16 Jul 2024

Publicado em MIRANTE
Lido 746 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Posição
O ex-governador do Ceará e tucano da ala mais tradicional, Tasso Jereissati, mesmo depois de apoiar publicamente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no segundo turno da eleição presidencial do ano passado, afirmou, em entrevista ao Estadão, que já foi definida a posição do PSDB. Será de oposição ao governo Lula. “Mas não seremos uma oposição bolsonarista. O PSDB é o único partido que fez oposição ao Bolsonaro e agora ao Lula. Foi nesse espaço de centro que trabalhamos a vida inteira”, disse. Tasso ainda revelou que: “Nunca acreditamos no Bolsonaro. Sempre fomos contra ele”.

Visita
A primeira visita oficial do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Capital deverá ocorrer na favela de Heliópolis, onde o petista irá inaugurar uma escola de gastronomia. A data ainda está sendo definida pelo governo. O objetivo da escola será oferecer cursos que atendem pessoas inscritas no Cadastro Único, que reúne beneficiários de programas sociais do governo federal.

Divergência
O PT expôs publicamente suas divergências com políticas do governo, como a decisão da equipe do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, de não prorrogar a desoneração tributária sobre álcool e gasolina. A avaliação é de que a pasta continuará sendo alvo de embates com petistas. Porém, essa situação não é novidade. Em 2003, no primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o então ministro da Fazenda, Antonio Palocci, também foi alvo de críticas de uma ala do partido, durante a primeira reunião da Executiva Nacional do PT.

Pedido
O deputado federal Marcelo Lima (Solidariedade) se reuniu com o ministro da Educação, Camilo Santana, na terça (7), para protocolar a implementação do curso gratuito de medicina na Universidade Federal do ABC (UFABC). Lima disse que irá se encontrar, em breve, com outros representantes para dar celeridade ao projeto. “Ainda tem que passar por uma avaliação da Saúde, Educação e pelo orçamento”, contou o parlamentar. Atualmente, o ABC não tem instituições públicas e gratuitas com o curso de medicina.

Posse
Na próxima quarta (15), quando 54 deputados estaduais reeleitos e 40 novos tomarão posse na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), para a nova legislatura, não deverá haver surpresas na eleição da Mesa Diretora. Os dois partidos com as maiores bancadas, PL, com 19 e PT, com 18, tomarão lugar no antigo acordo, protagonizado há quase 30 anos, entre os PSDB e PT. André do Prado (PL) deverá ser eleito presidente; Teonílio Barba (PT), na 1ª Secretaria e Rogério Nogueira (PSDB), na 2ª Secretaria.

Sobe
O deputado estadual Thiago Auricchio (PL), de São Caetano, deverá assumir a presidência da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Alesp, no lugar de Mauro Bragato (PSDB), na nova legislatura, que se inicia na quarta (15). A comissão é uma das mais importantes da Alesp.

Mudança
O marqueteiro Duda Lima, assinou as campanhas vitoriosas de Paulo Serra (PSDB) à Prefeitura de Santo André, em 2016, em 2020, e a campanha da deputada diplomada Ana Carolina. Também foi o marqueteiro do presidente Jair Bolsonaro (PL), para a campanha de reeleição, em 2022. Agora, deverá trabalhar na campanha à reeleição de Ricardo Nunes (MDB), a prefeito de São Paulo.

Mudança I
Duda possui mais de 20 anos de serviço prestado no PL e é profissional de confiança do presidente da sigla, Valdemar Costa Neto. Duda chega para ficar no lugar de Felipe Soutello. Na última semana, Lima já apresentou aos dirigentes do PL, PP, PSD, MDB, Podemos, PSDB e União Brasil os resultados de uma pesquisa de intenção de votos com 12 mil entrevistados. Estiveram presentes os presidentes do PL, Valdemar Costa Neto; do PSD, Gilberto Kassab; do Podemos, Renata Abreu; e do PP, Ciro Nogueira; além do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), representando o presidente nacional do partido Eduardo Leite.

Reunião
O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), se reuniu, na terça (7), com o diretor-presidente da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), André Salcedo, e executivos da empresa. Morando obteve garantia da manutenção dos investimentos em projetos conjuntos da empresa com a cidade. O encontro ocorreu no gabinete provisório do prefeito, no Parque Chácara Silvestre, Nova Petrópolis.

Extensão
O prefeito de Diadema, José de Filippi Júnior (PT), solicitou extensão da licença do cargo, por mais 15 dias, para seguir com tratamento e recuperação médica. Filippi foi submetido a um procedimento cirúrgico para troca de válvula aórtica devido à endocardite bacteriana no fim de janeiro e está em recuperação em sua residência. O prefeito tem feito reuniões virtuais constantes com o secretariado para discutir o andamento das diretrizes do governo.

Programa
O secretário estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD), Marcos da Costa, esteve, na quarta (8), Rio Grande da Serra, onde inaugurou mais um polo do programa ‘Todas in-Rede’. A iniciativa tem como objetivo levar ações que incentivem a independência e autonomia das mulheres com deficiência, por meio de cursos de empreendedorismo, além de informações acessíveis sobre seus direitos. “Vemos que a mulher com deficiência sofre dupla vulnerabilidade, por ser mulher e ter uma deficiência, o que impacta diretamente em sua realidade e no seu dia-a-dia”, afirmou Marcos. Rio Grande da Serra é o 72º município a aderir ao programa.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Mais nesta categoria: 18 de Março de 2023 »

Main Menu

Main Menu