20 Apr 2024

A Associação Andreense de Skate convida interessados em participar da Assembleia Geral de sua Constituição, que acontece neste sábado (20), às 10h, na Avenida dos Amoritas, 535, Jardim do Estádio, em Santo André.

Na ocasião, será realizada a eleição da Diretoria e do Conselho Fiscal e aprovação de constituição da associação. Também serão debatidos assuntos como o evento que acontece no próximo dia (3) de maio no Parque Ana Brandão, onde haverá solenidade que marcará a instalação da placa de doação dos obstáculos doados pela Street League Skateboarding.  

Entre os participantes, estarão Walcir Galera, presidente fundador da Associação e pai do skatista andreense Giovanni Vianna, que ganhou o título de melhor do mundo no SLS Super Crown 2023, Allan Macedo, vice-presidente da Associação e Jader Roberto Moraes, 1º secretário. 

 

Última modificação em Sexta, 19 Abril 2024 20:49

   O Governo de São Paulo deverá utilizar uma ferramenta de inteligência artificial (IA), o ChatGPT, como parte da elaboração de aulas direcionadas a alunos dos últimos anos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio da rede pública de ensino. Atualmente, os conteúdos são preparados por especialistas na área, ou seja, professores curriculistas. A informação foi veiculada pelo jornal Folha de S. Paulo e confirmada pelo Estadão.
   A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) esclareceu, por meio de nota, que, por enquanto, trata-se de um “projeto piloto” e ainda negou a possibilidade de deixar de fora os professores na produção das aulas.
   Inquestionavelmente, nos dias de hoje, não há como ter mais o ensino nacional sem o uso da tecnologia e suas diversas ferramentas, recursos ou equipamentos que auxiliam no processo de ensino e aprendizagem. Se as tecnologias digitais antes da pandemia de Covid-19 já estavam ganhando tração, após a pandemia, elas praticamente se tornaram obrigatórias em todas as salas de aula.
   Os recursos educacionais digitais incluem uma série de ferramentas. São eles: videoaulas ou videoconferências; Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), que é um espaço digital utilizado por instituições de ensino presenciais e à distância para facilitar o processo de ensino-aprendizagem online; plataforma educacional, que é um sistema, software ou aplicativo digital que abriga conteúdos didáticos online e ferramentas pedagógicas; lousa digital, que além de servir para o registro de anotações, desenhos e cálculos matemáticos com a ajuda de uma caneta digital, a ferramenta permite a navegação por mapas, fotos, imagens em 3D, vídeos e áudios.
   Também há a Mesa Educacional, uma solução que contém blocos de letras, números e imagens e uma tela de computador conectada. Juntas, as peças criam uma experiência de alfabetização e letramento interativa; jogos educacionais digitais, para engajar as crianças e os adolescentes por meio de competições; LEGO Education, cujas peças de construção podem ser utilizadas em sala de aula ou em laboratórios da escola para estimular a criatividade e a cooperação em grupo, ensinar programação e até a desenvolver habilidades em STEAM (Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática). Além dos dispositivos de realidade virtual e realidade aumentada, que podem oferecer experiências imersivas de aprendizado e os e-books.
   Muitos deles são indispensáveis nos dias de hoje, porém, em relação ao uso da inteligência artificial (IA) e do ChatGPT, talvez ainda não seja o momento de incluí-los no ensino.
   Evidentemente que ainda haverá testes antes da possível implementação, mas neste cenário, onde a elaboração das aulas pelos professores seria “revisada” e “aprimorada” pela IA com a inserção de novas propostas de atividades e informações, não deixa de ser relativamente perigosa.
   Na tecnologia de IA, apesar de estar, cada vez mais, ganhando espaço, é bastante comum que ferramentas como o ChatGPT e outras apresentem informações erradas ou distorcidas, pois como a base de dados do aplicativo é retirada de publicações avulsas da internet, as informações não são confiáveis, na sua totalidade.
   Entre outros aspectos negativos, isso também poderia levar uma situação de comodismo para os professores, que poderiam ficar em segundo plano, e até deixar de se dedicarem e pesquisarem tanto como fazem atualmente, para elaboração de aulas, posto que o ChatGPT faria a revisão e complementaria seus trabalhos. Será que isso não contribuiria para uma estagnação ou baixa qualidade no ensino? Portanto, é preciso estudo e muita cautela na implementação do ChatGPT, como parte da elaboração das aulas.

20 de Abril de 2024

Diferença
As três principais estatais do Brasil: Petrobras, Banco do Brasil (BB) e Caixa pagam mais para homens do que para mulheres. Em 110 unidades das 146 unidades analisadas, o equivalente a 75%, os homens recebem salários maiores do que as mulheres. A situação com maior disparidade é na Petrobras, onde a média salarial é maior para homens em 84% das unidades. Em seguida, vem o Banco do Brasil, com 75% e a Caixa com 69%. Os dados foram levantados pelo jornal Folha de S.Paulo.

Ato
O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) realizará ato, neste domingo (21), na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. A expectativa é de que seja ampliada a exposição do deputado federal e pré-candidato à Prefeitura do Rio, Alexandre Ramagem (PL), que poderá não discursar para evitar acusações de propaganda eleitoral antecipada. O comício faz parte da série de atos marcados por Bolsonaro para mobilizar a militância e mostrar apoio e popularidade em meio às investigações no STF.

Novo comando
O procurador Paulo Sérgio de Oliveira e Costa, de 63 anos, é o novo procurador-geral do Ministério Público do Estado (MP-SP). O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, escolheu o novo chefe, no domingo (14). Tarcísio havia recebido, no sábado (13), a lista com os três procuradores mais votados e tinha até 15 dias para oficializar a indicação. Paulo contou com apoio do ex-procurador Mario Sarrubbo, que se aposentou em março, para assumir a Secretaria Nacional de Segurança Pública no Ministério da Justiça. Também é próximo do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Passou
O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), em recente passagem por Brasília (DF), jantou com Valdemar Costa Neto, presidente nacional do PL, e Rogério Marinho, líder da oposição no Senado. O encontro teve como objetivo estreitar os laços entre o governador e o presidente do PL e desfazer possíveis mal-entendidos da época em que Tarcísio, então chefe do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), durante o governo da presidente Dilma Rousseff, demitiu indicados do PL no órgão, na conhecida “faxina anticorrupção”.

Leilões
O Governo de São Paulo tem previsão para 13 projetos em leilões ao longo de 2024. O primeiro deles foi o Trem Intercidades (TIC) Eixo Norte, que vai ligar a cidade de São Paulo a Campinas, em fevereiro. A carteira de projetos de concessões, desestatizações e parcerias da atual gestão é estimada em mais de R$ 220 bilhões em capital privado, com 20 projetos qualificados e a previsão de 44 leilões até o final de 2026.

Proporção
Grupo de 20 juízes homens havia impetrado um mandado de segurança contra a formação de uma lista exclusivamente feminina para promoção na magistratura, para o cargo de desembargadora. Entre os argumentos estava o que a medida era desnecessária porque “em São Paulo nunca houve desigualdade”. Porém, dados do próprio Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) apontam que entre os 2.188 ma-gistrados de primeiro grau em todo o Estado, 894 são mulheres, ou seja, 40,8% do total.

Proporção I
Porém, na hora de galgar o degrau seguinte na carreira, ou seja, ao cargo de desembargadora, entre os 351 desembargadores atuantes no TJSP, hoje, só 43 são mulheres, o equivalente a 12,2%. A média do Brasil é de 21,2%. A suspensão da lista, que havia sido aprovada por decisão do Órgão Especial, foi novamente liberada pelo relator do caso, desembargador Campos Neto. Assim, na quarta (10), a juíza Maria de Fátima dos Santos Gomes, pode ser promovida pelo edital aberto exclusivamente para as mulheres juízas.

Disputa
Jair Renan Bolsonaro (PL), o filho “zero quatro” do ex-presidente Jair Bolsonaro, tentará se tornar o quinto político do clã Bolsonaro, nas eleições de outubro próximo. Jair Renan irá disputar uma vaga na Câmara de Balneário Camburiú (SC). Para isso, ele se mudou para Santa Catarina em março do ano passado. Atualmente, Renan ocupa um cargo de assessor no Senado, mas de acordo com a legislação eleitoral, ele terá que se desvincular da atividade até julho, ou seja, três meses antes do pleito.

CPI
O deputado estadual Guto Zacarias (União), vice-líder do governo Tarcísio de Freitas (Republicanos), reuniu 35 assinaturas (mais do que as 32 necessárias), para instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Alesp que investigará a gestão da Fundação Padre Anchieta (FPA), responsável pela TV Cultura, e a eleição de seis nomes para o conselho curador da entidade, realizada em fevereiro. Dos parlamentares do ABC, assinaram apenas Altair Moraes (Republicanos) e Atila Jacomussi (União).

Apoio
O pré-candidato a prefeito de São Bernardo, Marcelo Lima (Podemos), recebeu, na quinta (18), o apoio do Avante. Além desse partido, Lima já havia recebido apoio do Agir, do PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro) e do PMB, que também nomeou Zana Lima, esposa de Marcelo, como nova pre-sidente municipal da sigla. Lima também conta com adesão dos 12 dos 28 parlamentares da Câmara, entre eles o presidente da Casa, Danilo Lima (Podemos).

Encontros
O prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior, junto aos pré-candidatos Tite Campanella (PL) e Regina Maura (PSD), além do deputado estadual Thiago Auricchio (PL), tem realizado reuniões, com os partidos que fazem parte do grupo de apoio para a disputa pelo Palácio da Cerâmica, nas eleições de outubro próximo. Já foi realizada reunião com membros do PSB, PL, Republicanos e PP. Na próxima semana, deverá ocorrer a reu-nião do grupo com o PSD. O objetivo dos encontros é dialogar com os pré-candidatos e estreitar o contato.

Avalie este item
(0 votos)

   Há muitas décadas a Justiça Comum Estadual pleiteava uma solução racional para a questão das execuções fiscais. A cada dezembro, as prefeituras encaminham aos Fóruns milhares de CDAs - Certidões de Dívida Ativa, para propositura de execuções fiscais. É a inadimplência dos devedores do IPTU - Imposto Predial e Territorial Urbano, a maior receita dos municípios.
   Para o Judiciário, cobrar dívida não é missão do equipamento estatal encarregado de solucionar controvérsias. Não há controvérsia na maior parte das cobranças. Quando o devedor se opõe, ele deve entrar com embargos à execução. Aí, sim, haverá um conflito, a ser decidido pelo Juiz.
   Ocorre que grande parte das CDAs têm nomes incorretos, endereços faltantes. Então começa o drama da Justiça. Procurar o nome correto mediante ofício à Receita Federal, ao cartório eleitoral, ao Detran ou equivalente. Uma incrível busca do devedor, atulhando de papeis as repartições judiciais. E tudo praticamente em vão. O retorno das execuções fiscais é pífio. Instaura-se uma lide falaciosa por qualquer quantia em dinheiro. Ainda que ínfima. É um trabalho autofágico. Custa mais mantê-lo do que o total de dívidas arrecadado.
   Finalmente, a coragem do Ministro Luis Roberto Barroso enfrentou o tema. Sensibilizou-se com a situação do Tribunal de Justiça de São Paulo, onde doze milhões de execuções fiscais tramitam, a maior parte delas sem qualquer possibilidade de êxito.
   As execuções fiscais inferiores a dez mil reais, sem que haja bens do devedor, devem ser extintas. Subsiste o crédito municipal. Mas o resultado dessa providência seria uma redução de muitos milhões de processos inúteis. Um trabalho estéril, que onera a população, pois é esta que mantém as estruturas do Poder Judiciário.
   Os prefeitos mais sagazes sabem que há um remédio muito mais eficaz: o protesto das CDAs. O devedor receia muito mais ser protestado do que ser executado em juízo. Num Judiciário com quatro instâncias e sem previsibilidade de término definitivo, o caminho da prescrição é a regra.
   Há boas coisas acontecendo no Universo Justiça!

A sabedoria dos Salmos

Avalie este item
(0 votos)

Na Bíblia Sagrada existe o Livro dos Salmos. Impressiona a todos, geração após geração, este livro de oração e poesia ancestral. Nele está o que há de mais profundo das aspirações do coração humano voltado para Deus através da fé, e da constatação dos fatos que se dão na realidade do dia a dia.
   Na língua grega, a palavra salmo designa um poema a ser acompanhado por instrumentos musicais. Nos Salmos da Bíblia está toda doutrina religiosa do Antigo Testamento, neles é possível perceber o amor de Deus pelas criaturas e o louvor verdadeiro que se exprime por um coração transformado segundo a sabedoria divina.
   O próprio Jesus fez suas orações com os Salmos, ele mesmo afirmou: “Isto é o que vos dizia quando estava convosco, que deveria se cumprir tudo quanto a meu respeito está escrito em Moisés, nos profetas e nos Salmos” (Lc 24,44).
   Os Salmos são perpassados por uma afirmação que muitas vezes pode passar despercebida, trata-se da justiça de Deus na defesa dos pobres, como por exemplo afirma o Salmo 53, conforme se encontra na Edição da Bíblia Sagrada - Edição Pastoral: “Será que os malfeitores não percebem, eles que devoram o meu povo, como se comessem pão, e não invocam a Deus? Eles vão tremer de medo, porque Deus espalha os ossos do agressor, e ficarão envergonhados porque Deus os rejeita”.
   Nos Salmos podemos ver como a história, a profecia, a sabedoria e a lei penetraram a vida do povo, transformando-a em oração viva marcada pelas situações do dia a dia das pessoas e da coletividade. Os Salmos nos ajudam a perceber os dramas da história à luz de Deus, o qual tem a última palavra, quer queira ou não.
   Nos Salmos de fato encontramos unidas orações de ação de graças e profecia ao mesmo tempo, como por exemplo no Salmo 9: “Eis que Deus sentou-se para sempre, firmou seu trono para o julgamento. Ele julga o mundo com justiça e governa os povos com retidão… Os povos caíram na cova que fizeram, no laço que ocultaram prenderam o pé. Deus apareceu fazendo justiça, apanhou o injusto em sua manobra. Que os injustos voltem ao túmulo, os povos todos que se esquecem de Deus! Pois o indigente não será esquecido para sempre, e a esperança do pobre jamais se frustrará”.
   Estas são orações que exprimem uma esperança que na verdade se realiza na história através dos séculos. Os reinos e impérios injustos, os sistemas políticos que sustentam a ganância dos poderosos e oprimem os pobres, vão à falência um atrás do outro. O salmista observa que “O injusto se gloria da própria ambição, o avarento despreza e maldiz a Deus! O injusto é soberbo, jamais se interroga. Deus não existe é tudo o que pensa” (Salmo 10, 3-4).
   Os Salmos nos estimulam a ver a ação de Deus na defesa dos fracos e imitá-lo: “Feliz quem cuida do fraco e do indigente, Deus o salva no dia infeliz. Deus o guarda e mantém vivo, para que seja feliz na terra, e não o entrega á vontade de seus inimigos” (Salmo 41, 2-3). Nos Salmos somos estimulados a colocar em prática a lei de Deus que é a lei do amor fraterno: “A lei de Deus é perfeita, um descanso para a alma. O testemunho de Deus é firme, instrução para o ignorante. Os preceitos de Deus são retos, alegria para o coração. O mandamento de Deus é transparente, é luz para os olhos” (Salmo 19, 8-9). Se observássemos os mandamentos de Deus a Terra viveria em paz.
   E por fim os Salmos, em nossa cultura que adora o dinheiro, a fama e o poder, nos convidam a confiar em Deus acima de tudo: “Só em Deus a minha alma repousa, porque dele vem a minha salvação. Ele é minha rocha e salvação, a minha fortaleza: jamais serei abalado” (Salmo 62, 2-3). “Porque o Senhor é meu pastor, nada me falta” (Salmo 23,1).

Sergio Tannuri, presidente da Aciscs (Associação Comercial e Industrial de São Caetano), na quinta (11), presenteou sócios e empresários com a palestra: “O jeito Disney de Encantar os Clientes”, apresentada por Peterson Coli, CEO da Ideale e autor do livro “Ação” e Caio Ito, especialista em marketing do Sebrae. O auditório ficou pequeno para acomodar os 120 convidados. O objetivo da ação foi aperfeiçoar o contato entre comerciantes e a clientela. “A palestra foi verdadeiramente inspiradora, destacando a importância de conexão genuína e atenção aos detalhes ao lidar com os clientes”, afirmou Tannuri.


Pagina 1 de 1908

Main Menu

Main Menu