22 Jan 2022

Com cerca de três anos de idade, Beatriz Souza de Oliveira teve o primeiro contato com composições de Johann Sebastian Bach, ao acompanhar seu pai em aulas de harmonia e contraponto na Fundação das Artes de São Caetano. Ali, a musicista começou a sua história com a instituição, onde se formou em piano e que a preparou para maiores desafios, como a Ecole Normale de Musique de Paris, conservatório na França onde estuda para obter o diploma de concertista. “A música sempre fez parte do meu cotidiano. Tinha sempre muita música acontecendo dentro de casa. Ensaios, concertos, conversas, estudos, escalas e improvisos”, relembra.

A decisão de ser pianista também veio cedo, aos quatro anos, ao ouvir uma criança tocar um trecho de uma sonata do Beethoven. “Não pude entrar direto no piano pois era muito nova. Fiz aulas particulares até poder fazer o teste na Fundação”. Cursando da musicalização ao profissionalizante na escola, Beatriz conta que suas melhores lembranças do Brasil aconteceram na Fundação.

“Várias vezes pessoas insistiram para que nós procurássemos uma escola de música mais próxima de casa, pois eram três horas de viagem só de ida. Mas existia algo na Fundação muito maior que o apego aos professores. Algo me impedia de partir, provavelmente o contato diário com as outras artes. Hoje, definitivamente, não me arrependo”, conta. 

Além da qualidade de ensino, que diz nunca mais ter visto em instituição alguma no Brasil ou na Europa, Beatriz destaca que as atividades culturais promovidas eram fantásticas. “Tinha exposição de arte e obras em cada canto do prédio, bailarinas espalhadas no hall, lindos espetáculos das classes de dança, apresentações da turma do teatro, concertos dos professores, concertos com orquestra, rodas de samba e de choro, o pessoal do jazz e nossos próprios recitais. Em algumas ocasiões, as Artes se reuniam e fazíamos uma grande festa”, conta.

Graças à sólida formação musical que recebeu na Fundação das Artes, a pianista se formou na Universidade de São Paulo (USP) e foi premiada com uma bolsa de estudos na Ecole Normale de Musique de Paris. Beatriz se apresenta regularmente em salas de concerto da França e tem projetos para realizar turnês de concertos solo pela Europa, além de manter atividades pedagógicas. 

Musicalização

Na Fundação das Artes, o primeiro contato com a música ocorre a partir de 5 anos, com a Musicalização, que fornece uma importante base ao estudante. Há ainda os cursos de Iniciação Musical (entre 7 e 12 anos), Formação Musical ou Introdução Musical (a partir dos 12 anos) e aulas com instrumentos. Para mais informações, acesse www.fascs.com.br.

A partir de segunda (24), Diadema dará início à aplicação do imunizante contra Covid-19 em crianças a partir de 6 anos de idade, sem comorbidades. A ampliação da faixa etária foi possível graças ao estoque do município com doses suficientes das vacinas Pfizer e Coronavac, autorizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Até 21 de janeiro, Diadema vacinou crianças de 9 a 11 anos sem comorbidades e de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiência permanente, indígenas ou quilombolas.

“As crianças merecem toda a atenção das nossas unidades e estamos preparadas para recebê-las na próxima semana e avançar com a campanha de vacinação no município para garantir proteção para esse público também”, afirmou Maria Luiza Malatesta, coordenadora da Atenção Básica de Diadema.

Para receber a vacina, pais ou responsáveis devem levar a criança na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência, das 8h30 às 16h, munidos de CPF, documento pessoal com foto ou certidão de nascimento, comprovante de endereço de Diadema e caderneta de vacinação de rotina. No caso das crianças com comorbidades, é necessária documentação que comprove a condição clínica, como exames, laudos, receitas, relatórios ou prescrição médica. Para agilizar a vacinação, a Secretaria Municipal de Saúde recomenda que os pais façam o pré-cadastro no site Vacina Já (www.vacinaja.sp.gov.br). 

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, promoveu, na sexta (21), a entrega de pacote de melhorias no Jardim Leblon, na macrorregião do Ferrazópolis. Na oportunidade, moradores do bairro foram contemplados com a inauguração da nova Praça Henrique Trindade, cujo espaço foi totalmente revitalizado, e ainda com a conclusão das obras de recapeamento asfáltico do bairro. Ambas as entregas foram prestigiadas pelo vice-prefeito, Marcelo Lima, pelo secretário de Esportes e Lazer, Alex Mognon, além de vereadores e moradores da região.

 Instalada em área 1.550 metros quadrados, a Praça Henrique Trindade é o 49º equipamento de lazer da cidade inserido no programa Praça-Parque. A ação permitiu que o espaço fosse totalmente revitalizado, passando a contar agora com nova quadra esportiva, com traves e alambrados, playground, academia ao ar livre, espaço pet, pista de caminhada, área de convívio, iluminação, novo paisagismo e ainda gradil no seu entorno. Ao todo, foram investidos R$ 439 mil nas melhorias do equipamento, em parceria com o Governo do Estado.

 “A partir de agora, os moradores passam a assumir a responsabilidade da Praça-Parque Henrique Trindade. Serão eles a definir o horário de abertura e fechamento. Um modelo que tem dado certo em toda nossa cidade e que, acima de tudo, garante que os moradores se empoderem desses espaços”, destacou o chefe do Executivo. “Moradores passam agora a desfrutar de uma praça totalmente revitalizada, colorida e com infraestrutura completa”.

ASFALTO NOVO – O Jardim Leblon foi contemplado hoje ainda com a entrega do recapeamento asfáltico de cinco ruas, são elas: Ministro Adauto Cardoso, Heron Domingues, Rolando Pietro Bonini, Guglielmo Marconi e Ábramo Luchesi, totalizando 8 mil metros quadrados. As vias receberam nova pavimentação e ainda sinalização. Os trabalhos foram executados pela Secretaria de Serviços Urbanos, por meio do programa Asfalto Novo.

 “O nosso bairro está muito mais lindo depois dessas melhorias. Eu que moro em frente à praça já sinto uma energia melhor. A praça está mais viva, com equipamentos novinhos. Dá até gosto de entrar nela”, destacou a aposentada Lourdes Gimenes Parra, 78 anos.

 MAIS INVESTIMENTOS – E as melhorias no Jardim Leblon não param por aí. Atualmente, duas escolas municipais instaladas na região estão sendo contempladas com o programa Escola Mais Bonita. São elas: EMEB Hygino Baptista de Lima e EMEB Antônio José Mantuan. A expectativa é a de que as revitalizações sejam concluídas nas próximas semanas.

O governo federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), investiu, em 2021, R$ 3 bilhões para a conclusão, contratação ou retomada de 8.282 mil empreendimentos de mobilidade e desenvolvimento regional e urbano nos 26 estados e no Distrito Federal. Os recursos são provenientes do Orçamento Geral da União (OGU) e de financiamentos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e beneficiaram ao menos 5 milhões de pessoas em todo o País.

 Em todo o ano passado, foram entregues 3.576 empreendimentos, retomadas 1.052 obras e outros 3.654 projetos foram contratados. São ações de pavimentação e recapeamento de vias públicas, instalação de sistemas de microdrenagem, construção de calçadas com acessibilidade, ciclovias e corredores de transporte coletivo por ônibus, instalação de sinalização viária e elaboração de estudos e projetos. Também houve outros tipos de obras, como construção de praças.

“Este Governo tem um compromisso com o pagador de impostos, que é de não deixar obras paralisadas. Essa é uma orientação expressa do presidente Jair Bolsonaro e que temos trabalhado arduamente para cumprir. Isso demonstra o respeito pelos impostos que são pagos pela população e que estão ajudando a melhorar a vida de quem mora nas cidades brasileiras”, destaca o ministro Rogério Marinho.

 A maior quantidade de obras apoiadas pelo MDR está na Região Nordeste. Foram 2.682 empreendimentos, com um total de R$ 1,05 bilhão em aportes federais. O Sudeste vem na sequência, com 2.537 projetos e R$ 857 milhões em recursos. Já os estados da Região Sul ficaram com R$ 597,4 milhões, que financiaram 1.744 ações. No Norte, o total de investimentos da União alcançou R$ 550 milhões e abarcou 649 projetos. Por fim, a Região Centro-Oeste teve acesso a R$ 507,1 milhões, destinados a 665 obras.

 Uma das obras apoiadas com recursos federais entregues em 2021 foi a Estação Mendes-Vila Natal, que integra a Linha 9 -- Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Urbanos (CPTM). O aporte total de R$ 500 milhões, dos quais R$ 222,7 milhões já foram repassados, apoia a construção de duas estações, que interligarão a cidade de Osasco (SP) e a Zona Sul da capital paulista, e a instalação de 4,5 quilômetros de trilhos. Serão beneficiadas cerca de 800 mil pessoas na Região Metropolitana.

 Além disso, o empreendimento compreende a construção de quatro viadutos, duas passagens inferiores de pedestres, três passagens para veículos, um bicicletário em cada estação e sistema de sinalização do trecho, entre outras intervenções. A previsão é que o tempo de deslocamento entre início e o fim da Linha 9 - Esmeralda será reduzido em uma hora, beneficiando mais de 800 mil pessoas em todo o percurso.

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia exercerá a função de coordenador do programa de governo do candidato do PSDB à Presidência da República, João Doria. Atualmente, Maia ocupa o cargo de secretário estadual de Projetos e Ações Estratégicas do governo paulista. Convidado na terça (18) pelo próprio governador, Maia aceitou o desafio. 
 
Na coordenação do programa de governo, Maia definiu com Doria três eixos principais: o refortalecimento da democracia; o compromisso do país com o meio ambiente e a adoção de um novo regime fiscal. Temas como desigualdade de gênero, racismo e combate a fome terão papel central na agenda liderada por Maia. 
 
“A experiência de Rodrigo Maia, seu brilhante desempenho como secretário de Ações Estratégicas e seu traquejo político além do amplo conhecimento das necessidades do povo brasileiro são fundamentais para fortalecer nosso projeto”, afirmou Doria. 
 
O deputado carioca integra o grupo de auxiliares mais próximos do presidenciável. Em agosto do ano passado, Maia se licenciou do mandato de deputado federal para assumir o comando a Secretaria de Projetos e Ações Estratégicas do governo de São Paulo. Sua atribuição é dar agilidade a inúmeros projetos de privatização em curso no Estado, firmar parcerias público-privadas e promover leilões de concessão de serviços públicos a empresas privadas.
 
“Agradeço a João Doria pelo convite. Os políticos precisam compreender que é muito importante que participemos da construção dos programas dos nossos candidatos. É preciso compreender a realidade de cada área e construir soluções baseadas em dados concretos, em programas que possam de fato ser viabilizados, e não em projetos populistas”, ressalta Maia.

O ABC ampliou a vacinação de crianças contra a Covid-19, após a autorização pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do uso da Coronavac na faixa etária dos 6 a 17 anos.

A região começou, na sexta (14), a vacinação de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiência, indígenas e quilombolas. A imunização teve início assim que o ABC recebeu o primeiro lote da vacina infantil da Pfizer.

Com a autorização da Coronavac pela Anvisa, os municípios podem reforçar a campanha vacinal, pois as doses já estavam armazenadas no Instituto Butantan e vão seguir a mesma logística de distribuição de outros imunizantes fabricados pelo principal produtor de imunobiológicos do Brasil.

A orientação das prefeituras da região é para os pais realizarem o cadastro no site www.vacinaja.sp.gov.br. No dia da vacinação, é obrigatório apresentar os documentos pessoais da criança.

Neste sábado (22) e no domingo (23), a Prefeitura de Santo André vai realizar um mutirão de vacinação contra Covid-19 para crianças com idade entre 6 e 11 anos sem comorbidades. Para se vacinar, é necessário fazer agendamento no site psa.santoandre.br/vacinacovid.

São Bernardo imuniza, a partir desta sexta-feira, crianças de 5 a 11 anos sem comorbidades. Os moradores de 5 anos vão receber o imunizante da Pfizer, que é o único autorizado pela Anvisa, e os demais podem receber tanto a Coronavac quanto a Pfizer. O agendamento pode ser feito por meio do link www.saobernardo.sp.gov.br/web/coronavirus.

Em São Caetano, a vacinação para crianças de 6 a 11 anos também tem início nesta sexta-feira. É necessário agendamento prévio no site https://portais.saocaetanodosul.sp.gov.br/sesaud-agendamentos.

Diadema e Mauá realizam nesta sexta-feira a imunização de crianças a partir de 9 anos. Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra seguem com a vacinação de crianças de 11 anos com comorbidades.

O presidente do Consórcio Intermunicipal do ABC e prefeito de Santo André, Paulo Serra, ressaltou o avanço da vacinação contra a Covid-19 nas sete cidades.

"A imunização é muito importante para proteger nossa gente contra o coronavírus. A vacina salva vidas e tem sido fundamental para enfrentarmos a pandemia", afirmou Paulo Serra.


Pagina 1 de 1359

Main Menu

Main Menu