23 May 2024
Folha Do ABC

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

A concessionária do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, a Fraport Brasil–Porto Alegre, negou que as operações do terminal voltarão em setembro deste ano, conforme divulgado por veículos de imprensa. As instalações do aeroporto e a pista de pouso foram inundadas desde o início deste mês, após as fortes chuvas que atingem o estado desde o fim de abril. O aeroporto continua alagado.

Em nota divulgada na quarta (14), a empresa que tem a concessão para operar o terminal da capital gaúcha informou ainda que as operações seguem suspensas por tempo indeterminado e não deu previsão de quando voltarão. “No momento, não temos uma estimativa dos danos causados pela enchente. Após as águas baixarem, teremos condições de avaliar em detalhes os impactos na infraestrutura aeroportuária.”

O informe destaca que segue válido até 30 de maio o documento com informação de restrições aeronáuticas chamado de NOTAM (sigla em inglês para Notice to Airman), ou Aviso para Aeronavegantes, emitido em 6 de maio.

A Fraport Brasil, em conjunto com o Ministério de Portos e Aeroportos (MPor), tem estudado a oferta de voos comerciais para o transporte de passageiros a partir de Base Aérea de Canoas, administrada pela Força Aérea Brasileira (FAB). A unidade militar fica a cerca de 30 km do Aeroporto Internacional de Porto Alegre. (A.Br)

Tagged sob

O governador Tarcísio de Freitas concluiu, na quinta (16), em Nova York (EUA), a segunda missão internacional do ano para apresentar oportunidades de investimentos no Estado a investidores estrangeiros.

Em seu último compromisso antes de voltar ao Brasil, Tarcísio participou da conferência promovida pelo grupo Itaú BBA Latin América. Na ocasião, explicou as medidas administrativas que o Estado tem adotado para garantir a eficiência da gestão e priorizar a atração de recursos.

“Um estado que tem R$ 330 bi de orçamento precisa ter fôlego para investimentos. Por isso, estamos fazendo um grande exercício para reduzir despesas e custeio, renegociar dívidas e rever benefícios tributários que não se traduzem mais em Capex (investimentos em bens de capital) ou empregos para o Estado. Com isso, estamos construindo um Estado com maior capacidade de investimento”, afirmou.

Ao detalhar as iniciativas e oportunidades de investimento, Tarcísio reforçou o compromisso da administração com a revitalização da região central da capital. Segundo o governador, ao destinar R$ 4 bilhões para o projeto da construção do Centro Administrativo Campos Elíseos, a gestão dá um sinal claro ao mercado sobre o potencial da região para a atração de recursos.

“Vamos revitalizar o centro de SP, que tem potencial para ser pulsante. Nós temos de devolver o centro para as pessoas e é isso que vamos fazer”, disse. Tarcísio reforçou que o projeto não é o único para a região, que contará ainda com a construção de mais de seis mil unidades habitacionais no âmbito da PPP do centro. “Se eu vou levar as pessoas para trabalhar lá, tenho de garantir condições para elas morarem lá também. E isso faz sentido porque é uma região que já conta com serviços como transporte, saneamento e segurança”, completou.

Ao longo dos dias que permaneceu nos Estados Unidos, o governador participou de uma série de eventos com investidores e executivos de diferentes de grupos, que demostraram grande interesse no projeto de desestatização da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – Sabesp. A próxima etapa do processo será a reunião do Conselho Deliberativo da Unidade de Regional de Serviços de Abastecimento de Água Potável e Esgotamento Sanitário Sudeste (URAE-1), na próxima semana. A expectativa da gestão é que a oferta pública de ações da companhia seja aberta ainda neste trimestre.

Além do projeto da Sabesp, o Programa de Parcerias de Investimentos do Estado (PPI-SP) conta ainda com diversas outras propostas inovadoras e estruturantes. Ao todo, são 18 projetos já qualificados e distribuídas em quatro eixos estruturais – água e energia, mobilidade, rodovias e social. A expectativa da gestão é realizar 44 leilões até o final de 2026, mobilizando grupos globais interessados em investir nos ativos estaduais.

Tagged sob

O projeto de Lei nº 973/2023, de autoria da deputada estadual Carla Morando (PSDB), que autoriza o Poder Executivo a instituir a Política de Incentivo à Produção e Uso da Energia Solar no âmbito do Estado de São Paulo, foi aprovado na Comissão de Infraestrutura, na quarta (15), na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). O relatório favorável foi apresentado e aprovado por unanimidade pelos deputados.

“Nosso objetivo é garantir a economia com custos de consumo de energia elétrica, a autonomia ou a redução da dependência da rede de distribuição de energia convencional, o fomento de práticas de responsabilidade social e de sustentabilidade e a proteção do meio ambiente”, citou a parlamentar que também é coordenadora da Frente Parlamentar do Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo.

A deputada tem, ainda, o objetivo de conscientizar as novas gerações a respeito da importância da preservação dos recursos naturais, principalmente dos recursos hídricos.

A propositura, que já foi também aprovada na CCJR - Comissão de Constituição, Justiça e Redação, segue em tramitação na Alesp e será apreciada na Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento.

A energia solar não polui, é renovável, limpa e silenciosa, pode ser usada em áreas isoladas da rede elétrica, tem necessidade mínima de manutenção e é fácil de instalar. Além disso, são vantagens da energia solar: o baixo impacto ambiental, o baixo custo em relação ao tempo de vida útil (mais de 25 anos) e o fato de poder ser utilizada como substituta da energia elétrica convencional em regiões que ainda não possuem distribuição.

Tagged sob

Nesta sexta (17) e sábado (18) os teatros Cine Carlos Gomes e o Municipal Maestro Flavio Florence têm espetáculos culturais. A primeira agenda é a peça ‘Mirar: quando os olhos se levantam’, às 20h desta sexta (17), no Cine Theatro Carlos Gomes – entrada gratuita e faixa etária livre. O espetáculo é de responsabilidade do Coletivo Labirinto, núcleo de pesquisa e criação cênica formado por artistas que trabalham em cima da dramaturgia latino-americana contemporânea.

A peça traz a história de quatro caminhantes que percorrem lugares e histórias da América Latina em uma espécie de busca-viagem por pertencimento. O espetáculo lança mão de expedientes contemporâneos para revelar o lastro da colonização, celebrar a potência da diversidade dos povos, e refletir sobre os aspectos contraditórios do nosso continente para mirar além das fronteiras.

A dramaturgia e a direção são de Jé Oliveira. Já esteve em temporada no Teatro João Caetano e Teatro Cacilda Becker e faz parte do projeto Circulação Histórias de Nossa América aprovado pelo ProAC. Os artistas criadores e atuantes são Abel Xavier, Carol Vidotti, Emilene Gutierrez e Lua Bernardo (musicista).

Já no sábado (18), a partir das 16h, no recém-reinaugurado Teatro Municipal Maestro Flavio Florence será exibida a peça ‘A Travessia de Maria e seu irmão João’ – com entrada gratuita e classificação etária livre. Adaptação do clássico conto João e Maria, foi contemplada em 2019 pela 23ª edição do Cultural Inglesa Festival.

Nessa história, em tempos de guerra e fome, Maria e seu irmão João enfrentam o medo do abandono, o escuro da floresta e os terríveis planos de uma bruxa. Com coragem, inteligência e de mãos dadas fazem a travessia que os levará de volta para casa.

A montagem celebra a força da parceria entre irmãs e irmãos dentro da família e a coragem que têm ao enfrentar o medo do abandono e do desconhecido. A montagem trabalha com bonecos numa parte do espetáculo e existe um jogo de escala entre o mini mundo dos bonecos e o espaço cênico das atrizes que pretende transportar o espectador para um mundo mágico.

Tagged sob

Democrático e muito saboroso, o hambúrguer é um dos lanches mais populares na gastronomia mundial. Nos EUA, onde nasceu o conceito, cerca de 6 milhões de unidades do lanche são consumidas por dia e mais de 2 bilhões por ano, segundo pesquisa do site Fortune Business Insights. Já no Brasil, a média diária é de 25 mil sanduíches por dia, pouco mais de 9,1 milhões por ano, de acordo com a empresa de dados Kantar, em parceria com a Hellmann's. 

Com todo este fascínio pelo produto, é claro que o setor gastronômico escolheria uma data para homenageá-lo: 28 de maio, Dia Nacional do Hambúrguer. No Johnny Rockets, rede californiana de hamburguerias ambientada na década de 50, as comemorações iniciam mais cedo, na segunda (20), com a Burger Week. Das 12h às 17h, na compra do lanche do dia, o segundo igual sai pela metade do preço. Já na terça (28), na compra de qualquer burger participante da promoção, o cliente ganha um voucher para retirar outro igual na semana seguinte. 

Há, ainda, um desafio para os fortes: durante a Burger Week, o Burger Gigante estará disponível em todas as lojas modelo Casual (com área interna de refeições), em comemoração aos 10 anos do Johnny Rockets no Brasil. Feito com pão brioche e dez smash burgers Angus de 150 gramas cada, o lanche pesará mais de 1,5 quilo. Quem comer todo o lanche, não paga. Já quem não cumprir o desafio, pagará R$ 10,90 por smash remanescente. 

Conheça os Rocket Burgers participantes da Burger Week: 

20/05: The Original

Um clássico de 1986, ano de criação do Johnny Rockets. Burger Angus de 150g, alface, tomate, cebola, relish, picles, mostarda e maionese no pão brioche. Acompanha porção de american fries.

21/05: Route 66

Burger Angus de 150g, queijo suíço, maionese, cebola grelhada e champignons no pão brioche. Acompanha porção de american fries.

22/05: Cheeseburger Salad

Burger Angus, queijo cheddar artesanal, maionese, alface americana e tomate no pão brioche. Acompanha porção de american fries.

23/05: Bacon Cheddar

Burger Angus 150g, bacon, tomate, queijo cheddar, alface, cebola e molho especial no pão brioche. Acompanha porção de american fries.

24/05: Smoke House

Burger Angus 150g, bacon, anéis de cebola, queijo cheddar e molho Smoke House Barbecue Ranch no pão brioche. Acompanha porção de american fries.

Tagged sob

Estilo, modernidade, liberdade e confiança. Essas palavras serviram de ponto de partida para que a Volkswagen entregasse a atualização do automóvel que já era sucesso absoluto, T-Cross.

O T-Cross foi o primeiro SUV compacto da marca Volkswagen produzido no Brasil e conquistou o cliente brasileiro por ser referência em espaço interno, conforto, tecnologia e performance. Para seguir como o SUV mais desejado do mercado, o T-Cross estreia um design renovado com nova iluminação externa e com melhorias no acabamento interno. Produzido em São José dos Pinhais, no Paraná, sobre a plataforma MQB, e com os consagrados motores TSI, o novo T-Cross será comercializado a partir de junho. Trata-se do primeiro dos 16 carros que a Volkswagen do Brasil lançará no mercado até 2028.

“A história do T-Cross é uma história de sucesso, que começou em 2019. Naquele momento, sabíamos que não éramos a primeira montadora a lançar um SUV no mercado brasileiro, mas sempre tivemos a certeza de que quando entrássemos nesse mercado, seria para sermos protagonistas. Ao longo dos últimos cinco anos, o produto caiu no gosto do consumidor, tornando-se um sucesso de vendas. Hoje é impossível sair de casa e não encontrar um T-Cross no caminho. Desde o seu lançamento foram vendidos mais de 320 mil veículos, e fomos liderem no segmento em 2023 e seguimos firmes em 2024, com a certeza que continuaremos essa trajetória espetacular com este ícone automotivo”, afirma Ciro Possobom, CEO da Volkswagen.

 

Nova iluminação e design cativante

O Volkswagen T-Cross é um produto global, mas segue altamente adaptado à cada região em que é comercializado. O novo visual para o mercado local chama a atenção a partir do novo conjunto de iluminação, o verdadeiro protagonista por aqui. De agora em diante, todas as versões do SUVW saem de fábrica com faróis 100% LED (Full LED), com assinatura diurna (DRL) e noturna (luz de posição), pisca, função farol baixo e farol alto, todas executadas com tecnologia LED. Na parte traseira, as lanternas são 100% em LED, interligadas por uma outra iluminação de posição. Ainda sobre o conjunto óptico, lanterna de neblina do lado esquerdo e iluminação de marcha a ré em ambos os lados chegam em LED.

Na dianteira, o T-Cross tem identidade visual renovada por conta dos novos para-choque, este com mais ‘bodycolor’, e grade. Na lateral, as rodas que calçam o T-Cross têm desenho inédito, desenvolvido especialmente para nossa região. Por fim, na parte traseira, o para-choque tem visual mais robusto, com profundidade, e o detalhe em formato de ‘A’ traz a sensação que o modelo está mais alto. As lanternas VW LED estão mais elaboradas, feitas com materiais diferentes e têm os seus elementos conectados, sendo a principal assinatura de estilo do novo T-Cross.

Interior atualizado e tecnologia inovadora

Para o interior do veículo, o time de Color & Trim da Volkswagen do Brasil fez um estudo extenso para a escolha e aplicação de novos acabamentos e superfícies. Os painéis ganharam mais detalhes, com revestimentos “soft-touch” e costura pespontada. O formato do painel também está mais escultural e elaborado.

A aplicação de tecido na ilha central da porta, região conectada à porção inferior do painel, amplia a sensação de conforto. Os detalhes pespontados sobre este tecido valorizam a escultura da peça - estes elementos contemplam as versões Comfortline e Highline. Além disso, o apoia braço também é revestido em vinil. Os bancos foram reformulados e passam a ter figurinos inéditos, sempre com a inscrição “T-Cross” na parte superior. O porta-malas tem capacidade de 373 litros/420 litros, conforme medição VDA.

Ainda no painel, o VW Play, sistema multimídia com tela de 10,1" e APP-Connect (Apple Carplay e Android Auto) e conexão com a internet via Smartphone, é o centro das atenções. Ele está aplicado em um formato inédito, agora semi flutuante, e disponível de série para todas as versões. Acionada a partir do VW Play, a seleção do perfil de condução está disponível para as versões Comfortline e Highline.

 

 Prazer em dirigir e segurança como prioridade

A excelente dirigibilidade virou marca registrada dos veículos Volkswagen. No T-Cross, tudo é pensado para proporcionar a melhor experiência para quem está a bordo do SUV líder do segmento. Os motores 200 TSI (presente na versão 200 e Comfortline) e 250 TSI (da Highline), sempre atrelados ao câmbio automático de seis velocidades, são referência no mercado. Destacam-se pela performance exemplar em utilização urbana ou rodoviária. O modelo sai da inércia e chega aos 100 km/h em 8,6 segundos (na configuração 250 TSI) e em 10,0 segundos (nas 200 e Comfortline).

Em termos de segurança, o sistema de frenagem autônomo de emergência com reconhecimento de pedestre estreia em todas as versões, assim como o sensor de fadiga e o alerta sonoro e visual para o uso do cinto de segurança dianteiro e traseiro. A versão topo de linha Highline oferece como opcional pacote “ADAS”, que inclui assistente de estacionamento (Park Assist), detector de ponto cego com assistente traseiro de saída de vaga e assistente ativo de mudança de faixa (Lane Assist). 200, Comfortline e Highline são equipadas com controle adaptativo de velocidade e distância, frenagem autônoma de emergência com detector de pedestre, seis airbags (sendo dois frontais, dois laterais nos bancos dianteiros e dois de cortina). Ainda fazem parte da lista de equipamentos fixação de assento de criança com sistema ISOFIX®, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, controle eletrônico de estabilidade, controle de tração e bloqueio eletrônico do diferencial, assistente para partida em subidas, função frenagem de manobra entre outros.

 

 Cor de estreia e Pacote Dark

O Novo T-Cross estreia a cor Cinza Ascot para a versão Highline, sendo exclusiva para o pacote Dark. Além disso, estão disponíveis outras seis opções: Preto Ninja, Branco Puro, Cinza Platinum, Vermelho Sunset, Prata Pyrit e Azul Norway.

Clientes da versão topo de linha Highline ainda podem optar pelo pacote Dark, que inclui teto e retrovisores pintados na cor Preto Ninja, rack de teto longitudinal na cor preta, rodas de liga 17” escurecidas, logotipias escurecidas na lateral e traseira e pneus Seal Inside.

Pirelli Seal Inside é uma solução de mobilidade estendida, que traz segurança e conforto aos usuários. O pneu equipado com esta tecnologia pode continuar rodando com segurança mesmo furado, sem que aconteça perda de pressão, tornando a condução mais segura. O composto de vedação instalado na parte de dentro do pneu sela o objeto perfurante e evita que o ar escape, mesmo se o objeto é retirado, pois o composto preenche a perfuração. O objeto deve ter até quatro milímetros de diâmetro. É uma tecnologia auto-vedante que faz com que os furos nem sejam percebidos, minimizando transtornos em ter que realizar uma troca do pneu, em dias de chuva, em lugares ermos e perigosos ou mesmo na rodovia durante uma viagem.

“Sermos escolhidos para equipar o novo T-Cross Highline é motivo de orgulho. A inovação tecnológica e a sustentabilidade estão no core da nossa empresa e o Pirelli Seal Inside, nossa mais recente tecnologia de mobilidade estendida, certamente irá colaborar para a experiência que os clientes Volkswagen terão com este novo modelo”, comenta Cesar Alarcon, CEO e vice-presidente sênior de Pirelli América Latina.

 

 

 

 

 

 

Demais opcionais

Para incrementar a versão de entrada 200 TSI, os clientes podem optar pelo pacote Interactive, que contempla câmera de ré traseira, espelhos retrovisores externos eletricamente ajustáveis e rebatíveis com função tilt-down do lado direito, rodas de liga leve de 17” e sensor de estacionamento dianteiro. Para a Comfortline são dois os pacotes opcionais disponíveis. O Sky View II oferece teto solar panorâmico, espelho retrovisor interno anti-ofuscante automático, sensor de chuva e duas luzes de leitura na frente. O Design View tem revestimento dos bancos parcialmente em couro, coluna e tetos escurecidos. Para o Highline são três ofertas. Sky View, com teto solar panorâmico e duas luzes de leitura na frente, ADAS, e Pacote Dark, ambos citados anteriormente.

Outros motivos da liderança

Um SUV ganha a preferência do público por seu design atraente, sua vasta lista de equipamentos, sua performance de tirar o fôlego e seus atributos que seguem além da hora da compra. O T-Cross é o modelo com o melhor Custo de Propriedade do segmento, e isso inclui manutenção, seguro, consumo, itens de desgaste e taxas. O modelo também possui o melhor seguro da categoria, com parceria com Porto Seguro e uma lista de acessórios originais com mais de 90 itens. Por fim, a Volkswagen oferece revisão de série sem custo para todas as versões, incluindo peças e mão-de-obra.

 

 

 

 

Tagged sob

Todas as famílias diretamente afetadas pela catástrofe climática no Rio Grande do Sul vão receber um repasse de R$ 5,1 mil do governo federal para repor equipamentos e outros bens perdidos pelos efeitos das fortes chuvas que atingiram o estado.

A oficialização foi feita, na quarta (15), em evento com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em São Leopoldo (RS). O anúncio foi feito pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa. A estimativa é de que cerca de 240 mil famílias sejam beneficiadas, a partir de um investimento de R$ 1,2 bilhão.

A Medida Provisória 1.219/2024 foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União com os critérios previstos para o estabelecimento do apoio financeiro às famílias dos municípios atingidos pelos eventos climáticos e reconhecidos pelo Poder Executivo Federal.

"O que estamos fazendo aqui, espero que sirva de modelo de um outro padrão de relacionamento entre os entes federados", ressaltou o presidente, sublinhando que o anúncio desta quarta pode se tornar "uma das maiores ações para responder a um desastre climático no Brasil".

Lula destacou que "o problema de uma cidade não é um problema de uma cidade: é um problema do Estado. O problema de uma cidade não é um problema do estado: é um problema do Governo Federal, é um problema da nação”.

O ministro Rui Costa acrescentou que o intuito é que a Caixa Econômica Federal adote parcerias com empresas de água, luz e telefonia do estado para garantir que todos os que têm direito recebam o benefício, efetivamente. O pagamento da parcela única do Vale Reconstrução será feito via PIX para as contas dos beneficiários.

"As pessoas que perderam geladeira, televisão, fogão, colchão, móveis, terão de forma rápida e facilitada a transferência para as suas contas do valor de R$ 5.100. As pessoas que perderam documentos vão precisar apenas do número de CPF para solicitar via aplicativo, com uma autodeclaração. Quem não puder comprovar o endereço será checado, usando os cadastros do Governo Federal para conferir e automaticamente fazer o pagamento", explicou Rui Costa. De acordo com o ministro, a Defesa Civil nacional, em parceria com a Defesa Civil estadual, municipal ou com a Secretaria de Assistência Social, vai informar as áreas atingidas com casas afetadas.

O ministro Fernando Haddad (Fazenda) afirmou que a área econômica do governo trabalha na elaboração de propostas que tragam alívio financeiro para a sociedade gaúcha. "Estamos em um mutirão permanente em Brasília, a pedido do presidente da República, para formular as propostas que estão sendo anunciadas, à medida que elas vão sendo bem desenhadas, com consistência, para fazer chegar à população do Rio Grande do Sul, sob medida, as ações necessárias para restabelecer a vida das pessoas nesse estado", afirmou.

"Vamos desenhar ações necessárias para criar um instrumental que seja possível atender a especificidade de cada família, de cada empresa, de cada município, para que o estado, como um todo, seja contemplado. É um trabalho que vai se estender — e a cada semana serão duas ou três novas medidas até que nós tenhamos a clareza de que estamos em posse de todo o ferramental necessário para agir em cada situação específica, da maneira mais adequada, mais transparente e mais eficaz. Para que consigamos reestabelecer os processos produtivo, educativo, atendimento de saúde e assistência, assim por diante", detalhou.

Também participaram do evento o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, além dos ministros Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional), Nísia Trindade (Saúde), Wellington Dias (Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome), Marina Silva (Meio Ambiente e Mudança do Clima), Esther Dweck (Gestão e Inovação em Serviços Públicos), Jader Filho (Cidades), Paulo Pimenta (Secretaria de Comunicação Social) e representantes do Tribunal de Contas da União e de órgãos públicos federais, prefeitos e parlamentares.

COMO SERÁ — O apoio será concedido em parcela única, limitado a um por família, e será operacionalizado pelo Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional e pago pela Caixa Econômica Federal, por meio de conta poupança social digital. Essa conta é de abertura automática em nome do beneficiário e também poderá ser utilizada outra conta em nome do beneficiário na mesma instituição financeira.

O acesso ao recurso dependerá das informações a serem enviadas pelo respectivo Poder Executivo municipal e da autodeclaração do responsável familiar, que atestará, sob penas da lei, o cumprimento dos requisitos. A autodeclaração deverá, obrigatoriamente, comprovar, por qualquer meio, o endereço residencial. O texto dá preferência à mulher, como responsável familiar, para recebimento do apoio.

 

 

(Foto: Ricardo Stuckert / PR)

Tagged sob

A Prefeitura de Mauá teve mais dois projetos contemplados para receber recursos do governo federal, por meio do Novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), no eixo “Cidades Sustentáveis e Resilientes”, que ao todo devem repassar mais de R$ 176, 5 milhões em investimentos para a construção de muros de contenção e também urbanização e regularização de áreas. O anúncio foi feito pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na última semana.

“O governo federal tem sinalizado positivamente para ajudar todos os municípios. Por isso elaboramos os projetos e estamos solicitando os recursos, porque o povo de Mauá merece e precisa uma cidade cada dia melhor e com qualidade de vida. Queremos levar dignidade para as pessoas, garantindo infraestrutura, reduzir riscos e uma moradia que esteja documentada dando tranquilidade para as famílias”, afirmou o prefeito Marcelo Oliveira.

Um dos projetos selecionados é a segunda fase de urbanização e regularização da área chamada de Chafick/Macuco, que foi separada em nove setores, no Jardim Zaíra. Neste momento foi contemplado o trecho compreendido entre os setores cinco e sete. Eles incluem ruas e vielas como Manoel Alves Ferreira, Lírio da Paz, Dra. Áurea de Oliveira da Silva, Roberto Stella, Por do Sol e Viela Ilha do Francês. A previsão é de que sejam investidos R$ 159,7 milhões em recursos da União, além de contrapartidas do município a serem definidas.

O valor se refere desde a realização do trabalho de cadastro social, que ajudam na elaboração final dos projetos, até a execução das obras de infraestrutura, como galerias de água, esgoto, guias, sarjetas, pavimentação asfáltica, destinação de áreas, onde podem ser construídas, por exemplo, escolas e unidades de saúde ou praças e parques.

A partir de agora, a Prefeitura vai intensificar os estudos técnicos preliminares que ajudarão a sustentar os projetos executivos que serão apresentados ao Ministério da Cidades, em data a ser definida. Esse segundo projeto envolvendo o Chafick/Macuco não tem nada relacionado ao trabalho de cadastro social retomado em junho de 2023, nos setores um ao quatro.

O outro projeto selecionado é referente à construção de muros de contenção em áreas consideradas de risco em várias regiões do município, que incluem bairros com Jardim Zaíra, Jardim Rosina, Jardim Oratório e Jardim Aracy. Os valores a serem repassados pelo governo federal passam dos R$ 16,7 milhões.

Segundo divulgado pelo presidente, as seleções priorizaram a melhoria na qualidade de vida no campo e nas cidades, tornando-os mais aptos a superar cenários adversos da emergência climática e oferecer melhores condições de vida para a população, contribuindo para a redução das desigualdades regionais.

Os empreendimentos são de urbanização de favelas e produção habitacional, regularização fundiária, saneamento, eliminação de risco, qualificação de áreas públicas, elaborados de forma integrada, considerando as realidades regionais e urbanas das cidades, além de renovação de frotas de ônibus e componentes sobre trilhos, conforme divulgado no lançamento do programa.

Tagged sob

A Prefeitura de São Caetano, com seu Programa Tarifa Zero, recebeu o Prêmio Inovacidade do Instituto Smart City Business America, que reconhece as iniciativas que contribuem para a melhoria da qualidade de vida nas cidades. A cerimônia aconteceu, na terça (14), no Pro Magno Centro de Eventos, na capital. O Smart City Brazil 2024 (SCB-Br24) terminou na quarta (15).

“O Tarifa Zero demonstrou que é possível implementar políticas de transporte público inovadoras e acessíveis, mesmo em um contexto de desafios financeiros e infraestruturais. Como resultado, São Caetano se destacou como uma cidade interessada em promover a mobilidade urbana sustentável e inclusiva”, ressaltou o prefeito José Auricchio Júnior.

Com o tema Nova Agenda Urbana, o SCB-Br24 tem como objetivos dar vida a essa visão de cidades que prosperam, evoluem e florescem com base nas necessidades e aspirações de cada cidadão e onde os negócios estão aliados às necessidades. Tem como premissas a construção de um ecossistema sólido e autossuficiente na América, fomentar a colaboração, a troca de ideias, perspectivas e soluções inovadoras entre especialistas, líderes do setor e gestores públicos e privados, e auxiliar os municípios na transição para um modelo de gestão e tecnologia inteligentes.

“Receber o Inovacidade pelo Tarifa Zero é um reconhecimento incrível do compromisso de São Caetano do Sul com a inovação e a busca por soluções criativas para questões de mobilidade urbana. Este projeto demonstra um esforço significativo para tornar o transporte público mais acessível e sustentável para todos os cidadãos”, acrescentou o secretário de Mobilidade Urbana (Semob), Diego Santos Vido Faria, que representou o prefeito na cerimônia.

PRÊMIO INOVACIDADE

Em 2024, o Prêmio inovaCidade teve 128 inscrições e selecionou 43 projetos e iniciativas com impactos positivos, mensuráveis e reconhecidos pela sociedade, realizados pela administração pública, iniciativa privada e Entidades da Sociedade Civil. Entre elas, o exitoso Tarifa Zero, implementado em novembro de 2023, que trouxe uma inovação significativa no cenário do transporte público brasileiro, ao oferecer gratuidade à população, iniciativa que destacou-se como uma das primeiras experiências do tipo no país e promoveu uma mobilidade urbana mais acessível e equitativa.

Essa proposta inovadora proporcionou uma mobilidade urbana acessível, uma redistribuição mais equitativa dos recursos públicos, direcionando-os para um serviço essencial para a população. Ao eliminar a tarifa de transporte público, o programa eliminou uma barreira financeira para os cidadãos, facilitando o acesso a empregos, serviços e atividades sociais.

Além disso, o Tarifa Zero representou uma abordagem criativa para lidar com os desafios da mobilidade urbana, buscando soluções que beneficiassem diretamente os residentes da cidade. Ao incentivar o uso do transporte público, a iniciativa teve o potencial de reduzir o tráfego de veículos particulares, contribuindo para a diminuição da poluição e dos congestionamentos nas ruas.

Tagged sob

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, na quarta (15), realizou a entrega em definitivo de escrituras a 100 famílias do Jardim Marco Polo II, localizado na região do Batistini. A cerimônia, que marcou a conquista da titularidade da moradia, após anos de espera, foi realizada no Ginásio Poliesportivo Marcelo Roberto Dias. Desde 2017, a ação da Secretaria de Habitação municipal, já beneficiou mais de 40 mil famílias.

Morando observa que, embora a Prefeitura tenha investido R$ 345 mil no processo de regularização fundiária do Loteamento Marco Polo II, em média R$ 1.500 por documento, não há qualquer custo para os munícipes que possuem apenas um lote. “Essa é a região da cidade onde nasci e cresci. Vi de perto essas famílias comprarem seu terreno e construir cômodo a cômodo, com muito suor, o que aumenta a minha responsabilidade, enquanto prefeito, de trabalhar para regularizar esses lotes, valorizando o sacrifício de vocês”.

Secretário de Habitação de São Bernardo, João Abukater Neto destaca que o Loteamento Marco Polo II é composto por 242 famílias em área originariamente particular, loteada irregularmente pela Associação dos Moradores do Nova Canaã. Destas, 142 famílias não puderam receber as escrituras por falta de documentação. “Nestes casos, nossas equipes orientam essas pessoas sobre como elas devem concluir esse processo para registro posterior. O importante é que elas têm essa possibilidade de receber o documento”, diz.

Para quem recebe a escritura de seu lote devidamente registrada em cartório, trata-se de um dia especial. Caso do morador do Jardim Marco Polo II, Roque Araújo. “É um presente que estamos recebendo. E justamente hoje, no Dia da Família. A escritura traz dignidade e valoriza nosso imóvel”, observa.

A CASA É SUA, MAS PRECISA REGISTRAR – Com o objetivo de auxiliar famílias ainda não tituladas por falta de documentação, a Secretaria de Habitação de São Bernardo criou uma ferramenta on-line visando facilitar o acesso dos moradores. Os munícipes podem realizar o preenchimento dos dados e envio de documentos necessários para o processo de regularização do lote onde vivem por meio do site: www.saobernardo.sp.gov.br/web/sehab.

Tagged sob

Destaques

"Temos que nos preparar"…

22 Mai 2024 Política

Main Menu

Main Menu