21 Jan 2022


ABC recebe 13,3 mil doses e inicia imunização nas crianças

Publicado em Saúde
Avalie este item
(0 votos)

Santo André e São Bernardo foram as primeiras cidades do ABC a aplicar as vacinas infantis da Pfizer contra a Covid-19, na sexta (14), pouco tempo depois de o governador João Doria (PSDB) iniciar a imunização no Hospital das Clínicas, em São Paulo. Em São Caetano, a imunização será iniciada, na segunda (17). Confira mais informações sobre a vacinação infantil, em cada município.

Santo André

A Prefeitura de Santo André iniciou, na sexta (14), a vacinação infantil contra Covid-19. A imunização é voltada a crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiência, indígenas e quilombolas.

É necessário realizar pré-cadastro no site https://vacinaja.sp.gov.br/ e depois fazer agendamento no site psa.santoandre.br/vacinacovid, que indicará data, local e horário da vacinação.

"Mais um importante passo na imunização da nossa gente. Com a chegada do imunizante infantil, Santo André já iniciou a aplicação nas crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiência, além de indígenas e quilombolas. A vacina salva vidas e tem nos ajudado a resistir à pandemia", destacou o prefeito Paulo Serra.

A primeira criança a ser vacinada foi a índia Ana Sofhia Freire Silva, de sete anos de idade, moradora da Vila Guiomar. Ela foi imunizada no Reabilita (Centro Especializado de Reabilitação Física, Intelectual, Auditiva e Visual), localizado no bairro Campestre.       

Assim como para os adultos, o agendamento da vacinação é vinculado ao número do CPF, que é um documento obrigatório. Além disso, o certificado internacional da vacina está vinculado ao documento.

Para as crianças com comorbidades ou deficiência permanente, no momento da vacinação é preciso apresentar laudo médico (prescrição médica, relatório médico, receitas ou exames) que comprove a condição clínica da criança, de acordo com a lista de comorbidades indicadas como prioridade.

A vacina destinada para as crianças é da marca Pfizer-BioNTech e possui o frasco na cor laranja, para diferenciar a dose destinada aos adultos. A dose também é menor, de 0,2 ml será aplicada em seringas de 1 ml, também específicas para a vacinação infantil, conforme orientação do Ministério da Saúde.

A lista de todas as comorbidades incluídas nesta fase da campanha de vacinação contra a Covid-19 está disponível no site da Prefeitura de Santo André, no link http://tiny.cc/clcxtz.

São Bernardo

São Bernardo iniciou a imunização de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19. A primeira criança a receber a dose foi a pequena Rafaela Kimeri Franchini, de 11 anos, diagnosticada com síndrome de Down, na UBS Baeta Neves. O início das aplicações no público foi possível após a chegada do primeiro lote de 4.408 vacinas pediátricas produzidas pela Pfizer ao município, na sexta (14).

Para as demais crianças de 5 a 11 anos, a aplicação terá início na próxima segunda (17), nas 33 Unidades Básicas de Saúde, das 8h às 11h. Para isso, é necessário realizar o agendamento prévio, já disponível no site da Prefeitura www.saobernardo.sp.gov.br/web/coronavirus ou por meio do app São Bernardo na Palma da Mão. Nesta primeira etapa, as vacinas serão aplicadas de forma prioritária em crianças com comorbidades, mediante a apresentação de documentação comprobatória.

Segundo o prefeito Orlando Morando, São Bernardo mais uma vez dá exemplo de agilidade na aplicação das doses contra a Covid-19. “Recebemos as vacinas hoje e já iniciamos a imunização, porque contra a Covid-19 não há tempo a perder. O público infantil e seus pais aguardavam há muito tempo por esse momento histórico não só para nossa cidade, mas para o Brasil”, destacou o chefe do Executivo.

Secretário de Saúde de São Bernardo, Geraldo Reple Sobrinho acompanhou o ato ao lado da primeira-dama e deputada estadual, Carla Morando, e explicou como será o processo de imunização do público infantil. “O público-alvo desta faixa etária é composto por 74.500 crianças. Cerca de 10% delas apresentam comorbidades. A medida em que o município for recebendo os lotes, novos grupos serão contemplados, como foi feito durante todo o processo de imunização”, explicou Dr. Geraldo.

DOCUMENTOS – Os pais de crianças com comorbidades devem apresentar comprovante da condição dos filhos, por meio de receitas de medicamentos, relatório médico ou exames. Além disso, para realização do agendamento, a criança precisa deve possuir CPF. Para agilizar o atendimento, a Prefeitura recomenda que seja realizado o pré-cadastro no site do Vacina Já (www.vacinaja.sp.gov.br), do Governo do Estado.

 

São Caetano

A Prefeitura de São Caetano começará a vacinar crianças contra a covid-19, na segunda (17).  O primeiro grupo a ser vacinado será o de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades.  O agendamento será neste sábado (15), exclusivamente pelo site https://portais.saocaetanodosul.sp.gov.br/sesaud-agendamentos, - a abertura será informada nas redes sociais da Prefeitura tão logo o sistema estiver disponível.

Nesta sexta (14), o município recebeu o primeiro lote do imunizante do laboratório Pfizer: foram entregues 610 doses, que devem atender 27% das crianças de 5 a 11 anos com comorbidades. A entrega foi acompanhada pelo secretário de Saúde, Marco Cezario Junior e pela coordenadora de Imunização, Sabrina Bonesso.

Para se preparar para a campanha, a Secretaria de Saúde realizou a capacitação de cerca de 75 profissionais que atuarão diretamente na vacinação pediátrica. “Capacitamos os profissionais de Saúde e estamos com a estrutura pronta para iniciar a vacinação das nossas crianças. Sempre com organização, eficiência e segurança, marcas do nosso sistema de imunização”, informa o prefeito José Auricchio Júnior.

Segundo a coordenadora de Imunização, o objetivo da capacitação foi esclarecer como será o fluxo de trabalho das equipes, preparando-as para o agendamento, acolhimento e recepção das crianças; para a administração correta do imunizante; e para o registro das informações no sistema oficial do Estado, o Vacivida.

PRÉ-CADASTRO- As famílias também podem se preparar para a campanha de vacinação, ajudando a agilizar o trabalho das equipes de Saúde. Basta fazer o pré-cadastro no site VacinaJá, do Governo do Estado de São Paulo (https://www.vacinaja.sp.gov.br/).

Vale lembrar que o site VacinaJá exige a utilização do CPF da criança. Não é aceito o CPF de pais ou responsáveis, pois os dados serão utilizados pelo sistema VaciVida para a emissão do passaporte vacinal da criança.

Quem ainda não tiver o CPF da criança pode solicitá-lo em agências do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal ou Correios, mediante o pagamento de uma taxa de R$ 7. É preciso apresentar certidão de nascimento ou RG da criança, além do RG do responsável. O número do CPF é gerado na hora.

Última modificação em Sábado, 15 Janeiro 2022 09:31
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Main Menu

Main Menu