23 Jun 2024

Publicado em MIRANTE
Avalie este item
(0 votos)

Votações
Os votos dos deputados têm reproduzido o mapa eleitoral do segundo turno das eleições de 2022. De acordo com levantamento realizado pelo jornal O Estado de S.Paulo, parlamentares do Nordeste foram os mais fiéis ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas votações na Câmara em 2023, tais como Piauí, Bahia, Maranhão, que também são os estados onde Lula foi mais votado do que Jair Bolsonaro (PL). Em relação aos parlamentares oposicionistas, a maior concentração está no Sul e no Centro-Oeste, nos estados do Mato Grosso, Santa Catarina e Rondônia.

Votações I
Dentro dos partidos, as divisões regionais também se mantêm. Parlamentares da mesma sigla são mais ou menos governistas, a depender do perfil eleitoral do Estado, como por exemplo, os Republicanos, em Pernambuco, que votaram a favor do governo em 90,2%. Já no Rio Grande do Sul, esse número cai para 50,4%. No PL, Ícaro de Valmir, representante do partido no Sergipe, seguiu o governo em 80% das votações, enquanto que no Mato Grosso, a sigla acompanhou apenas 20% das votações governistas.

Convocação
O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), por meio de vídeo postado em suas redes sociais, convocou apoiadores para, no domingo (25) de fevereiro, às 15h, se reunirem, junto a ele, na Av.Paulista, em São Paulo. “Estarei realizando um ato pacífico em defesa do nosso estado democrático de direi-to. Peço a todos vocês que compareçam trajando verde e amarelo e, mais que isso: não compareçam com qualquer faixa e cartaz contra quem quer que seja”, diz na publicação.

Convocação I
Até o momento alguns membros dos apoiadores de Bolsonaro já confirmaram presença, tais como o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), o senador Ciro Nogueira (PP-PI), ex-chefe da Casa Civil de Bolsonaro e o senador Marcos Pontes (PL-SP), ex-ministro de Ciência e Tecnologia).

Palanque
O PT planeja uma série de ações para inserir a primeira-dama, Janja da Silva, na campanha eleitoral deste ano. A socióloga é considera um ativo eleitoral pelo partido e poderá gravar vídeos para candidatos e, até mesmo, reforçar palanques durante as disputas municipais. A sigla também tem a intenção de alavancar mais candidaturas femininas e superar a cota obrigatória de 30% de participação das mulheres e chegar a um número próximo dos 50%. O pontapé inicial será em março, em um encontro de pré-candidatas em Brasília.

Visita
O presidente nacional do PSDB, Marconi Perillo, percorrerá estados para estimular possíveis candidaturas do partido para as eleições municipais e evitar mais baixas. Em março, Perillo deverá visitar Pernambuco e terá a missão de convencer a governadora Raquel Lyra a permanecer na sigla, apesar dos recentes convites que ela tem recebido, para migrar para o MDB e PSD.

Movimento
Além de São Paulo e São Bernardo, que foram anunciadas como cidades prioritárias para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nas disputas às Prefeituras, que ocorrerão nas eleições municipais, Belém (PA) também deverá entrar na lista. Isso porque Belém irá sediar em 2025, a COP, evento que poderá ser a grande vitrine ambiental do governo petista. O temor de Lula é a pré-candidatura de Éder Mauro (PL), ganhar corpo, já que o atual prefeito e pré-candidato à reeleição, Edilson Rodrigues (PSOL), sofre crise de popularidade e poderá ter dificuldade para se reeleger.

Tom
O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB) afirmou para jornalistas, em evento recente na Capital: “Trazer a eleição municipal para uma discussão nacional é covarde, irresponsável e falta de amor pela cidade”. Também disse que não será “nem Lula, nem Bolsonaro”. Quem acredita? O tom entre o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e o pré-candidato Guilherme Boulos (PSOL) já subiu.

Tom I
Durante evento em São Sebastião (litoral norte de São Paulo), Bolsonaro disse: “Mandaram para mim uma declaração do Boulos. Eu ia ficar com receio é se ele tivesse dito que o Lula iria roubar o Tarcísio para o PT, porque disso (roubar) ele entende bem”. Já durante entrevista à revista Oeste, ao falar sobre “o outro candidato”, Bolsonaro chamou Boulos de “invasor de carro”, mas logo se corrigiu trocando para “invasor de casa”. Boulos rebateu, nas redes sociais, com ar de deboche: “Quando as fake news beiram o desespero...”.

Adeus
O vereador e vice-presidente da Câmara de São Bernardo, Afonso Torres, o Afonsinho (PSDB), faleceu, na quarta (14), aos 61 anos. No final do ano passado, Afonsinho havia sido internado no Hospital A.C. Camargo, na Capital, por conta de um câncer no fígado. Afonsinho nasceu em São Bernardo. Formou-se em Administração de Empresas e pós-graduado em Gestão Pública. Também tinha um comércio no Rudge Ramos. Foi assessor do então deputado estadual Orlando Morando na Alesp. Em 2016, se candidatou a vereador na Câmara. Com 2.168 votos, foi primeiro suplente da coligação de seu partido. Ainda foi Subprefeito de Rudge Ramos.

Novo destino
O prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior, durante evento de inauguração, ao falar sobre o programa de revitalização Novo Centro, mencionou que o edifício onde esteve localizado o Banco Real Progresso, na esquina da Rua Amazonas, com a rua João Pessoa, que pertencia a família Braido e aos irmãos Leandrini, e que está desativado, terá novo destino em até 24 meses. Assim como teve o atual prédio do Grupo CB, que, agora, também abriga um andar com um novo Campus da USCS.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Mais nesta categoria: 24 de Fevereiro de 2024 »

Main Menu

Main Menu