programa Segurança 360° traz ações inovadoras como uso de drones pela Guarda Civil Municipal, 450 policiais, nova frota, novos armamentos e troca dos 12 mil pontos de iluminação pública da cidade.

O investimento é da ordem de R$ 24 milhões de reais para a instalação, manutenção e reposição, desenvolvimento de softwares e operações. Segundo o prefeito José Auricchio, momento é ímpar. “Segurança demanda investimento e agora a prefeitura atingiu um ponto de equilíbrio orçamentário financeiro do ponto de vista fiscal”, disse. Na ocasião foi criado o Conselho de Segurança Municipal que terá um gabinete permanente para discussão mensal entre o Comando da GCM, Policia Militar, Policia Civil com Secretário de Segurança Pública e o prefeito, onde serão tratados os pontos a melhorar na segurança da cidade.

Devido à localização estratégica, às expectativas econômicas favoráveis e ao dinamismo do setor de turismo, a República Dominicana continua a se consolidar como o destino favorito para investimentos imobiliários no Caribe, como pode se observar pela concentração de novos projetos de imóveis residenciais e empreendimentos hoteleiros.

"Os investidores estrangeiros são atraídos pelo crescimento do país, pela segurança jurídica e pelos bons níveis de rentabilidade", diz Magaly Toribio, assessora de Marketing do Ministério do Turismo da República Dominicana (MITUR). "Além do atrativo das praias e da beleza natural, o posicionamento da República Dominicana como destino cultural e histórico tem multiplicado o número de visitantes e, com isso, as oportunidades para investidores em diferentes partes do país, devido à maior demanda por hospedagem”, explica Magaly.

O último relatório do Banco Mundial observa que a "República Dominicana tem experimentado um forte crescimento econômico nos últimos anos, com uma média de 5,1% ao ano entre 2008 e 2018, o segundo maior da América Latina". Afirma ainda que esse ritmo "acelerou-se para uma média de 6,6% ao ano entre 2014 e 2018", tornando a República Dominicana a economia da região que mais cresceu nesse período.

Tanto incorporadoras de imóveis residenciais quanto grandes empresas hoteleiras perceberam o crescente aumento de turistas estrangeiros - reflexo da ampliação dos vôos internacionais diretos - e os importantes investimentos públicos realizados para melhorar a infraestrutura de apoio em diferentes destinos turísticos, especialmente em vias públicas e saneamento.

Em 2018, a chegada de visitantes estrangeiros por via aérea registrou aumento de 6,2%, atingindo o recorde de 6,6 milhões, enquanto a entrada de moeda estrangeira gerada pelo turismo cresceu 5,3% em relação a 2017, ficando em torno de US$ 7,560 milhões. E, apenas no primeiro trimestre deste ano, o país já recebeu 1.876.177 turistas, o que representa um aumento interanual de 4,6%.

Essas perspectivas favoráveis se traduzem em aumento de capital no mercado imobiliário para expandir e melhorar a oferta dos serviços de hospedagem. Segundo dados oficiais, entre 2007 e 2018 o número de leitos da rede hoteleira registrou crescimento médio anual de 2,3%, com um nível de ocupação superior a 83% em 2017.

Segundo dados do Termômetro do Turismo elaborado pelo MITUR, apenas em 2018 o Conselho de Fomento Turístico (CONFOTUR) aprovou a realização de 65 projetos turísticos, com investimento de aproximadamente US$ 3,057 milhões, o que criará cerca de 15.458 novos leitos. Além disso, no ano passado foram inauguradas nove instalações hoteleiras, seis ampliações e dez projetos imobiliários-turísticos.

Além do capital nacional, o interesse de estrangeiros em investir no setor imobiliário dominicano é crescente, com destaque para investimentos de origem espanhola, americana, venezuelana, panamenha, canadense e italiana, entre outras.

Um dos investimentos imobiliários mais populares para compradores estrangeiros é adquirir - e alugar quando não estiver em uso - uma villa, apartamento ou condomínio na área turística de preferência do investidor, quer esteja à procura de um lugar calmo perto do mar ou com fácil acesso à área central. Rodeada pelos melhores campos de golfe e algumas das melhores praias do mundo, Punta Cana é o destino preferido dos investidores, embora também haja excelentes empreendimentos rentáveis em La Romana, Bayahibe, Samaná, Puerto Plata, Juan Dolio, Jarabacoa, Miches e Santo Domingo. A rentabilidade do aluguel de uma casa ou apartamento varia entre 7 e 11%, ou ainda mais, dependendo da ocupação.

O marco jurídico dominicano também funciona como atrativo. A Lei de Fomento do Desenvolvimento do Turismo (Número 158-01), por exemplo, estabelece incentivos e benefícios fiscais, incluindo a isenção de impostos municipais e nacionais por 15 anos para pessoas físicas ou jurídicas domiciliadas no país que empreendem, promovem ou invistem capital em determinados polos turísticos com grande potencial, entre eles Barahona, Samaná, Pedernales, Constanza e Jarabacoa. Por sua vez, a Lei de Investimento Estrangeiro (Número 16-95) concede a igualdade de direitos e obrigações em relação a investimentos para dominicanos e estrangeiros, e permite a livre repatriação do capital investido, o que abre uma gama de possibilidades na hora de fazer negócios no país.

A Prefeitura de São Bernardo oficializou, na quarta (15), a entrega mais uma unidade de Saúde para a cidade. Trata-se da nova base do Serviço Móvel de Urgência e Emergência, o SAMU – localizado entre as ruas Jurubatuba e a Joaquim Nabuco, no Centro. A entrega ocorrerá em 16 de julho.

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, vistoriou o local acompanhado do secretário de Saúde, Geraldo Reple e do diretor do departamento de Urgência e Emergência, Stefanos Larazou.

 “Há dois meses, este espaço era um posto de gasolina abandonado, sendo utilizado de maneira inapropriada e sem pagar os tributos necessários. Com o auxílio de leis federais e também municipais, a Prefeitura a arrecadou o terreno e está o transformando uma nova unidade de Saúde”, explicou Morando.

O novo equipamento de Saúde se tornou viável após sansão da Lei municipal, que dá posse ao município perante imóveis abandonados e que possuem débitos. Nesta área (que funcionava antigo posto de gasolina, a dívida ultrapassava R$ 1 milhão).  

A base está sendo construída, por meio da Secretaria de Serviços Urbanos, em um terreno de 1.530m², divido em dois pavimentos de 180m². O espaço irá atender todas as medidas preconizadas pelo Ministério da Saúde e a Vigilância Sanitária e acomodar 14 ambulâncias (16 básicas e duas avançadas com UTI). Atualmente, o SAMU está alocada dentro do Cenforme, no Planalto.

“A mudança da base irá melhorar muito o atendimento de urgência e emergência da cidade. O novo endereço é de fácil acesso a Rodovia Anchieta e também às principais vias da cidade. Além de acomodar as ambulâncias em um local apropriado, iremos proporcionar aos nossos funcionários uma local de trabalho mais seguro e apropriado”, salientou Reple.

Santo André, a partir desta quinta (16), integra a 17ª Semana Nacional dos Museus com três atividades no Museu de Santo André Dr. Octaviano Armando Gaiarsa. A programação terá início a partir das 14h30, o público poderá conferir a palestra ‘Relação entre patrimônio e comunidade’. Na atividade os integrantes do Grupo Ururay discorrerão sobre o trabalho realizado em prol da valorização do patrimônio da Zona Leste de São Paulo e das articulações com a comunidade e agentes locais. Também será exibido o documentário ‘Territórios Ururay’.

Na sexta (17), às 14h30, dentro da série de encontros ‘História e Literatura através de Grandes Obras’, o professor Juarez D. Ambirez abordará a obra ‘O Cortiço’, de Aluísio Azevedo. E no sábado (18), às 10h, será realizado o encontro ‘A Beleza na Diversidade – Leituras da Mente e do Corpo’, que debaterá a questão da beleza a partir de várias linguagens, como a fotografia, o fanzine e oficina de arte terapia com o tema corpo e moda, além de exposição e comercialização de itens do ‘Brechó das Mil e Uma Peças’. O museu fica rua Senador Flaquer, 470, centro. Atividades gratuitas.


Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu