17 Nov 2019

Publicado em Editorial
Avalie este item
(0 votos)

Para dirigir pelas ruas do ABC é preciso muito mais que paciência para aguentar o trânsito, como sempre, cada vez pior, mesmo com as constantes intervenções realizadas pelas Prefeituras, é preciso muita habilidade para desviar dos incontáveis buracos espalhados, em sua maioria, por Santo André e São Bernardo.
Antigamente, quem sofria com o problema da falta de manutenção e recapeamento eram as regiões mais distantes, os bairros de periferia, afastados da grande parte da população, que muitas vezes ficavam esquecidos e só eram lembrados em período eleitoral. Atualmente, a situação está generalizada. Há buracos e verdadeiras crateras nas principais vias dos municípios. Também falta pintura para reforçar a sinalização viária, que está praticamente toda apagada. As piores vias são as  Av.Pereira Barreto, Av. Winston Churchill, Av.Wallace Simonsen, em São Bernardo; Av. Portugal, Rua Caminho do Pilar e Av. dos Estados, em Santo André.
O problema não é novidade. Há três anos, nas primeiras entrevistas realizadas por es-te jornal, com os recém empossados prefeitos do ABC, o problema foi anunciado. A resposta foi a mesma: “O ABC está sem investimento, há mais de 20 anos, na malha asfáltica, ela está praticamente inexistente. Só tapar os buracos não resolve nada. Logo mais surgem de novo e ainda maiores”, disseram Paulo Serra e Orlando Morando, em momentos distintos. Ainda alegaram que o município não possuía dinheiro suficiente para tamanho investimento.
Porém, até agora, ainda que tenham sido realizados investimentos, a sensação ao dirigir pela região central de Santo André e São Bernardo é de estar num verdadeiro rally dos sertões.
Em Santo André, a Prefeitura esclareceu que o ‘Rua Nova’ é o maior programa de recapeamento realizado em Santo André nos últimos 20 anos e já executou a recuperação de aproximadamente 40 km de asfalto em ruas do Jardim Alzira Franco, Cidade São Jorge, Bangu, Campestre, Jardim, Vila Alzira, Jardim do Estádio, Sítio dos Vianas, Centreville, Jardim Santa Cristina, Utinga, Parque Novo Oratório, Parque das Nações e região central. Até o momento foram investidos mais de R$ 35 milhões nas intervenções. Ainda no último mês, o município foi contemplado com mais recursos com a assinatura de um contrato de R$ 60 milhões com a Caixa Econômica Federal, por meio do Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento). Do total dos recursos, R$ 27 milhões serão direcionados para obras de recapeamento e o restante para outras obras de infraestrutura.
Em São Bernardo, a Prefeitura por meio da secretaria de Serviços Urbanos, informou que foram recapeados 66 km de vias na cidade desde 2017, por meio de um investimento de R$ 15 milhões. Entre os bairros contemplados estão: Jardim das Orquídeas, Terra Nova II, Jardim Marlene, Alvarenga e Jordanópolis. E ainda que “há projetos em andamento para beneficiar todos os bairros da cidade com o serviço”.
Resta saber se, com a proximidade do ano eleitoral, as intervenções irão se intensificar ou os serviços serão interrompidos. Enquanto isso, os moradores do ABC têm que se deslocar para cidades do interior paulista ou exterior, para se depararem com um asfalto normal nas ruas de uma cidade ou, aderirem de vez aos veículos modelos SUV para enfrentarem o pula-pula dos buracos.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png
Mais nesta categoria: Trote às mulheres »

Destaques

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu