27 May 2020

Publicado em TITO COSTA
Lido 28 vezes
Avalie este item
(0 votos)

SAUDADE é o nome de um livro de leitura adotado nas aulas do Grupo Escolar de Torrinha que frequentei desde o primeiro ano fazendo alí meu curso primário, nos idos de 1931/1934. O autor dessa importante obra do gênero infanto-juvenil é Thales de Andrade cujo nome foi dado por mim a uma Escola Primária do município quando fui prefeito aqui em São Bernardo. Natural de Piracicaba, historiador e professor, faleceu em1977 e seu nome tem sido sempre lembrado como criador e autor dessa obra importante do gênero infanto-juvenil, girando em torno da escola e do conhecimento simples do brasileiro rural, uma quase memória do autor cuja família se mudara para a cidade quando o pai vendera sua fazenda que é a ideia central a guiar suas lembranças de saudade desde menino, e sua irmã Rosinha mal contando cinco anos de idade. A família então deslocando-se da roça para a cidade onde passou a viver e inspirando o pai para escrever suas memórias no livro "Saudade" ainda hoje adotado em certas escolas primárias por esse interior afora.
 Entre as lembranças que inspiraram o autor está a figura de Nho Láu, um caboclo personagem que viveu com a família até mesmo quando de sua mudança para a cidade de Piracicaba, da qual Torrinha é considerada vizinha.
Resolvi registrar nesta minha coluna da Folha estas lembranças de um fato importante na minha vida: as aulas no Grupo Escolar onde aprendi as primeiras letras, e onde tive colegas que se fizeram amigos entre os  quais  o Ebert Perlati, falecido ainda há pouco e tantos outros já falecidos. Pois eu sou dos raros sobreviventes, nas minhas 97 primaveras insistindo em  viver como, talvez agora, o único de uma geração já quase toda extinta e deslocada do mundo atual, inteiramente diferente nos costumes e em nova maneira de viver no turbilhão de um tempo  malucado, pelo meu gosto, e no qual vou vivendo até que seja convocado para um outro mundo que não sabemos exatamente como será, depois da morte.
Ficam assim estas anotações por conta das memórias de Thales de Andrade, em seu livro "Saudade", autor que marcou na minha vida,  esse gosto saudável de lembranças de tempos escolares que nunca mais voltarão.
Quem sabe ainda poderei encontrar entre meus entes queridos esse poeta da minha infância  num mundo desconhecido e, quem sabe, inexistente. Se existente, sabe-se lá onde, poderei revê-lo para abraçá-lo e matar essa  saudade que levarei comigo juntamente com  tantas outras possíveis de gente minha, pessoas queridas que espero encontrar e com elas conviver ad aeternitatem.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated.Basic HTML code is allowed.

Destaques

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu