07 Jul 2022

Publicado em DOM PEDRO
Lido 351 vezes
Avalie este item
(0 votos)

No Evangelho Jesus diz: “Bem-aventurados os que trabalham pela paz, porque serão chamados filhos de Deus” (Mt 4,9), e como a paz é fruto da justiça, Jesus acrescenta: “Bem aventurados os que tem fome e sede de justiça, porque serão saciados” (Mt 4,6). Em meio a tanta violência no nosso dia a dia, conflitos pelo mundo, qual a repercussão destas palavras, em um país como o nosso, onde a maioria da população se diz cristã católica ou evangélica?
Jesus deixa transparecer que são bem aventurados os que trabalham pelo bem comum, superam o egoísmo e fazem vencer a caridade. Trabalhar pelo bem comum é levar em conta os que são vítimas de perseguições, os refugiados e marginalizados, os pobres e excluídos.
A Igreja Católica, através da sua “Doutrina Social”, baseada no Evangelho e nos Padres da Igreja, propõe aos cristãos e pessoas de boa vontade, o projeto do Reino de Deus o qual se manifesta numa sociedade justa, fraterna e inclusiva. É este o caminho da paz!
É difícil para muitos compreender que esta proposta de trabalhar para o bem comum, é evangélica, brota das palavras de Jesus. Não é ideologia e não tem nada a ver com comunismo. O bem comum é Evangelho puro que Jesus vê nos últimos da terra: “Bem aventurados os humilhados porque herdarão a terra”(Mt 4,5) e ainda: “Bem aventurados os aflitos, porque serão consolados”(Mt 4,4).

É possível viver estas bem aventuranças evangélicas?

Aos 24 de março de 1980, quando celebrava a Eucaristia, configurando sua vida e o seu ministério à vida de Jesus, era assassinado durante a missa, o arcebispo Dom Oscar Arnulfo Romero.
A vida deste discípulo missionário de Jesus Cristo estava marcada pela sua fidelidade incondicional ao Evangelho. Como homem da Igreja, tornou-se anunciador da fé e mestre da verdade. Suas homilias, pregadas com simplicidade, fundamentadas na Sagrada Escritura e no Magistério da Igreja, fortalecia e encorajava o povo em sua esperança, e denunciava as injustiças que se cometiam. Seu testemunho vivo fez a Igreja do El Salvador, da América Latina e de todo o Mundo, compreender que o Cristianismo é de fato salvífico quando tem presente suas vidas, suas dores, seus sofrimentos e, sobretudo, suas esperanças.
Sua vida doada e comprometida com a causa do Reino, selou o seu destino. Teve o mesmo destino do Profeta de Nazaré, Jesus Cristo, a testemunha fiel que disse: “Bem aventurados os que são perseguidos por causa da justiça porque deles é o Reino dos Céus” (Mt 4,10).
Após 35 anos do seu assassinato, Deus quis que outro Latino Americano, o Papa Francisco, fosse aquele que reconhecesse o seu martírio, declarando-o santo da Igreja.
É possível viver as Bem aventuranças, isto nos compromete, mas, aos olhos de Deus, traz a paz e salva nossa alma.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated.Basic HTML code is allowed.

Main Menu

Main Menu