17 Jan 2019


Clarivalde Versolatto - * 15/09/1934 / + 20/12/2018

Publicado em Luiz José M. Salata
Lido 70 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Os são-bernardenses receberam a triste notícia do passamento de Clarivalde Versolatto, figura carismática da cidade e que desfrutava de muitas amizades, com respeito e admiração, visto a sua permanente alegria e a férrea vontade de realizações e conquistas aos anseios do funcionalismo público municipal. A sua vivência na cidade com número infindável de amigos em todos os segmentos, alcançava também a numerosa colônia italiana, da qual era originado e ativamente participava. Nasceu em São Bernardo na casa da rua Marechal Deodoro, então nº 314, aos quinze de setembro de 1934, filho do italiano Giácomo Versolatto e Angelina Marchioni Versolatto. Os avós paternos, Antonio Giácomo Versolato e Maria Rovanelli, originados da comune de Fossalta di Portogruaro, Província de Veneza, no Veneto, na Itália, vieram para o Brasil no ano de 1888, no navio Sud America. Rumaram para Piracicaba e, após certo tempo, se instalaram em São Bernardo na fazenda do Dr. Baeta Neves, quando a família se proliferou, na propriedade onde atualmente se localiza o Shopping Metrópole, e no tempo se transformou no progressista Bairro Baeta Neves. Desse modo, a família Versolatto formada pelos onze filhos, se tornou uma das pioneiras do Bairro Baeta Neves, das mais numerosas e que muito contribuiu para o progresso e desenvolvimento da cidade. Do tronco de Giácomo Versolatto, seu pai serviu como motorista ao Dr. Baeta Neves. Clarivalde trabalhou desde muito jovem, e como engraxate, guardou como recordação o instrumento de trabalho e a primeira moeda em réis, fruto da primeira engraxada. Cursou os primeiros estudos, o ginásio e formou-se em Contabilidade, trabalhando por sete anos no escritório do D.E.R., tendo após ingressado na Prefeitura Municipal, prestando serviços na Secretaria de Finanças por vinte e cinco anos, onde se aposentou. Lá ocupou vários cargos, desde Auxiliar de Contabilidade e Diretor da Despesa por vários períodos e até de Secretário de Finanças, pois era um expert nos assuntos da área financeira. Desse tempo na Prefeitura, participou ativamente na formação e constituição de grupos e comissões de trabalho e, de órgãos e entidades públicas. No caso, a fundação da autarquia IMP – Instituto Municipal de Previdência de São Bernardo do Campo, fundada em 16 de novembro de 1964, atual IMASF, com a finalidade de assistência médica e previdenciária aos funcionários da Prefeitura, e que teve sua efetiva participação, inclusive no decorrer da evolução das suas atividades, tendo sido o primeiro Contador, Conselheiro e ocupado a Presidência da entidade. Na fundação da AFPMSC, Associação dos Funcionários Públicos; Credi-ABC – Cooperativa dos Funcionários, teve atuação destacada e, com todo louvor na criação do Serviço Funerário do Município onde atuou com muita dedicação nos detalhes desde a parte jurídica e até as mínimas especificações. A sua menina dos olhos foi a idealização e criação da Associação dos Funcionários Públicos Inativos da Prefeitura, tendo formalizado todas as providências cabíveis para o funcionamento com os objetivos de assistência geral aos aposentados e de medidas judiciais destinadas ao alcance dos direitos decorrentes de anomalias funcionais, julgadas procedentes aos requerentes, bem assim de assuntos inerentes às proteções funcionais. Exerceu a Presidência em todos os mandatos, assim “ad eternum”. Dessa sua participação e envolvimento nas assistências, logrou receber várias homenagens e honrarias, tais como: vários Distintivos de Ouro do Mérito Burocrático e a Medalha João Ramalho da Câmara Municipal. Concluiu os Cursos de Especialização em Direito Tributário e de Direito Administrativo na PUC. Frequentou vários Cursos de Estudos Municipais na Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo, como muitos outros de estudos e planejamentos próprios das atividades funcionais. Fez um levantamento dos nomes dos moradores e comerciantes da rua Marechal Deodoro, desde o início e até o seu final, enviado ao Departamento da Memória da Prefeitura, elaborado em 13/07/15. Concluiu o Curso de Direito na Faculdade do Sul de Minas, em Pouso Alegre, e após a aposentadoria inscreveu-se na 39ª. Subseção local da OAB, passando a advogar.  Do casamento de sessenta e um anos com Irany Pasin Versolatto, tiveram a filha Alércia, os netos Steven Versolatto Rossanez e Daiana Versolatto Rossanez, constando o genro, Maércio Curti Teixeira. Deixa legado de cidadão honrado e muito dedicado às causas que abraçou e incansável servidor em favor do próximo sempre com o seu bom humor.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

Deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated.Basic HTML code is allowed.

Destaques

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu