19 Jul 2019

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

A pesquisa Global Consumer Trends 2019, da Euromonitor International, reforça que a busca dos consumidores por produtos com ingredientes naturais está em crescimento e que a demanda por transparência total das formulações já atinge 19% dos participantes. Diante dessas tendências do setor, a Wickbold, empresa líder no segmento de pães especiais, amplia o portfólio de sua tradicional linha 100% Integral e apresenta o novo sabor Grãos Germinados.

A novidade chega para complementar o amplo portfólio de produtos diferenciados da Wickbold, marca conhecida no setor por oferecer bem-estar e nutrição para os consumidores. Nesse sentido, os grãos germinados foram escolhidos para trazer ainda mais sabor e apresentar diversos benefícios à saúde das pessoas.

“Junto à nossa equipe de P&D, procuramos entender os benefícios dos grãos e optamos por utilizar trigo e cevada germinados, que trazem ainda mais saudabilidade à formulação do nosso lançamento”, conta Denise Pacheco, Coordenadora de Marketing.

Para reforçar ainda mais as características que tornam o produto diferenciado, a embalagem do pão 100% Integral Grãos Germinados destaca os principais ingredientes e os atributos da formulação, além de facilitar a visibilidade nos pontos de vendas.

Disponível em embalagens de 500g, o novo pão 100% Integral da Wickbold pode ser encontrado nas principais gôndolas.

Grãos Germinados: razões para introduzir na sua alimentação

Segundo a American Association of Cereal Chemists (AACC), os grãos germinados são aqueles que preservam integralmente sua estrutura original - com germe, endosperma e farelo – e não perdem valor nutricional.

A prática de germinação já ocorre há cerca de 100 anos. Atualmente, esse processo é feito ao encharcar as sementes e mantê-las em um ambiente com calor e umidade controlados. O resultado é um grão com características únicas de cor e sabor, além de qualidade nutricional diferenciada.

Quando algumas enzimas são ativadas durante o processo, a disponibilidade nutricional aumenta. Nesse sentido, vale destacar as vitaminas A, B e C, assim como os antioxidantes, a redução do índice glicêmico e a ativação de compostos bioativos, que contribuem para o bom e adequado funcionamento do corpo e exercem ações diferenciadas em comparação às suas versões não germinadas. É importante ressaltar que para fazer tal avaliação e análise, a Wickbold conta com uma equipe de nutrição.

Dentre os alimentos que podem passar pelo processo, estão os cereais integrais (trigo, centeio, cevada e aveia) e as leguminosas (soja, lentilha e ervilha). Tais grãos podem ser utilizados em preparações como pães e bolos ou ainda serem consumidos como opções de acompanhamentos.

Tagged sob

Curtir as férias na Disney é o sonho de muitas famílias e as chamadas “vacation homes” – as casas de férias - se tornaram uma alternativa econômica para quem planeja curtir os parques de Orlando.

Segundo Alexandre Fraga, diretor da Nord Holidays, empresa brasileira especializada em aluguéis de temporada em Orlando, o ideal é procurar casas com pelo menos três meses de antecedência. “Meses de férias e feriados prolongados são os mais procurados, por isso, reservas antecipadas garantem melhores casas e também melhores preços”, revela.

Confira mais dicas e vantagens sobre aluguel de casas em Orlando:

Preço: O valor do aluguel de uma casa em Orlando por temporada é mais vantajoso para famílias .  Há casos em que a tarifa chega a U$ 14,50 por pessoa, em uma casa de quatro ou cinco quartos, enquanto o hotel quatro estrelas mais procurado pelos brasileiros pode sair por até U$ 150;

Confiabilidade: Busque sites com boas referências e sem reclamações em canais de defesa do consumidor. Pesquise suas redes sociais e veja também se a empresa possui atendimentos online, como pelo whatsapp.

De olho na plataforma: Além de sites tradicionais como o Arbnb e Booking, é possível alugar diretamente de plataformas exclusivas, como o site da Nord Holidays.

Localização: Fique atento na localização da casa. Observe se ela fica próxima aos pontos e parques que você deseja visitar. Essa escolha facilita a locomoção e também a segurança da família.

Contrato: É importante que você leia com atenção o contrato antes de fechar o aluguel. Entenda o que é oferecido – como taxas de limpeza, taxas de uso de piscina, entre outros, além de suas obrigações como hóspede. Neste contrato também estão as regras do condomínio a serem seguidas, é importante respeitá-las sempre.

Reserve antes: Programe-se para alugar uma casa com pelo menos três meses de antecedência, pois as casas são muito disputadas, principalmente imóveis entre quatro e cinco quartos. As empresas disponibilizam sites em que é possível fazer a reserva online;

Empresa de confiança: É importante procurar empresas certificadas para atividade hoteleira em Orlando, como a Nord Holidays. “Além das licenças, é importante verificar se a empresa administradora possui seguros”, explica Fraga.

 Fundada em 2015, a Nord Holidays é uma start-up de investimentos imobiliários e administração de imóveis, que tem como objetivo assessorar investidores interessados na aquisição de imóveis na cidade de Orlando, na Flórida. Além disso, a Nord Holidays administra e gerencia os imóveis dos investidores para que obtenham o máximo rendimento, por meio de locações temporárias e mensais. Site: www.nordholidays.com.

Tagged sob

O 19º Festival de Inverno de Paranapiacaba começa, neste sábado (20), com série de atrações. Uma das novidades neste ano é a inauguração da torre do relógio da estação, que foi restaurada e será entregue no primeiro dia do evento, às 19h. Os shows, exposições e intervenções culturais acontecerão em dez pontos diferentes da vila inglesa. Como nas edições recentes, as atividades destacam ainda mais a principal atração do festival: a própria Paranapiacaba.

A primeira atração cultural no sábado será a Banda Lira, que se apresentará na plataforma do Expresso Turístico, às 10h. No período da tarde, o Palco do Mercado receberá o grupo Manatiana (13h), Projeto Tânia Maria 70 anos (15h), a banda Mulamba (17h) e os Harmônicos (19h). Outras atrações no sábado, serão a banda Giallos, às 13h, no Palco da rua Fox, e Leandro Segredo, às 16h, no palco da Rua Direita. O espaço Sesc, no Clube União Lyra Serrano (ULS), a partir das 12h terá série de oficinas, apresentações de dança e um audiotur. As bandas Tarancón e Raíces o de América, se apresentarão às 18h.

No domingo (21), Leandro Matos, a banda Derbaum, Fabio Kideshi e Rodrigo Régis e Tata Alves serão as atrações no palco do Mercado, respectivamente às 13h, 15h, 17h e 19h. A programação no Palco da Rua Fox terá início às 13h, com a banda Ataque à Jugular, e no Palco da Rua Direita, às 14h, com a banda feminina Santa Muerte. Já no Espaço Sesc, no Clube ULS, a partir das 12h, o público poderá conferir outras oficinas, apresentações musicais e de dança, além do audiotur e cortejo com o Samba Lenço de Mauá. A banda Blues Etílicos fecha a programação do espaço, às 18h.

Nos quatro dias, quem for à vila ferroviária poderá conferir ainda série de oficinas, vivências, saraus, exposições e atividades de lazer, além de feiras como a de Artes e Antiguidades, de Vinil e a de produtos de cambuci, fruto típico da Mata Atlântica. O espaço Locobreque abrigará as apresentações de circo. E a webrádio Rádio Plano B fará a transmissão ao vivo do evento.

Torre do relógio - Um dos destaques da edição deste ano será a entrega oficial da torre do relógio, construída em 1898, que foi totalmente restaurada e passou a contar com uma iluminação especial. O relógio estava parado há mais de 10 anos, e a última ação para conservação foi realizada em 2003. A inauguração ocorrerá às 19h do primeiro dia do Festival de Inverno.

Quem for à Vila durante o FIP vai poder conferir também o Museu Castelo, que passou por reforma, além de outros locais que foram restaurados, como a Garagem das Locomotivas, a Oficina das Locomotivas, a Igreja Senhor Bom Jesus de Paranapiacaba e a Casa da Família Ferroviária (Casa Fox).

Tagged sob

Em cada dez micro e pequenos empresários que atuam no comércio e no ramo de serviços, seis (65%) não planejam contratar crédito para seus negócios em um horizonte de três meses. A constatação é do Indicador de Demanda por Crédito calculado pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito). O percentual de indecisos saltou de 17% para 24%, ao passo que apenas 11% declararam a intenção de contratar crédito para seus negócios. Puxado pela alta incidência de consumidores reticentes em buscar crédito, o indicador registrou 26,0 pontos em junho, com um pequeno crescimento de apenas 1,0 ponto na comparação com o mês anterior. O número varia de zero a 100, sendo que quanto mais próximo a 100, maior é demanda do empresário por crédito.

A maioria dos que não pretendem contratar crédito diz não ver necessidade (42%) ou então alega ser possível manter a empresa com recursos próprios (40%). Em seguida, aparecem os empresários que justificam devido às altas taxas de juros (25%) e o receio de não ter condições de pagar as prestações no futuro (11%).

O indicador de demanda por crédito tem permanecido em baixo patamar, mesmo após o fim da recessão econômica e sinaliza que a recuperação está distante de atingir um ritmo satisfatório. “A revisão das expectativas sobre o futuro da economia mantem o apetite ao crédito modesto. Mesmo com uma sutil melhora das condições econômicas do país, a demanda por crédito está distante do um nível ideal para induzir o crescimento”, avalia o presidente da CNDL, José Cesar da Costa.

Mais de um terço (33%) dos empresários de menor porte considera difícil contratar empréstimos e financiamentos, contra apenas 16% que avaliam o processo de modo simples. Os principais motivos são o excesso de burocracia e exigências dos bancos (61%) e as altas taxas de juros (47%). Na opinião dos entrevistados, o crédito via BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Social) é o mais complicado de se obter, com 21% de menções. Em seguida aparecem os empréstimos em instituições financeiras (16%).

Já entre os que consideram a contratação algo fácil (16%), as justificativas mais citadas são o bom relacionamento com o banco (45%), estar com as contas em dia (45%), encontrar-se com a documentação regularizada (30%) e tempo de existência da empresa (17%). Levando em conta a minoria de empresários que tomarão recursos emprestados, a média é de R$ 44.339,62 a serem contratados.

Demanda por investimento cresce 1,7 ponto, mas empresários indecisos e os que não vão investir ainda formam maioria

O Indicador de Demanda por Investimento do micro e pequeno empresário melhorou na comparação com o mês anterior, apesar de a maioria não pensar em investir. Em junho, ele marcou 48,3 pontos, ante 46,6 pontos em maio. O índice varia de zero a 100, sendo que quanto mais próximo a 100, maior é demanda do empresário ao investimento.

A melhora do indicador fez com que a parcela de empresários que pretendem investir alcançasse os que não devem realizar melhorias em seus negócios: 37% em ambos os casos. Os indecisos somam 25% da amostra.

Dentre os empresários que não pretendem investir, a maioria justifica dizendo que não vê necessidade (45%) ou relata a percepção de que o país ainda não saiu da crise (31%). Há ainda 24% de entrevistados que já investiram recentemente e aguardam retorno.

Já entre os micro e pequenos empresários que pretendem realizar investimentos nos próximos três meses, a maior parte tem como finalidade aumentar as vendas (58%), além da adaptação da empresa a uma nova tecnologia (30%) e da necessidade de atender a uma demanda que aumentou (25%). Para isso, os destinos dos investimentos mais citados são a compra de máquinas e equipamentos (30%), ampliação dos estoques (22%), reforma da empresa (19%) e divulgação em mídia e propaganda (16%). A origem dos investimentos será, para a maioria, o capital próprio, seja por meio de recursos guardados (45%) ou venda de bem (7%).

Na avaliação do presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, o ambiente de incerteza que ainda paira faz com que os projetos de expansão e melhoria do negócio sejam colocados em segundo plano e a preocupação de grande parte dos empresários passa a ser lidar com a queda do faturamento e o aumento da inadimplência “A lenta recuperação da crise leva muitas empresas a operarem com capacidade ociosa e, em alguns casos, até a redução do quadro de funcionários. Em meio a esse ambiente, os investimentos são adiados”, explica Pellizzaro Junior.

Tagged sob

A Braskem, maior petroquímica das Américas e líder mundial na produção de biopolímeros, se uniu à Faculdade de Tecnologia FIAP para desafiar os estudantes do terceiro ano do curso de Engenheira Mecatrônica a proporem novas maneiras de otimizar a produção e ampliar a segurança operacional das plantas da empresa em São Paulo.

Lançado no segundo trimestre deste ano, o projeto tem o objetivo de aproximar os jovens do mercado de trabalho e está alinhado com a busca contínua da companhia por inovação. Para isso, ao longo de dez meses, a Braskem abrirá as portas de suas unidades em São Paulo para uma imersão dos alunos da FIAP no universo petroquímico. Neste período, os jovens ainda contam com capacitações e mentorias promovidas por profissionais da empresa.

O diretor acadêmico da FIAP, professor doutor Wagner Sanchez, explica que o principal objetivo da parceria é aproximar os alunos do ambiente corporativo, para reforçar os conceitos apresentados em sala de aula em situações reais. "Com a Braskem, provocamos os estudantes a testarem seus conhecimentos em Smart Cities e automatização industrial para proporem soluções para a empresa, visando sempre a segurança dos colaboradores e garantindo ganhos em eficiência", afirma.

A Braskem, que tem a inovação como pilar estratégico de negócio, conta com diversas parcerias com universidades, tanto na área de pesquisa e desenvolvimento, quanto no apoio à formação profissional. De acordo com Paulo Omarini, gerente global de Soluções, Arquitetura e Inovação de TI da Braskem, a troca de experiências com os jovens é muito positiva, trazendo novos pontos de vista para iniciativas internas e contribuindo com a capacitação dos estudantes, além de proporcionar a identificação de jovens talentos.

"Acreditamos na parceria com a FIAP e temos grandes expectativas de que, ao final do projeto, teremos insights positivos dos participantes, que poderão efetivamente ser implementados. Em contrapartida, ficamos felizes em contribuir para a capacitação profissional dos estudantes. Valorizamos muito trocas como esta, temos profissionais de áreas e níveis diferentes envolvidos e com certeza colheremos bons frutos", comenta Paulo Omarini.

A FIAP realiza parcerias com empresas desde 2014. A conclusão do projeto está prevista para novembro, durante o festival de tecnologia promovido anualmente pela faculdade.

Tagged sob

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu