19 Nov 2019

A Mercedes-Benz do Brasil inaugurou, na segunda (4), a primeira Fazenda Urbana instalada dentro de uma indústria no mundo. Localizada na fábrica de veículos comerciais de São Bernardo, a produção de verduras é 100% livre de agrotóxicos para consumo nos restaurantes da Empresa.

A iniciativa inédita de plantar hortaliças em um parque fabril dedicado à produção de caminhões e ônibus tem como foco principal proporcionar uma alimentação de mais qualidade aos colaboradores. É a aplicação do conceito “farm to table”, ou seja, da fazenda para a mesa com a procedência dentro de casa.

Além disso, a Fazenda Urbana permite que a Mercedes-Benz contribua ainda mais com a preservação do meio ambiente. Isso porque a produção na estufa, ao lado do restaurante da Empresa, elimina o desperdício de alimentos durante o transporte e tem zero emissão de CO2. “O projeto reúne vários pilares que norteiam todas as atividades do Grupo Daimler, como inovação, sustentabilidade, saúde e responsabilidade social”, ressalta Carlos Santiago, vice-presidente de Operações da Mercedes-Benz do Brasil.

O projeto da Fazenda Urbana é inovador em muitos sentidos. A Mercedes-Benz do Brasil uniu-se à BeGreen, startup mineira que, desde 2014, dedica-se a produzir alimentos de forma sustentável. Juntas, levaram adiante a parceria entre uma empresa da indústria automotiva e uma startup em um projeto de sustentabilidade. A Mercedes-Benz cedeu o espaço na fábrica e a BeGreen gerencia todo o processo de produção e também é responsável pela administração da rotina da Fazenda Urbana.

Com um cultivo totalmente livre de agrotóxicos, a Fazenda Urbana garantirá uma alimentação mais saudável, saborosa e nutritiva aos colaboradores, trazendo uma maior diversidade de produtos nas refeições. Ajustes estão sendo feitos no cardápio para incluir mais opções de saladas e a utilização de temperos frescos na preparação dos pratos.

Entre as verduras cultivadas na Fazenda Urbana pela BeGreen estão alface baby (verde e roxa) com sementes importadas da Holanda, rúcula, espinafre, agrião e chicória. Os temperos são salsinha, hortelã, cebolinha, coentro, manjericão e sálvia. Em uma segunda etapa serão produzidos legumes como tomate e berinjela.

Hortaliças podem ser adquiridas pelos colaboradores e abastecer ONGs

Os benefícios do consumo de produtos frescos e saudáveis cultivados na Fazenda Urbana não estarão restritos apenas aos colaboradores da Mercedes-Benz do Brasil. Com capacidade para produzir 2.680 quilos de hortaliças – ou 44 mil pés de verduras, ervas e temperos por mês –, a estufa terá a maior parte da colheita destinada aos restaurantes da fábrica de São Bernardo do Campo, mas uma parcela será reservada para os colaboradores que quiserem comprar os alimentos e levar para casa para preparar nas refeições com a família.

Os interessados podem fazer uma assinatura mensal pelo site da BeGreen que garante uma cesta de alimentos semanalmente. Além disso, eles poderão aprender a plantar verduras orgânicas, multiplicando assim o conceito da alimentação saudável.

As ONGs parceiras da Empresa também serão beneficiadas pelo projeto. De acordo com o volume, as verduras podem ser doadas para instituições como a “Hamburgada do Bem” e a Instituição Assistencial Meimei – IAM, que atendem crianças e adolescentes carentes.

“O projeto da Fazenda Urbana evidencia o compromisso da Mercedes-Benz em investir na qualidade de vida de seus colaboradores, como também de seus familiares. Estamos engajados com o presente e principalmente com o futuro de uma sociedade melhor”, afirma Carlos Santiago.

"A parceria com a Mercedes-Benz será muito importante para aumentar a contribuição ambiental que nós, da BeGreen, queremos proporcionar para a população. Levar alimentação saudável para mais de 10.000 pessoas, dentro dessa fábrica, e também para seus familiares e comunidade é uma oportunidade de multiplicar o nosso propósito e é, sem dúvida, um marco na história da indústria brasileira", afirma Giuliano Bittencourt, CEO da BeGreen.

Métodos inovadores de cultivo

A combinação das técnicas de aquaponia e aeroponia com o uso de tecnologias como a luz de LED e software de gestão garante a produção em larga escala em um curto espaço de tempo. A aquaponia integra a criação de peixes com a produção de plantas, adotando a água como meio comum. Os peixes ficam em um tanque e são alimentados com ração orgânica, e uma bomba transfere a água do tanque, já rica em nutrientes, até o sistema de hidroponia, em que são cultivadas as hortaliças. A água é então purificada pelas plantas e, por meio da mesma bomba é devolvida ao tanque dos peixes, fechando o ciclo. As vantagens da aquaponia são o baixo consumo de energia elétrica e a economia de 90% de água em relação à agricultura convencional. O método de cultivo também dispensa o uso de fertilizantes e pesticidas químicos.

Pela primeira vez na América Latina, a aeroponia é implementada dentro de uma fábrica, confirmando o pioneirismo da Mercedes-Benz. O sistema, desenvolvido em parceria o SENAI CIMATEC da Bahia, o Sebrae e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) e a BeGreen, segue o mesmo princípio da aquaponia, com a diferença de que as raízes das hortaliças ficam suspensas no ar. Nesse método, a água que provém dos peixes chega às plantas após um processo de nebulização, umedecendo as raízes com uma névoa repleta de nutrientes.

“Com a aeroponia, é possível quadruplicar a produtividade na estufa, ampliando os benefícios da alimentação saudável para os colaboradores, suas famílias e a comunidade”, explica Carlos Santiago.

A tecnologia fecha esse ciclo virtuoso ao auxiliar o crescimento saudável das hortaliças e possibilitar o cultivo em larga escala. Com a ajuda de um sistema modular para suporte à iluminação LED é possível compensar a falta de luz à noite, por exemplo, além de utilizar a luz apenas em algumas fases do crescimento das plantas e direcionar as ondas para “programar” o cultivo.

Fazenda Urbana 4.0

Trazendo os conceitos da Indústria 4.0 para a Fazenda Urbana, um software desenvolvido exclusivamente para o projeto faz o monitoramento, a operação e a gestão de todos os processos. A tecnologia permite controlar a temperatura, a luminosidade, a umidade, a condutividade e o PH da água. O sistema é online e possibilita o acompanhamento em tempo real de qualquer dispositivo conectado à internet.

Uma série de experimentos técnico-científicos foram conduzidos no laboratório de testes montado e equipado no SENAI CIMATEC pela equipe técnica do projeto. Os resultados obtidos com a utilização do sistema de iluminação LED proposto foram promissores, chegando a reduzir o ciclo de cultivo da alface em até 40% em relação ao cultivo convencional. Ao fim do projeto foi possível definir combinações de iluminação LED ideais para o cultivo de alface e tomate, cuja eficiência foi comprovada em testes laboratoriais. Além disso, o sistema aeropônico desenvolvido e o nível de maturidade alcançados no projeto fazem dele a primeira iniciativa nacional com potencial real de produção comercial em larga escala em um curto espaço de tempo.

“Ao promover a alimentação saudável na Empresa e mostrar processos sustentáveis de plantio com a Fazenda Urbana, a Mercedes-Benz incentiva as pessoas à mudança de hábitos que vão ao encontro de uma melhor qualidade de vida”, conclui Santiago.

A Metra foi homenageada pelas crianças da Instituição Amélia Rodrigues, no teatro Municipal de Santo André, durante o 20º Prêmio Investidor Social.  A empresa foi reconhecida por ser parceira da entidade sem fins lucrativos e por participar do Projeto Investidor Social. A Instituição Amélia Rodrigues atende 271 crianças e adolescentes de três comunidades carentes no município: Tamarutaca, Sacadura Cabral e Palmares.

“É muito importante participar do Projeto Investidor Social e receber este reconhecimento, pois demonstra que todos na Metra estão atentos às necessidades da comunidade e, sobretudo, no tocante ao suporte aos adolescentes e jovens”, destaca Maria Beatriz Setti Braga, diretora executiva da Metra.

Na cerimônia de entrega do Prêmio Investidor Social, os educandos apresentaram o musical “Ciclo da Vida”. Inspirados em Walt Disney, crianças e adolescentes interpretaram histórias e contos que retrataram amizade, amor, respeito às diferenças e coragem, entre outros. No espetáculo, os jovens cantaram, dançaram e tocaram instrumentos musicais, como violino, flauta e percussão.

O ParkShopping São Caetano preparou uma programação especial para receber o Papai Noel. No sábado (9), a partir das 12h, uma animada banda com personagens de Natal estará pelos corredores do shopping anunciando a todos a chegada do bom velhinho.

A chegada do Papai Noel será às 14h. Ele irá passear pelo ParkShopping São Caetano até chegar em seu trono, localizado no piso São Paulo, onde receberá as crianças, que poderão fazer seus pedidos e tirar fotos. O Papai Noel ficará no shopping diariamente para atender as crianças até dia 24/12.

Seis filhotes de gambás ganharam uma nova casa, na segunda (4). Os animais foram resgatados pela equipe de profissionais do Departamento de Bem-Estar Animal da Secretaria de Meio Ambiente na última sexta (1) e foram levados para um centro de tratamento especializado para receberem os cuidados veterinários necessários.

Os animais foram encontrados em duas residências na região do Parque do Pedroso. Os moradores acionaram os profissionais da Secretaria de Meio Ambiente para que fizessem o resgate.  Em uma das residências foi encontrado um único animal, mas na outra foram encontrados cinco filhotes junto à mãe, que havia morrido.

De acordo com a agente ambiental Daniela Victor Freire, o animal encontrado sozinho deve ter cerca de dois meses de vida e os outros são ainda mais novos. “Eles estavam bem debilitados e precisarão de cuidados até que possam ser reintegrados à natureza”, acrescentou. Um gambá vive em média entre 2 e 4 anos, dependendo da espécie.

Com estes seis filhotes, a Secretaria de Meio Ambiente chega a 47 gambás resgatados desde 2017. Os gambás são os campões em número de resgates pelo Departamento de Bem-Estar Animal e o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental), que também realiza o resgate.

A explicação é que, com a diminuição das áreas remanescentes de Mata Atlântica, também diminuiu o número de predadores naturais do gambá, como as aves de rapina e felinos e isso faz com que a população de gambás aumente.

Além disso, nesta época do ano nascem muitos filhotes, porque o período de procriação é em agosto e setembro. Estes filhotes vivem junto à mãe, mas ela precisa sair do seu habitat natural em busca de comida e acaba entrando nas casas ou sendo atropelada e não retorna.

“Devido à sua aparência, muitas pessoas confundem os gambás com ratos e acabam matando os bichinhos. Mas os gambás nem são roedores, são marsupiais”, esclarece Daniela Victor Freire. Isso significa que seus filhotes ficam em uma bolsa no corpo da mãe a partir do 12° dia de gestação (ainda um embrião de aproximadamente um centímetro). Uma mamãe gambá chega a ter até 20 filhotes por vez.

Por isso, para evitar que gambás entrem na casa, é recomendável que se evite deixar o lixo exposto, já que o animal come de tudo. Vale lembrar que os gambás só soltam odor ruim quando estão se sentindo ameaçados. Portanto se a pessoa morar próximo a uma área verde, o ideal é que deixe que o gambá retorne para seu habitat. Os gambás são importantes, pois são predadores naturais de aranhas e escorpiões.

Em ação alinhada ao calendário nacional do Novembro Azul, mês de conscientização contra o câncer de próstata, a Prefeitura de São Bernardo promove, desde segunda (4), atividades de orientação, prevenção e tratamento contra o câncer de próstata e outras doenças relacionadas à saúde do homem, nas 34 Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Todas as unidades serão decoradas, com enfeites e laços da cor azul, a fim de conscientizar os homens sobre a importância do diagnóstico precoce e os benefícios de cuidar da saúde. Também serão discutidos temas como doenças sexualmente transmissíveis, além de oferta de orientações sobre hipertensão, diabetes, males causados pelo consumo de álcool e tabaco e também os ganhos da prática de exercícios físicos rotineiros.

As ações ocorrem até sábado (9), das 8h às 17h, quando haverá o dia “D”. A programação varia de acordo com cada UBS. Para participar, o munícipe deve ir até a unidade mais próxima de sua casa e apresentar um documento com foto, acompanhado da carteirinha da UBS.

“O câncer de próstata é uma das doenças com maior índice de mortalidade entre os homens. A segunda que mais faz vítimas no mundo todo. Por ser muito silenciosa, pode ser confundida com outras enfermidades. A partir dos 40 anos, é recomendável frequentar o médico urologista a cada ano. Se a doença for diagnosticada logo no início, as chances de tratamento e de cura, são muito maiores”, explicou o secretário de Saúde, Geraldo Reple.

TRATAMENTO - Referência municipal para o tratamento oncológico, o Hospital Anchieta realizou, neste ano, 219 biopsias de próstata e 49 cirurgias. A rede municipal ofertou mais de 23 mil exames de dosagem de antígeno prostático específico (PSA).

Os atletas de São Bernardo entram em ação no Campeonato Brasileiro de Ginástica Artística, voltado para as categorias pré-infantil e juvenil, que ocorre atá domingo (10), no Ginásio Olímpico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

A delegação é composta por 17 atletas sendo: sete na categoria pré-infantil masculino, seis no pré-infantil feminino e quatro na categoria juvenil.Sob o comando do treinador Jeferson Alves Virando a equipe, que irá disputar na categoria pré-infantil masculino, é formada pelos ginastas: Daniel Gonçalves da Silva, Willian Gabriel de Souza, Bernardo Melo Silva, Felipe dos Santos, Matheus Trevisan do Nascimento e Henri Moraes Soldi.

O técnico Felipe Nayme liderará o time pré-infantil feminino formada pelas ginastas: Giovanna Sousa Prado, Giovana Mota Reis, Helôysa Valentina da Silva, Laura Ricci Borri, Laís Rios de Medeiros e Hadassa Bernardo Martins e a equipe Juvenil formada por: Camille Geovanini Fonseca, Gabriela Mota Reis, Julia Morais Godoi e Luisa Gomes Maia.

“O objetivo principal é dar experiência a nova geração. Esta é a primeira vez que a equipe infantil participa do Campeonato Brasileiro, tenho certeza que será uma experiência inesquecível”, destacou Felipe Nayme.

Programação:

  • 06/11 – Treinamento Livre e Congresso Técnico
  • 07/11 – Treinamento de Pódio (Pré-infantil e Juvenil)
  • 08/11 – Competição Juvenil
  • 09/11 – Competição Pré-infantil
  • 10/11 – Finais Juvenil

 


Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu