30 Oct 2020

No mês em que a Coop – Cooperativa de Consumo celebra 66 anos, Marcio Valle, presidente executivo da Coop, anunciou, em coletiva de imprensa, na quinta (22), a revitalização da marca, acompanhando as mudanças de mercado e a evolução dos consumidores. Com uma nova identidade visual e verbal, a marca Coop passou por uma transformação e traz como uma das grandes novidades o desmembramento dos negócios supermercado e drogaria. Baseado nos valores Conveniência, Convivência e Consciência (3 C’s), cada negócio ganhou cor própria, mantendo o azul como fio condutor e trazendo o descritivo ‘supermercado’, na cor laranja, e ‘drogaria’, na cor verde. Outra grande novidade é o lançamento do aplicativo “Sempre Coop”, que reúne todos os benefícios Coop em um só lugar e traz ofertas personalizadas de acordo com o perfil do cooperado, além de ofertas de loja e a possibilidade de falar com a Coop, através da central de atendimento “Oi Coop”. De acordo com Marcio Valle, as mudanças proporcionam maior transparência na forma de expressar e apresentar o Jeito de ser e fazer da Coop. “Queremos deixar clara a nossa proposta de valor e raízes, além de ressaltar os princípios cooperativistas num formato contemporâneo”. A Coop investiu também nas demais marcas como Coop Retira, Coop Entrega, Coop Facilita, Revista Coop, que passam a ter identidades próprias.  De acordo com Rodrigo Marques, diretor da Interbrand, empresa que realizou o estudo de branding junto com a área de Marketing da Coop, a marca Coop deseja transformar o consumo em uma experiência que associa conveniência, consciência e convivência. A pandemia e os novos sentimentos dos consumidores deram ainda mais importância para estas necessidades”. O investimento para revitalização da marca foi cerca de R$ 25 milhões e a expectativa é terminar o ano com faturamento de 5% a mais do que o previsto.

Novas lojas

Ainda este ano, a Coop prevê abrir mais duas drogarias construídas, uma delas já foi inaugurada na Av.Dom Pedro II, em Santo André, e abrir mais 14 drogarias com operação adquirida do Grupo Big. Para 2021, a previsão é abrir seis novos supermercados com drogaria, a maioria deles no ABC, sendo um deles já confirmado em São Caetano, seis novas drogarias construídas e oito drogarias com operações adquiridas. Ainda para o ano que vem, está prevista a revitalização das marcas Delícias da Coop e Coop Plus, além do lançamento de duas novas linhas de produtos, sendo uma no segmento de saudabilidade e outra em drogaria.

Estão abertas as inscrições para quem quiser participar da Feira do Empreendedor do Sebrae, que neste ano será 100% digital. Entre os dias 22 e 26 de novembro, donos de pequenos negócios e pessoas interessadas em empreender terão a oportunidade de conhecer soluções, participar de palestras e ouvir histórias inspiradoras para enfrentar os desafios do mercado no pós-pandemia. Assim como nas outras edições, a inscrição e o acesso a toda a programação são gratuitos, bastando acessar www.feiradoempreendedor2020.com.br

O Sebrae preparou para a FEDIGITAL2020 uma programação variada para atender a diversos públicos - desde aquele que está dando os primeiros passos no empreendedorismo até quem já está pensando em dar um novo rumo no seu negócio. Serão mais de 70 atrações, incluindo palestras, talks (bate-papos) e oficinas ao longo de cinco dias de evento.

"A experiência da pandemia nos mostrou que os pequenos negócios que se saíram melhor nesse período foram aqueles que entenderam a importância da transformação digital e da busca por inovação", afirma o diretor-superintendente do Sebrae-SP, Wilson Poit. "Com a Feira 2020, nós vamos levar ao público ferramentas e soluções para que eles possam encarar essa nova realidade com mais qualidade, menos perdas e mais eficiência", completa.

O modelo digital da Feira do Empreendedor 2020 trará novas experiências aos visitantes, com o acesso a um ambiente que permitirá que conheçam cerca de 100 estandes virtuais com as melhores oportunidades de negócios e soluções para as micro e pequenas empresas. Para isso, será utilizada uma plataforma em realidade virtual 3D, proporcionando uma melhor experiência de navegação aos visitantes, permitindo acesso imediato aos expositores, conteúdos e atendimento.

Os empreendedores também poderão acessar o atendimento remoto com poucos cliques, conseguindo conversar com os consultores do Sebrae, que estarão disponíveis para tirar dúvidas e orientá-los para que façam as melhores escolhas nesse momento.

A plataforma digital da Feira do Empreendedor também disponibilizará uma ferramenta com as melhores ofertas de crédito para os pequenos negócios, além de um espaço de networking, onde tanto clientes como expositores poderão criar e trocar cartões de visitas virtuais.

As prefeituras das sete cidades do ABC deliberaram, na quinta (22), que a última sexta-feira de outubro (30), será considerado feriado para o funcionalismo público.

A medida foi decidida em assembleia ordinária do Consórcio Intermunicipal ABC, considerando que neste ano o feriado do Dia do Servidor Público, comemorado em 28 de outubro, ocorre em uma quarta-feira.

Cada município consorciado publicará decreto próprio sobre a questão. Com a decisão, não ocorrerá prejuízo para a administração pública, pois haverá expediente normal na quarta-feira.

Com relação ao retorno às aulas, as sete cidades do ABC mantêm a interrupção de todas as atividades presenciais, de todas as modalidades. A maioria dos municípios está realizando um segundo inquérito epidemiológico, que deve ficar pronto em novembro. Uma nova avaliação sobre o retorno às atividades presenciais será feita após a conclusão dos estudos.

Neste sábado (24), o trecho Sul do Rodoanel Mario Covas passará por uma intervenção pontual. A ação ocorrerá a partir das 22h00 e será necessária para a implantação de um pórtico no km 74,800, pista externa, na região de São Bernardo.

Haverá o bloqueio total da via nesse ponto para içamento da treliça de fixação. No momento da intervenção todos os veículos que estiverem na via serão represados em comboio a partir do km 30 da pista externa. Nessa data não haverá programação de carga excedente com sentido à Mauá. Toda ação contará com apoio da Policia Militar Rodoviária.

Novos passos para modernizar as regras que regulamentam o trabalho, eliminar burocracias e trazer mais segurança ao trabalhador. Tudo isso faz parte do programa Descomplica Trabalhista, lançado na quinta (22), no Palácio do Planalto, pelo presidente Jair Bolsonaro.

“O Brasil precisa gerar oportunidades, precisa gerar empregos, gerar trabalho. Inauguramos um novo conceito na área de regulamentação. Uma verdadeira mudança de cultura para o constante combate à burocracia”, disse o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco.

E como primeiras medidas desse programa, o governo federal assinou a nova Norma Regulamentadora trabalhista do setor do Agronegócio, conhecida como NR 31, e anunciou um módulo simplificado do eSocial. Também foram revogadas 48 portarias consideradas obsoletas pelo Ministério da Economia.

“Temos que ajudar a produção, temos que transformar a economia, queremos uma base produtiva forte”, disse o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Simplificação no agronegócio

A nova Norma Regulamentadora Número 31 (NR31), está relacionada às atividades e operações trabalhistas dos setores de agricultura, pecuária, silvicultura, exploração florestal e aquicultura.

As mudanças feitas se devem, principalmente, à evolução nos processos produtivos, inovações tecnológicas e novos riscos gerados à segurança e à saúde dos trabalhadores no meio ambiente rural. Segundo o Ministério da Economia, o texto atual estava em vigor desde 2005 e dificultava e inviabilizava a adoção de soluções trabalhistas no setor.

A nova NR 31 privilegia as soluções de eliminação de perigos para os trabalhadores. Propõe, por exemplo, o fim da exigência de aplicação de normas urbanas no meio rural sem observância das peculiaridades do setor. Esse item gerava grande insegurança jurídica e autuações, de acodo com o ministério.

“Toda regulamentação urbana estava aplicada no meio rural. Não faz sentido você ter o mesmo tipo de exigência. Por exemplo, com relação à exposição ao sol. São questões diferentes que precisam ser tratadas de formas diferentes. Sem um texto adequado para isso e aprovado por consenso, como foi, ficava o produtor rural com uma obrigação regulatória simplesmente impossível de cumprir”, disse Bruno Dalcomo, secretário do Trabalho do Ministério da Economia.

Com a nova NR 31 o setor do agro no país vai economizar cerca de R$ 4 bilhões por ano, segundo o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco.

“É menos multa, menos obrigações, mais trabalho e mais emprego. Essa nova norma, aprovada por consenso entre empregados, empregadores e governo, protege mais o trabalhador, muda o ambiente de trabalho, simplifica o complexo ambiente laboral e traz segurança jurídica às relações do agronegócio, tão fundamentais para nossa economia”, acrescentou.

Regulamentação modernizada

Atualmente, existem 36 normas regulamentadoras de saúde e segurança do trabalho em vigor no país. O governo federal vem fazendo a revisão em toda a legislação trabalhista desde o ano passado, para simplificar e desburocratizar as regras e gerar mais oportunidades de emprego.

“Estamos revisitando todo o acervo normativo, todo o acervo trabalhista, para facilitar a vida do empreendedor brasileiro e gerar mais oportunidades, sempre com respeito aos direitos dos trabalhadores, com ampla transparência e com a participação de toda a sociedade”, disse Bruno Bianco.

As NRs foram aprovadas por uma portaria do Ministério do Trabalho em 1978 e tem como objetivo regulamentar as medidas de segurança, saúde e medicina do trabalho.

eSocial

O governo federal também anunciou, nesta quinta-feira, um novo modelo do eSocial, sistema que unifica as informações dos trabalhadores brasileiros. Agora, o aplicativo está mais simples, o preenchimento foi facilitado, eliminando campos desnecessários que tomavam tempo para o preenchimento.

Também foram excluídos os pedidos de informações que já constam nas bases do governo, como é o caso do número de RG e da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O CPF passará a ser o único número de identificação do trabalhador, dispensando a referência a outros números cadastrais, como, por exemplo, o PIS/Pasep.

No novo eSocial, as regras de validação não impedem mais a transmissão de dados e os impedimentos foram substituídos por avisos, evitando, assim, a cobrança de multas por atraso na entrega de informações. As exigências que não estavam previstas em Lei também foram retiradas.

Já os módulos do Empregador Doméstico e do Microempreendedor Individual (MEI) sofreram alteração da linguagem e passaram a contar com um assistente virtual e um campo automático do 13º salário.

Segundo o secretário do Trabalho do Ministério da Economia, essas eram demandas do setor produtivo do país. “Nós olhamos para esse sistema e passamos a vê-lo do ponto de vista do usuário, seja ele o proprietário, seja ele o trabalhador. Priorizamos o que é absolutamente indispensável e exigência legal. Fora isso, a gente precisa simplificar e desburocratizar”, disse Dalcomo.

“Agora, da forma como o eSocial está, ele vai reduzir em 40% o tempo de processamento da folha de pagamento. “Isso é melhoria do ambiente de negócio e diminuição do custo Brasil”, finalizou o secretário do Trabalho do Ministério da Economia.

O eSocial é um sistema informatizado da administração pública que traz dados sobre as obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas. Está disponível para o empregador doméstico, o segurado especial e o Microempreendedor Individual, para registrar eventos e cumprir obrigações decorrentes de relações de trabalho.

A Braskem está com as inscrições abertas para a 8ª edição do Desafio de Design. Neste ano, a iniciativa será voltada a profissionais da área de Design de Produtos. Eles serão desafiados a resolver problemáticas relacionadas a embalagens seguindo o conceito Design for Environment, que busca reduzir os impactos ambientais considerando todo seu ciclo de vida.

O desafio da edição será "encontrar soluções concretas e sustentáveis em embalagens", para dois parceiros da Braskem: a BRF, multinacional do ramo alimentício detentora das marcas Sadia e Perdigão; e o Grupo Boticário, detentor das marcas de beleza O Boticário, Eudora, quem disse, Berenice?, BeautyBox, Multi-B, Vult e Beleza na Web. A ideia vencedora, avaliada de acordo com critérios pré-estabelecidos, receberá um prêmio de R$ 20 mil. Entre os critérios de avaliação das propostas estão a inovação, a viabilidade de implementação e o alinhamento com a ferramenta de Avaliação de Ciclo de Vida (ACV), aspectos fundamentais no desenvolvimento das soluções e que comprovarão a redução do impacto ambiental dos projetos apresentados.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, todas as etapas foram adaptadas para acontecerem em um ambiente 100% digital e online, o que possibilitará a participação de profissionais de todo o território nacional. Para se inscrever basta acessar o site (link) até 30 de outubro. Como pré-requisito, é necessário ser formado na área relacionada, entre os anos de 2015 e 2020. Após o período de inscrições, haverá um webinar, em que as empresas darão mais informações sobre o programa, no dia 11 de novembro.

"Acreditamos no Desafio de Design como ferramenta de aproximação com os ecossistemas acadêmicos, jovens profissionais e o mercado para o desenvolvimento de ideias inovadoras e de impacto social e ambiental na fase inicial do ciclo produtivo - o Design. Por meio do programa, os participantes, nossos clientes e parceiros possuem a efetiva oportunidade de implementar o conceito de economia circular desde a concepção das embalagens", avalia Fabiana Quiroga, diretora de Economia Circular da Braskem na América do Sul.

"O Grupo Boticário é uma empresa que investe e acredita na inovação como o único caminho sustentável para o negócio e para o mundo. Por isso, fazemos questão de participar de iniciativas como o Desafio de Design da Braskem", afirma Paulo Roseiro, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Boticário.

A programação desta edição obedecerá ao seguinte calendário:

Inscrições: de 16 a 30 de outubro (link de inscrição);

Divulgação dos selecionados: 05 de novembro (24 ao todo; 12 profissionais por hackathon).

  • Desafio Grupo O Boticário

Pré-hackathon: 14 de novembro;

Hackathon: de 21, 22 e 23 de novembro.

  • Desafio BRF

Pré-hackathon: 28 de novembro;

Hackathon: de 05, 06 e 07 de dezembro.


Pagina 6 de 1061

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu