18 May 2022
Folha Do ABC

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Na sexta (6), a Câmara de São Caetano, juntamente com a Fundação Vanzolini, parceira da Prodesp, realizaram uma reunião com os funcionários para definir como será o treinamento para aplicar dentro do legislativo o programa “SP sem Papel” que tem o intuito de produzir e tramitar todos os documentos de forma digital.

A Prodesp é uma empresa pública de tecnologia do Estado de São Paulo que oferece uma ampla variedade de serviços para transformação digital da gestão pública, como soluções prontas, desenvolvimento customizado, integração de sistemas, nuvem, suporte e consultoria. Já a Fundação Vanzolini vem para ministrar e conduzir os funcionários para realizar os novos procedimentos no formato digital.

Com isso, a Câmara de São Caetano aderiu ao Programa “SP sem Papel”, que em conjunto com a Prodesp e a Fundação Vanzolini conduzirão todo o processo de tramitação dos documentos impressos para o digital. “Essa é uma atitude necessária, não somente para o melhor funcionamento do Poder Legislativo com mais eficácia e segurança por estarem em sistemas confiáveis e na nuvem, como também veio para agregar maior preservação do meio ambiente, uma vez que a redução do papel será gigantesca”, destaca o presidente, Tite Campanella.

Tagged sob

A colaboração da Mercedes-AMG com o músico americano multidisciplinar, empresário de tecnologia, filantropo e vencedor do TIME 100 IMPACT Award will.i.am se fortaleceu desde seu lançamento em setembro de 2021 e, agora, está culminando em um projeto extraordinário: foi criado o "The Flip", uma obra-prima automotiva com um design expressivo e uma mensagem especial. O veículo único, chamado WILL.I.AMG, é um símbolo dos objetivos da Mercedes-AMG e will.i.am em impulsionar novas ideias, ultrapassando limites e ousando fazer o impossível.

Em seu sexto projeto juntos, will.i.am se uniu novamente à West Coast Customs para executar sua visão para o “The Flip”. A missão deste projeto conjunto "The Flip – Inovação com Propósito" é dar a mais alunos de comunidades carentes acesso à educação STEAM (ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática) para serem preparados com as habilidades necessárias para empregos focados no futuro e para criar novas tecnologias.

"Eu cresci em um gueto. Eu cresci com o hip hop. Eu assisti o lendário artista do hip hop fazer rap sobre Mercedes, então sempre foi um sonho ter um Mercedes. Para muitas crianças do centro da cidade, possuir um Mercedes é um símbolo do progresso e do avanço da luta", explica will.i.am.

Todas as atividades em torno deste veículo único baseado no AMG GT 4-Door Coupé, influenciado por elementos de design do Classe G e o lendário SLS “Asa de Gaivota” beneficiarão a i.am/Angel Foundation de will.i.am para ajudar a construir um grupo de talentos pronto para STEAM que tirará famílias e comunidades da vulnerabilidade social.

Inspirado no logotipo da estrela da Mercedes-Benz e no som do veículo, will.i.am criou um ícone de rosto de urso, que foi apelidado de “BEAR WITNESS”. Este ícone também é o ponto focal da coleção BEAR WITNESS, que apresenta roupas e acessórios de edição limitada disponíveis no Mercedes-AMG Experience Center em Miami e online. A coleção BEAR WITNESS Drop 1 – Limited Edition estará disponível em https://will.i.am. e uma parte dos rendimentos irá para apoiar a i.am/Angel Foundation.

A elaborada conversão e construção deste carro extraordinário foi capturada em uma extensa série de documentários de seis partes, “DRIVE”, que terá uma prévia durante o evento de revelação e estreará em Cannes durante o festival de cinema de 2022.

Tagged sob

O Ministério das Comunicações (MCom) participou do Painel Telebrasil 2022, na terça (3) em Brasília (DF), que discutiu o impacto da conectividade no setor financeiro do Brasil. A secretária de Telecomunicações, Nathalia Lobo, destacou estudo da Nokia indicando que a chegada do 5G no país será responsável pela geração de um valor econômico total de R$ 1,2 trilhão até 2035, dos quais, R$ 88 bilhões correspondem ao montante gerado no varejo.

Além do impacto no comércio varejista, a secretária do MCom lembrou que diversos setores serão afetados pela chegada da tecnologia, "principalmente a indústria e o agronegócio". Ela exemplificou essa transformação com a cobertura de 35 mil km de rodovias federais com internet de alta velocidade, compromisso assumido pelas operadoras vencedoras do leilão do 5G realizado em novembro do ano passado.

Para Nathalia, a logística de cargas contará com veículos autônomos, monitoramento online, documentos digitalizados e a Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) para garantir mais segurança aos funcionários e produtos. "Não é só mais um 'G'. Vamos sair de uma banda larga para uma internet massiva, com vários dispositivos integrados e otimização de estoques, tudo para conseguir chegar ao consumidor final de uma forma mais inteligente", afirmou.

Lobo lembrou que a tecnologia 5G chega a todas as capitais brasileiras ainda este ano e a todas as demais cidades até o final da década. "A intenção é promover inclusão digital para os brasileiros que ainda não possuíam acesso à conectividade, gerando uma nova demanda para o comércio eletrônico", afirmou a secretária.

Ao lado de Lobo, compartilharam o espaço no painel a secretária Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Marques; o diretor da Câmara Brasileira da Economia Digital; o diretor de Vendas, Indústria e Comércio da Oi Soluções, Luís Ramos; e o vice-presidente de TI e Transformação da Rede Paguemenos.

 

Tagged sob

Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) identificaram substância capaz de barrar o avanço da doença de Parkinson. A AG-490, constituída à base da molécula tirfostina, foi testada em camundongos e impediu 60% da morte celular. Ela inibiu um dos canais de entrada de cálcio nas células do cérebro, um dos mecanismos pelos quais a doença causa a morte de neurônios. Não há cura para o Parkinson, apenas controle dos sintomas. 

“Estamos sugerindo que é esse composto que pode um dia, depois de muita pesquisa, que inclusive estamos continuando, ser usado na medicina humana”, explica o professor Luiz Roberto Britto, que coordena o projeto em conjunto com pesquisadores do Instituto de Química da USP e da Universidade de Toronto, no Canadá. Os resultados foram publicados na revista Molecular Neurobiology

A doença de Parkinson é caracterizada pela morte precoce ou degeneração das células da região responsável pela produção de dopamina, um neurotransmissor. A ausência ou diminuição da dopamina afeta o sistema motor, causando tremores, lentidão de movimentos, rigidez muscular, desequilíbrio, além de alterações na fala e na escrita. A doença pode provocar também alterações gastrointestinais, respiratórias e psiquiátricas.

“A doença é progressiva, os neurônios continuam morrendo, esse é o grande problema. Morrem no começo 10%, depois 20%, mais um pouco, aliás o diagnóstico só é feito praticamente quando morrem mais de 60% naquela região específica do cérebro”, explica Britto. A identificação dessa substância pode estabilizar a doença em certo nível. “Não seria ainda a cura, mas seria, pelo menos, impedir que ela avance ao longo dos anos e fique cada vez mais complicado. O indivíduo acaba morrendo depois por complicações desses quadros.”

Substância

Britto explica que a AG-490 é uma substância sintética já conhecida da bioquímica. A inspiração para o trabalho veio de um modelo aplicado no Canadá, que mostrou que a substância teve efeito protetor em AVC, também em estudos com animais. Ele acrescenta que não são conhecidos ao certo os mecanismos que causam a doença, mas há alguns que favorecem a morte de neurônios. “Acúmulo de radicais livres, inflamação no sistema nervoso, erros em algumas proteínas e excesso de entrada de cálcio nas células”, cita. 

O estudo, portanto, começou a investigar esse canal de entrada de cálcio que se chama TRPM2. Pode-se concluir, com a pesquisa, que quando o canal é bloqueado, a degeneração de neurônios, especificamente nas regiões onde eles são mortos pela doença, diminuiu bastante. “A ideia é que, talvez, se bloquearmos esses canais com a substância, ou outras que apareçam, poderemos conseguir, pelo menos, evitar a progressão da doença depois que ela se instala”, diz o pesquisador.

As análises seguem e agora um dos primeiros passos é saber como a substância se comporta com uma aplicação posterior à toxina que induz à doença. Britto explica que no modelo utilizado, a toxina e o composto foram aplicados quase simultaneamente. Os pesquisadores querem saber ainda se o composto administrado dias depois da toxina levará à proteção dos neurônios. 

“Outra coisa que a gente precisa fazer, e já conseguiu os animais para isso, é usar um modelo de camundongo geneticamente modificado, que não tem esse canal TRTM2. Esperamos que os animais que não têm, geneticamente, esses canais para cálcio, sejam teoricamente mais resistentes a esse modelo de doença de Parkinson”, acrescenta. 

Também será necessário avaliar possíveis efeitos colaterais. “Esses canais de cálcio estão em muitos lugares do sistema nervoso e fora do sistema nervoso também. Bloqueando os canais, pode ser que se tenha alguma repercussão em outros lugares. Precisamos avaliar isso”. As análises seguem com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Tagged sob
O Parque Natural Municipal do Pedroso ganhou no sábado (7), novos equipamentos de lazer para proporcionar que crianças com deficiência possam brincar e se divertir no local. A Prefeitura de Santo André, por meio do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e da Secretaria da Pessoa com Deficiência, instalou um gira-gira e balanço frontal duplo para cadeirantes, além de ter feito adaptações nos sanitários.
 
O Pedroso é o primeiro parque na região de macrozona de proteção ambiental a ter brinquedos com acessibilidade. 
 
Para levar mais segurança às crianças e garantir a drenagem adequada da água da chuva, evitando, assim, possíveis acidentes, o Semasa instalou piso emborrachado permeável na área do playground. “Santo André está se consolidando cada vez mais como uma cidade referência em políticas públicas de inclusão social e ambientais. Realizar mais essa intervenção no Parque do Pedroso é fundamental para que mais pessoas possam desfrutar da maior unidade de conservação do município”, afirma o superintendente do Semasa, Gilvan Junior.
 
 
Melhorias no Parque do Pedroso – O Semasa já realizou diversas melhorias no Parque do Pedroso. Dentre elas, estão a reforma dos sanitários, da sede administrativa e dos vestiários dos funcionários; pintura da marquise que fica próxima à primeira torre do antigo teleférico, da portaria principal e do mirante; instalação de cesto para a quadra de basquete; revitalização e troca de bebedouro antivandalismo; substituição dos equipamentos da academia ao ar livre;  e implantação de 23 câmeras de monitoramento e de Wi-fi.
 
Além disso, o parque ganhou murais em grafite com desenhos da flora e da fauna da Mata Atlântica. As melhorias foram realizadas com verba proveniente de compensação ambiental, cujo investimentos somam mais de R$ 784 mil.
 
O Parque do Pedroso está localizado na Estrada do Pedroso, 3.000, no Parque Miami. O horário de funcionamento é de domingo a domingo, das 7h às 19h.
Tagged sob

Para comemorar o Dia Nacional do Turismo, celebrado 8 de maio, a Fundação Florestal (FF) separou algumas dicas que incluem caverna, montanhas e praia. Os Parques Estaduais Caverna do Diabo e Intervales são ótimos para quem procura sossego e aventura. O Monumento Natural Estadual (MONA) Pedra do Baú é para aqueles que procuram ecoturismo e lindos cenários. Já os amantes de ilhas, podem ir para os Parques Estaduais Ilha Anchieta e Ilha do Cardoso.

A FF alerta aos turistas que existem normas para visitação desses espaços protegidos e o respeito a elas é fundamental para garantir, tanto a preservação dos locais, quanto o sucesso do passeio. Não é permitida a entrada de animais domésticos; é proibido fazer fogueiras, churrasco, queima de fogos ou qualquer ato que possa provocar incêndio no interior da Unidade de Conservação. A instituição orienta também para que os visitantes não retirem espécies vegetais, animais ou qualquer outro item da natureza. Apenas os resíduos gerados devem ser coletados e levados de volta para descarte adequado.

Nas Unidades de Conservação que cobram entrada, o ingresso custa R$ 19,00 para brasileiros, R$ 28,00 para viajantes do Mercosul e R$ 37,00 para estrangeiros, com meia-entrada para estudantes brasileiros e estrangeiros, profissionais de educação das escolas da rede pública estadual e municipal.  Para alguns atrativos, é necessária a contratação de monitoria à parte.
 
Para saber mais sobre outras Unidades de Conservação, acesse o site Guia de Áreas Protegidas. Já para fazer a reserva ou adquirir o ingresso, acesse https://www.ingressosparquespaulistas.com.br/home.

 
Prontos para viajar? Escolha seu destino e boa aventura:

Parque Estadual Caverna do Diabo

Criado em 2008, o parque integra o Mosaico de Unidades de Conservação do Jacupiranga, composto por outras 13 unidades com o objetivo de proteger a Mata Atlântica. São mais de 40 mil hectares distribuídos entre os municípios de Eldorado, Barra do Turvo, Cajati e Iporanga. O parque tem como principal atrativo a Caverna do Diabo. A Unidade conta com trilhas, cachoeiras e fauna e flora variadas, com animais como jacutingas, onças e macacos, além de árvores nativas como araçás, guapuruvus e palmitos-juçaras.

Serviço
Município: Eldorado
Estrada da Caverna (SP-165), km 111 + 5 km – Rodovia Benedito Paschoal de França – Bairro André Lopes
Fone: (13) 3871-1242 / (13) 3871-3318
Monitoria: Obrigatória no local
Ingresso e mais informações: https://cavernadodiabo.ingressosparquespaulistas.com.br/
 
Parque Estadual Intervales

Em uma área repleta de cavernas e com a presença de uma rica biodiversidade, o Parque Estadual Intervales compõe a região central do Mosaico de Unidades de Conservação da Serra de Paranapiacaba, que conserva a maior área remanescente de Mata Atlântica do Brasil, com mais de 120 mil hectares de áreas protegidas.

A rica diversidade de espécies faunísticas encontrada no Parque pode ser explicada pelos diferentes estágios de desenvolvimento da vegetação. Há uma grande diversidade de espécies de anfíbios, aves, répteis, insetos e peixes. Mamíferos ameaçados de extinção, como a jaguatirica, a onça-pintada e o macaco mono-carvoeiro, o maior primata das Américas, ainda são encontrados nas trilhas do parque.

Serviço
Município: Ribeirão Grande
Estrada Municipal, km 25 –  Bairro Intervales, Ribeirão Grande/SP.
Fones: (15) 3542 1511 / (15) 3542 1245
Ingresso e mais informações: https://intervales.ingressosparquespaulistas.com.br/home
 
Monumento Natural Estadual (MONA) Pedra do Baú

Formado por um fantástico Complexo Rochoso, situado no meio da exuberante Mata Atlântica, da qual restam aproximadamente 8% da sua porção original, MONA Pedra do Baú está encravado na Serra da Mantiqueira e é considerado um dos principais pontos de escalada técnica do estado de São Paulo. Do alto da pedra, é possível ter uma bela vista da Serra da Mantiqueira, na região da divisa dos estados de São Paulo e Minas Gerais. Além disso, a pedra, em si, é tão evidente na paisagem que chega a ser visível de diversas localidades do Vale do Paraíba, já usada como instrumento de navegação geográfica.
 
Serviço
Município: São Bento do Sapucaí
Estrada Municipal do Bauzinho, km 6 – Bairro Paiol Grande
Fone: (12) 3663-1977

Reserva e mais informações: https://monapedradobau.ingressosparquespaulistas.com.br/home


PE Ilha Anchieta

O Parque Estadual Ilha Anchieta (PEIA) protege a segunda maior ilha do Litoral Norte do estado de São Paulo. São 17 quilômetros de costões rochosos e sete praias de águas cristalinas que contrastam com o verde da Mata Atlântica. Os visitantes podem usufruir de caminhadas ecológicas, mergulhar em águas claras, explorar um rico patrimônio histórico cultural ou apenas contemplar a paisagem exuberante. Os principais ecossistemas do parque são o marinho, a floresta ombrófila densa, a restinga e a vegetação de costões rochosos, típicos do bioma Mata Atlântica. Há diversas espécies de aves, répteis e anfíbios, como sabiás, juritis, macacos, tartarugas, garoupas, lagartos e quatis. Há também animais marinhos, como as estrelas-do-mar, algas e peixes.

Serviço
Município: Ubatuba
Endereço: Av. Plínio de França, 85 – Saco da Ribeira
Telefone: (12) 3832 1397
Ingresso e mais informações: https://ilhaanchieta.ingressosparquespaulistas.com.br/home

PE Ilha do Cardoso

O Parque Estadual da Ilha do Cardoso (PEIC) está localizado no município de Cananeia, extremo sul do Estado. Abriga diversos ambientes: costões rochosos, praias, braços de mar, estuários, barras, lagunas, restingas, manguezais, rios, planície litorânea, ilhas e montanhas cobertas por florestas.

O PE da Ilha do Cardoso possui 49 embarcações credenciadas, responsáveis pela travessia da Ilha de Cananéia até o parque, principalmente até a Praia do Itacuruçá/Pereirinha, no Núcleo Perequê, local de maior fluxo de visitação da Unidade. A Praia do Itacuruçá/Pereirinha tem limite de visitação pública de mil pessoas por dia. Os interessados em conhecer a Unidade de Conservação devem procurar a Associação de Monitores Ambientais de Cananeia (Amoamca). Importante levar calçado fechado, protetor solar e repelente.

Serviço
Município: Cananéia
Endereço: Av. Professor Wladimir Besnard, s/n – Bairro Morro São João
Quando: de segunda a domingo, das 8h às 17h
Ingresso: https://ilhacardoso.ingressosparquespaulistas.com.br/home
 

Tagged sob

Em uma ação em prol das crianças em situação de vulnerabilidade, a Prefeitura de Santo André realizou, no sábado (7), a segunda edição na cidade da Hamburgada do Bem, atividade que conta com voluntários, e que atendeu cerca de mil crianças da Vila Palmares e Vila Sacadura Cabral. As atividades aconteceram na Emeief Professor José do Prado Silveira.

Os pequenos tiveram um dia recheado de diversão, com brincadeiras, oficinas, brinquedos infláveis, distribuição de doces, além do hambúrguer, batata frita e refrigerante. A ação contou com a participação de 430 voluntários.

"Apoiamos e muito este tipo de ação na cidade. Santo André é comprovadamente solidária, e dar alegria às crianças não tem preço. Esperamos que esta parceria continue e que novas edições aconteçam para nossa gente", enfatiza o prefeito Paulo Serra.

O evento possui colaboração geral de voluntários que atuam nos grupos de apoio, recreação, fotografia ou cozinha. Também fazem parte dentistas que participam do grupo Sorriso de Amor, com a atividade de avaliação bucal, limpeza e ensinamentos sobre como escovar melhor os dentes.

“A segunda Hamburgada do Bem já é o resultado da primeira, que foi realizada em março, e foi uma grande alegria para nós. O maior diferencial desta ação na cidade, além da parceria da Prefeitura com a ONG, é a divulgação do voluntariado, trazendo empatia e mostrando a realidade que muitas pessoas não conhecem, e o quão fácil é trazer um sorriso para alguém através da acolhida e do olhar”, diz o secretário de Cidadania e Assistência Social, Marcelo Delsir.

O programa é totalmente gratuito e voltado para as crianças em situação de vulnerabilidade, previamente contatadas pela escola municipal onde a ação será realizada e autorizada pelos pais. A primeira ação em Santo André aconteceu no dia 5 de março e atendeu mais de 500 crianças no bairro Cidade São Jorge.

"Sempre muito bom estar em Santo André, uma cidade que acolheu o Hamburgada com dedicação e carinho. Já estamos pensando em novas edições, atendendo as crianças de outros bairros. Estamos felizes pela cidade nos dar este espaço", afirma o coordenador regional da Hamburgada do Bem, Thalisson Santos Leite.

A Hamburgada do Bem surgiu em 2015, na cidade de Guarulhos, e percorre diversas cidades e países levando, além da alimentação, muito amor, diversão e informação para crianças em comunidades carentes.

Tagged sob

Nos dias 13, 14 e 15 de maio de 2022, acontece o 1º Encontro de Artes Circenses de Mauá que promoverá eventos presenciais gratuitos no Espaço Cultural Circo Lunar, que fica na Rua Otávio Polidoro, 11 A - Vila Assis Brasil, Mauá - SP, e em espaços culturais públicos do município. 

Realizado pelo Coletivo Cirkospício e pelo Espaço Cultural Circo Lunar, através do Programa de Ação Cultural ProAC Expresso Lei Aldir Blanc Nº 46/2021, o encontro terá roda de conversa, oficinas de diversas modalidades circenses para as pessoas que fizeram suas inscrições em abril, apresentação de espetáculo e um grande cabaré de finalização. 

No dia 13 de maio (sexta-feira), às 10h, no Espaço Cultural Circo Lunar, haverá uma roda de conversa com articuladores locais sobre a situação da produção artística cultural da região. De 15h às 17h, acontece uma Oficina de Perna de Pau com a Trupe Baião de 2, grupo formado por Rachel Monteiro e Guilherme Awazu. De 19h30 às 21h30, acontece a Oficina de Parada de Mãos, com Helder Vilela, que foi integrante do Cirque du Soleil, e atualmente é integrante do Duo Simetria.

Em 14 de maio (sábado), de 10h às 13h, no Espaço Cultural Circo Lunar, acontece a Oficina de Mão a mão, com o duo circense Mano a Mana, que é formado por Dyego Yamaguishi e Marília Mattos. De 16h às 18h, no Ginásio Poliesportivo Celso Daniel (Paço Municipal de Mauá), acontece a Oficina de Trampolim, com Rafaela Oliveira. De 19h30 às 21h30, acontece a Oficina de aéreos, com Thiago Calafate, da Escola de Circo Viramundo - SP e Circo da Barra Noturno - UNESP. 

No dia 15 de maio (domingo), às 11h, no Paço Municipal de Mauá, acontece a apresentação do espetáculo "Acrobatas Saltitantes", um solo da artista Karen Nashiro, a palhaça Katita, do Coletivo Cirkospício. Em sua encenação, a obra traz a linguagem da palhaçaria, técnicas acrobáticas circenses (parada de mãos e equilíbrio), ilusionismo, pirofagia e até um duo acrobático entre Katita e a pulga Juarez.

Resgatando o tradicional circo de pulgas, o espetáculo reflete sobre a exploração do trabalho, baseando-se  na experiência vivida pela palhaça Katita que, ao encontrar a pulga Juarez, que também se sentia explorada pelo seu treinador, acaba se identificando. Juntas, elas se empoderam e decidem fugir para serem protagonistas de suas vidas e de suas decisões. 

Com cenário, adereços e figurinos inspirados na cultura popular nordestina, a montagem tem trilha sonora original, criada especialmente para o espetáculo e é executada ao vivo com uma sanfona, proporcionando um momento de aproximação com esse instrumento.

E ainda no domingo, às 17h, no Teatro Municipal de Mauá, acontece um grande Cabaré de Encerramento do 1º Encontro de Artes Circenses de Mauá, reunindo artistas que integraram a programação do evento durante seus três dias de realização. 

 

Além de convidar a população das cidades de Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra para um momento de aproximação com o circo através de uma grande e divertida experiência, o 1º Encontro de Artes Circenses de Mauá busca fomentar a formação circense profissional na região, além de promover um grande diálogo criativo entre artistas dessas cidades. 

 

O evento será realizado pelo Coletivo Cirkospício, em parceria com o Espaço Cultural Circo Lunar, através do Programa de Ação Cultural ProAC Expresso Lei Aldir Blanc Nº 46/2021, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Governo do Estado de São Paulo, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

 

Tagged sob

A Operação Pé D’Água, lançada no fim do ano passado pelo governo do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, a fim de reduzir os riscos causados pelas chuvas de verão, registrou 260 ações de prevenção de acidentes. A quantidade diz respeito ao período em que vigoraram as iniciativas, de 1º de dezembro de 2021 a 15 de abril deste ano.

Balanço das ações realizadas pela Defesa Civil de São Bernardo indica que, do total de atendimentos, estão vistorias feitas pelo órgão que resultaram na redução de acidentes, como os decorrentes de quedas de árvores (141 ocorrências); identificação de riscos de alagamentos (duas); desabamentos/deslizamentos e escorregamentos (100); inundações (quatro); riscos de impactos em obras (três), dentre outras ações.

De dezembro de 2021 ao mês passado, a Defesa Civil também atendeu a 135 ocorrências relacionadas às consequências das chuvas, sendo a maioria incidentes provocados por quedas de árvores. A Operação Pé D’Água 2021/2022 envolveu força-tarefa de diversas secretarias para atender às demandas, sobretudo sociais, para preservar vidas e atender às necessidades da população que reside em áreas de risco. Nesse contexto, também foram concedidos durante os quatro meses de operação mais de 100 benefícios e assistências humanitárias, como cartões alimentação, de transporte, e distribuição de toalhas, colchões e cobertores.

TRANSFORMAÇÃO - Para o prefeito Orlando Morando, a operação se mostrou eficaz como política de governo para prevenir e reduzir os danos causados pelas chuvas de verão. “Desde o primeiro dia de gestão uma das nossas prioridades foi a de acabar com as enchentes que castigavam a cidade e cuidar das pessoas mais vulneráveis aos desastres causados pelas chuvas. Já investimos mais de R$ 500 milhões em obras de drenagem. É o maior plano de transformação que São Bernardo já assistiu”, frisou o chefe do Executivo, ao mencionar a construção do Piscinão do Paço, principal equipamento antienchente, que foi entregue pela atual administração em agosto de 2019. O reservatório tem capacidade para armazenar 220 milhões de litros de água.

DEMAIS AÇÕES – Além da Operação Pé D’Água, o município mantém ações permanentes de redução de riscos às enchentes, como limpeza de piscinões e de estações elevatórias, como a do Rio Claro (Avenida Lauro Gomes), onde foi retirado 128 toneladas de resíduos. Também foram feitas, por meio da Secretaria de Serviços Urbanos, a limpeza de 1.240 bocas de lobo e a retirada de 600 toneladas de resíduos em córregos.

Os investimentos em drenagem e saneamento básico estão no escopo dessas iniciativas. Nos últimos meses, o prefeito Orlando Morando vistoriou as obras de canalização dos córregos dos Lima, na região central da cidade, e Saracantan, na região do Parque São Bernardo. Juntas, as duas intervenções somam cerca de R$ 14,5 milhões em investimentos e estão em fase final.

 

Tagged sob

Vans, marca original dos esportes de ação e líder global no skate há mais de 50 anos, apresenta um tênis de skate totalmente novo desenvolvido com a skatista profissional do time Vans, Lizzie Armanto.

Como pioneira no skate, Lizzie é uma inspiração. O The Lizzie é o primeiro tênis de skate da Vans projetado por uma mulher em 20 anos.

“Gostei muito do processo de criação do tênis desde o início”, afirma Lizzie. “Eu estive comprometida em fazer um tênis que fosse simples, funcional, ficasse bem nos pés e tivesse um pouco de alma, e me sinto orgulhosa do que conseguimos construir.”

Para tangibilizar sua perspectiva criativa, Lizzie trabalhou em colaboração com as equipes de inovação e desenvolvimento de produtos da Vans em uma forma de ajuste moldada a partir de escaneamentos 3D de seus pés. Lizzie queria um uma silhueta que a representasse completamente - de um ajuste sob medida para o formato do pé até uma sola mais fina para grip e flexibilidade superiores. As tecnologias de amortecimento de impacto convencionais deixavam Lizzie sem o desejado boardfeel, então a Vans ouviu a skatista para criar uma nova palmilha com perfil mais baixo.

O The Lizzie conta com uma nova construção vulcanizada, bordas da sola levemente arredondadas para boardfeel imediato. O encaixe universal carrega a quantidade perfeita de amortecimento EcoCush™, aumentando a sensibilidade do skate e proteção de impacto para todos os tipos de skatistas. Uma nova biqueira e a icônica Sidestripe compostas por DURACAP™ nas áreas de maior desgaste contribuem para durabilidade máxima, enquanto a nova sola micro-waffle em combinação com a borracha natural e de bio produtos, Sick-Stick™, oferecem o grip que você já espera dos tênis da Vans.

Como Lizzie também é apaixonada por preservar o nosso planeta, seu tênis faz parte da iniciativa Vans VR3 Checkerboard Globe, que segue diretrizes rígidas de matérias-primas para os principais componentes dos tênis e que foi projetado para uma pegada de carbono reduzida em comparação com os modelos de lona da Vans. Sob a designação VR3, The Lizzie será feito com algodão orgânico, borracha natural e espuma de base biológica. Para sua estreia, a inédita silhueta também utilizou camurça proveniente dos curtumes do Leather Working Group (LWG), classificados como ouro ou prata pela responsabilidade ambiental.

“Me sinto muito ligada à natureza e estou feliz que meu tênis possa me aproximar ainda mais dela. Eu sabia desde o início que queria incluir materiais e práticas sustentáveis o máximo possível em todo o processo. Significa muito para mim que a equipe de design da Vans tenha se esforçado para fazer isso acontecer”, ressalta Lizzie.

O The Lizzie é finalizado por detalhes minuciosos, incluindo as iniciais da assinatura da skatista na etiqueta da língua, assim como seu nome e sobrenome na parte inferior das abas do calcanhar, visíveis apenas quando viradas para cima. Ilustrações cítricas brilhantes e botânicas desenhadas à mão no forro interno reforçam o amor de Lizzie pelas plantas.

Além do The Lizzie, a coleção Vans x Lizzie Armanto apresenta uma variedade de peças, da cabeça aos pés. São roupas e acessórios projetados em colaboração com a skatista que incluem itens inspirados em roupas de trabalho, como o colete e a calça Armanto Skate Chino, na colorway “Burro”. A regata em preto, mini camiseta de manga curta, bucket hat, meia e pochete também são customizadas pelas principais inspirações da coleção, os gráficos cítricos e botânicos.

Lizzie Armanto incpora o verdadeiro espírito da expressão criativa em todas as suas formas. Com uma notável carreira que inclui muitas estreias - como a primeira mulher a estampar a capa da revista TransWorld SKATEboarding, uma das primeiras a conquistar a desejada capa da Thrasher, a primeira a completar o Loop do Tony Hawk e parte da talentosa equipe que participou da estreia olímpica do skate em Tóquio em 2021 - Lizzie é pioneira e exemplo. Continuando a abrir novos caminhos, Vans e Lizzie têm orgulho de apresentar algo completamente diferente para todos os tipos de skatistas.

The Lizzie e a coleção Vans x Lizzie Armanto estão disponíveis a partir de hoje, dia 04 de Maio em skate shops autorizadas, nas Vans Stores e em vans.com.br/lizzie.

Informações sobre as iniciativas de sustentabilidade da Vans, visite vans.com.br/sustentabilidade.

Tagged sob

Main Menu

Main Menu