23 May 2024

 Em pouco mais de um ano, já foram liberados pela a Desenvolve SP, agência de fomento do governo do Estado de São Paulo que concede crédito para micro, pequenas e médias empresas, quase R$ 8 milhões para financiamentos de projetos de empreendedoras. Somente em abril deste ano, o total em créditos liberados pela agência para o empreendedorismo feminino no Estado de São Paulo foi de R$ 2,2 milhões. Em março, foi liberado R$ 1,1 milhão. Um crescimento de 100% de um mês para o outro.

 Estudo recente da Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados), revelou um aumento significativo no número de mulheres empreendedoras no Estado de São Paulo. Nos últimos três anos, houve um crescimento de cerca de 25% no número de mulheres que optaram por trabalhar por conta própria, passando de 1,7 milhão em 2019 para 2,1 milhões em 2022. Aproximadamente, uma em cada quatro empreendedoras no Brasil reside em alguma cidade paulista, representando um contingente de 2,4 milhões no total nacional.

 A Desenvolve SP possui duas linhas de financiamento, a Desenvolve Mulher e a Desenvolve Mulher Sustentável. Criadas em março de 2023, as linhas já atenderam 33 empresárias de 24 cidades nos setores do comércio, indústria e serviços, donas de empresas ligadas aos ramos da alimentação, alojamento, educação, vestuário, serviços automotivos, engenharia, arquitetura, e indústrias químicas e de transformação.

 As linhas voltadas especificamente ao empreendedorismo feminino já atenderam inclusive uma empreendedora de Santo André, com o valor de R$ 203,4 mil, concedidos em junho 2023.

 De acordo com a superintendente de Produtos e Parcerias da Desenvolve SP, Antonia Tallarida Martins, as linhas de financiamento específicas para as empreendedoras geram uma maior equidade de oportunidades.

  “Permite o aumento da produtividade e o crescimento sustentável da renda e do emprego nas regiões onde essas empresas estão instaladas”, afirma.

Perfil das empreendedoras

   De acordo com a Fundação Seade, a maioria das empreendedoras está na faixa dos 35 aos 44 anos, com um total de 672,7 mil mulheres. Em seguida, estão as mulheres entre 45 e 54 anos, somando 524 mil empreendedoras. 

   O setor de serviços é o mais procurado pelas paulistas, reunindo 64% do total de 2,4 milhões. O comércio também se destaca, com mais de 500 mil mulheres atuando no ramo.

 Maio é o mês da conscientização sobre a segurança no trânsito. A campanha Maio Amarelo, criada em 2014 pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), alerta a população sobre os ele-vados índices de acidentes no trânsito.

Somente em 2023, ocorreram 5.439 óbitos decorrentes do trânsito no Estado de São Paulo, sendo 75% atrelados a pedestres e motociclistas.

 De acordo com a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), nos primeiros quatro meses deste ano fo-ram registrados 12.079 acidentes, contra 11.640 no mesmo período de 2023, o que representa um aumento de 3,77%. A quantidade de mortes também subiu. Foram 310, em 2023, e 328, em 2024, alta de 5,81%.

 Segundo o ‘Anuário Rodoviário de Acidentes - 2023’, ocorreram 662 acidentes com vítimas fatais nas estradas administradas pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem). É o maior número desde 2019, quando foram registrados 677 sinistros de trânsito com óbitos nestas estradas. Em toda a malha rodoviária paulista foram 1.716 óbitos em 2023. De acordo com o anuário, uma pessoa morre nas estradas de São Paulo a cada cinco horas.

 No ABC, segundo o novo portal de dados do Sistema de Informações Gerenciais de Sinistros de Trânsito (Infosiga) do Detran-SP, lançado na quinta (16), em 2023, foram 249 mortes em acidentes de trânsito somando dados das sete cidades. Em 2022, foram 216 mortes. O que representa alta de 15,2%. Este ano, de janeiro até a última sexta (17), já foram registrados 61 óbitos.

 Na quinta (16), o vice-governador Felício Ramuth, participou do lançamento do novo Infosiga, onde, na ocasião, foi apresentado, também, o novo Anuário Rodoviário de Acidentes, que volta a ser editado pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem), depois de oito anos, e a nova campanha para conscientização no trânsito paulista.

 O novo site do Infosiga, Sistema de Informações Gerenciais de Sinistros de Trânsito, permite o cruzamento de dados sobre segurança viária, com dados do Detran-SP, do sistema de saúde, de agências reguladoras de trânsito de aplicativos de mobilidade, como o Waze.

 “O Infosiga é uma ferramenta que dá transparência e acesso irrestrito, para que todos possam acompanhar o que tem acontecido nas nossas rodovias estaduais e nas cidades. Quando se têm dados e informação, se tem assertividade e economia de recursos”, afirmou Ramuth.

 Este ano, a campanha tem como tema “Paz no trânsito começa com você”. Na região, as Prefeituras estão engajadas com a campanha, promovendo ações educativas nos municípios.

 Em Santo André, acontece, durante todo o mês, nas escolas municipais, o Circuito Itinerante de Mobilidade (Cimob), que consiste em uma estrutura móvel que simula uma cidade sinalizada, ruas, semáforos, placas e faixa de pedestres. No sábado (25), no Centro de Educação para a Mobilidade (CEM), localizado na Sabina Escola Parque, haverá ações especiais em parceria com o Detran-SP.

 Em São Bernardo, a Prefeitura promove uma série de ações de conscientização e de educação no trânsito em diversos pontos da cidade. São blitzes educativas em locais estratégicos do município, além de panfletagem para pedestres e abertura de faixas nos semáforos.

 Em São Caetano, as ações aconteceram no mês de abril no Parque Espaço Verde Chico Mendes, com atividades para alunos de 5 a 9 anos das EMEFs, por meio do Programa ‘Na Pista Certa em São Caetano’, com atividades lúdicas e pedagógicas em estrutura itinerante.

 Diadema promove atividades como peças teatrais e jogos educativos nas escolas. 

 Em Ribeirão Pires, uma das ações promovidas é o curso “Brincando de Trânsito” para estudantes do 1° ao 9° ano. Na quarta (29), os estudantes realizam a “Mostra de Trânsito”, exposição que será desenvolvida por meios dos ensinamentos adquiridos durante o curso.

Na quinta (9), a Prefeitura de São Bernardo, por meio do Fundo Social de Solidariedade, iniciou a Campanha de Inverno 2024. O reforço da campanha deste ano será “A turma do calorzinho”, composta pelas cinco mascotes vencedoras do chamamento cultural promovido entre estudantes de unidades de ensino públicas e privadas de São Bernardo matriculados entre o 1° e 5° ano do Ensino Fundamental. São eles: Girassol, Lucas, Rustiquinho, Pipa Lucas e Super-Lili. Juntos, eles não deixarão o frio chegar!

O aluno do 4° ano do Colégio Harmonia, Caio Tanaka, foi um dos vencedores ao criar o Lucas, na categoria Inclusão e Diversidade. “Eu estou muito feliz pelo meu desenho ter sido escolhido e poder representar todas as crianças que participaram”, disse Caio, de 9 anos.

Como premiação, Caio ganhou um celular, além de um curso de desenho e um kit de artes. O Colégio Harmonia ganhará ainda um dia com brinquedos infláveis. O estudante, que sempre gostou de desenhar, está tão feliz com a conquista que afirmou estar pronto para outros concursos e espera inspirar outros colegas.

“A conquista do Caio reflete o apoio e a orientação contínua de nossos dedicados professores, aliado aos ambientes de aprendizado estimulantes que cultivamos em nossa escola. A criatividade e a habilidade do Caio, bem como sua fala no momento do prêmio, onde disse estar representando todos os participantes que não foram premiados, é o resultado do nosso conceito de Educação Integral, somado à excelente base familiar dele. Estou confiante de que esta conquista servirá como inspiração para todos os nossos alunos, encorajando-os a perseguir seus sonhos com determinação e coragem, sempre com amor ao próximo”, destacou o diretor do Colégio, Edilson Bertucci.

Os alunos Bernardo Colen, do 3° ano, e Augusto Menezes, do 5° ano, tiveram os desenhos selecionados para a etapa final e ganharam certificado de participação e headphones.

“Como professora de artes visuais, tive a oportunidade de fazer com que os alunos do Ensino fundamental Anos Iniciais colocassem a “mão na massa” na produção de personagens que pudessem ilustrar simbolicamente o valor de ações do bem e que tem o poder de transformar a nossa cidadania em consciência cívica, onde o “eu” de cada criança interage e se volta para o “outro”. No Colégio Harmonia, os alunos desenvolvem, desde muito pequenos, habilidades que vão muito além do que se aprende na escola. Isso porque, eles concretizam por meio do envolvimento com as artes em transdisciplinaridade com outras disciplinas, estudos que abordam as questões mais prementes da sociedade, pois de modo constante, eles são sensibilizados para a percepção das diversidades socioeconômicas e culturais. Essa construção de uma consciência formativa dos alunos faz com que eles percebam que a educação é para todos”, detalhou a professora Dra. Marcela Nhedo.

Todas as peças de inverno recebidas na campanha serão repassadas para entidades assistenciais cadastradas no Fundo Social, que atuarão como pontos de triagem e distribuição dos itens arrecadados junto às comunidades onde estão inseridas. Desde 2017, já foram arrecadados e distribuídos mais de 700 itens pela campanha.

O Colégio Harmonia será um dos pontos de arrecadação. De acordo com a presidente do Fundo Social, Greici Picolo, parte das arrecadações entre roupas de frio, cobertores, novos e usados, em bom estado de conservação serão destinadas às vítimas da tragédia no Rio Grande do Sul. A campanha vai até 1° de agosto.

A Avenida Atlântica, na Vila Valparaíso, em Santo André, está sendo beneficiada com obras do programa Rua Nova. A via, que termina no limite com São Bernardo, é utilizada diariamente por milhares de motoristas, passageiros e pedestres.

Na sexta (17) o prefeito Paulo Serra caminhou por trecho da via e acompanhou de perto a evolução da renovação asfáltica. Também estiveram presentes os secretários Vitor Mazzeti Filho (Infraestrutura e Serviços Urbanos) e Gilvan Junior (Ações Governamentais).

“Asfalto era um problema crônico, ainda tem desafios, muita rua para fazer, mas estamos chegando a quase 400 quilômetros já feitos pela cidade toda”, disse o prefeito Paulo Serra. “A Avenida Atlântica é um importante corredor e estava muito ruim, mas está ficando linda, com cara nova. E em breve a gente entrega”, ressaltou Serra.

Está sendo recapeado 1,2 quilômetro da Avenida Atlântica, o que corresponde a 11.541 metros quadrados de asfalto novo. Além disso, está em reconstrução 1,1 quilômetro de sarjetas e sarjetões. No total, o investimento é de R$ 1,9 milhão. E além dessa frente de trabalho, há ainda outras duas, uma delas finalizando a Rua Oratório e outra na região da Vila Luzita e Jardim Guarará.

Com mais esse progresso, o Rua Nova se aproxima dos 400 quilômetros de ruas recapeadas em todas as regiões da cidade. O programa já beneficiou bairros como Vila Alto de Santo André, Vila Francisco Matarazzo, Bangu, Jardim Nice, Parque das Nações, Parque Erasmo Assunção, Parque Jaçatuba, Vila Curuçá, Vila São Pedro, Parque Capuava, Jardim Ana Maria, Parque João Ramalho, Parque Novo Oratório, Utinga, Jardim Alzira Franco, Jardim Santo Alberto e Vila Lucinda.

Outras localidades nas quais o programa passou são Vila João Ramalho, Vila Leopoldina, Vila Aquilino, Vila Scarpelli, Vila Príncipe de Gales, Casa Branca, Jardim Jamaica, Jardim Las Vegas, Jardim Milena, Cidade São Jorge, Vila Humaitá, Cata Preta, Centreville, Jardim Santo André, Parque Miami, Jardim Santa Cristina, Jardim Cipreste, Jardim do Mirante e Sítio dos Vianas.

Também foram recapeadas vias do Centro e dos bairros Santa Maria, Vila Bastos, Jardim, Vila Assunção, Vila Gilda, Centro, Vila Alzira, Vila Marina, Vila Guiomar e Vila Pires.

A Prefeitura de Mauá abre, nesta segunda (20), as inscrições para o processo seletivo com o objetivo de contratar médicos e também formação de cadastro reserva. Existem vagas para oito especialidades: Ginecologista, Neurologista, Neurologista Pediátrico, Endocrinologista Pediátrico, Hematologista, Reumatologista, Pneumologista e Psiquiatria Pediátrica.

Os candidatos interessados devem fazer a inscrição entre os dias 20 de maio e 09 de junho pelo link https://processoseletivo.maua.sp.gov.br. Os detalhes sobre o processo seletivo estão disponíveis no edital que pode ser acessado no mesmo endereço. A contratação é por tempo determinado, com duração de até 12 meses, podendo ser prorrogado por mais um ano.

A Prefeitura de São Bernardo irá estender a campanha de coleta seletiva aos condomínios residenciais. A medida, foi anunciada na sexta (17), em homenagem ao Dia Mundial da Reciclagem, visa intensificar trabalho de conscientização sobre a destinação correta de resíduos, entre eles deslocando equipes responsáveis por impactar um terço da população do município, que, atualmente, mora em apartamentos.

Conforme dados recentes do Censo Demográfico, divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mais de 243 mil moradores de São Bernardo residem em apartamentos, o que representa quase 100 mil imóveis concentrados em condomínios. A ação envolve a sensibilização deste público sobre a importância socioambiental da iniciativa. Com esse conceito, a Prefeitura lançou novo passo da campanha, compondo materiais específicos para auxiliar os condomínios a separar, acondicionar e encaminhar o lixo para a coleta seletiva da cidade.

O anúncio foi realizado na sede da cooperativa Cooperluz, localizada no bairro Cooperativa, reunindo o secretário adjunto de Meio Ambiente e Proteção Animal de São Bernardo, Giba Marson, e o titular da Pasta de Serviços Urbanos, Marcos Cayres, além de representantes de cooperativas, incluindo a Reluz, e da empresa SBA Ambiental, responsável pelo serviço de coleta na cidade.

“Medida fundamental de educação ambiental, levando trabalho de sensibilização e informação, dentro deste novo momento da campanha em incentivo à separação adequada de resíduos nos condomínios. É uma grande ação, mais qualidade do serviço na cidade, melhora nos índices de reciclagem e valorização do meio ambiente, além de gerar emprego e renda a trabalhadores das cooperativas. Mas tudo isso só tem sentido com a participação da população”, frisou Marson.

O primeiro passo da campanha de coleta seletiva, voltada a percorrer mais de 200 mil residências, foi apresentada em março do ano passado. No período, mediante ações de educação ambiental promovidas por agentes de rua, porta a porta, houve aumento de 13,71% na quantidade de materiais encaminhados para a coleta seletiva em relação a fevereiro de 2023, mês anterior ao trabalho de sensibilização. Além da reciclagem, a atuação resultou também na revitalização de 39 pontos de descarte irregular de resíduos.

Segundo Marcos Cayres, que administra a Secretaria responsável pela zeladoria da cidade, a ação remete a trabalho de “muitas mãos”, que conscientiza e informa os moradores, aumentando, assim, a participação no serviço e elevando a adesão à coleta seletiva. São Bernardo coleta, atualmente, aproximadamente 1.000 toneladas por mês de material reciclável. “Ações, assim, colocam em destaque o quanto é significativo a separação e a coleta regular. A natureza clama por isso, estamos vivenciando eventos climáticos, como os do Rio Grande do Sul. Precisamos fazer a nossa parte.”

PARTICIPAÇÃO – Para estimular a coleta seletiva nos condomínios da cidade, a campanha lançou um site: https://sbclimpeza.com.br/.  Nesta página virtual, é possível ter acesso aos materiais informativos, além de formulário para que os moradores chamem uma equipe de educação ambiental para auxiliar no trabalho dentro dos conjuntos residenciais.


Pagina 4 de 1932

Destaques

"Temos que nos preparar"…

22 Mai 2024 Política

Main Menu

Main Menu