15 Feb 2019


Coco Bambu recebe infração ambiental por ruído acima do limite

Publicado em Negócios
Avalie este item
(2 votos)

O restaurante Coco Bambu inaugurou unidade na Av. Portugal, 1362, em Santo André, na segunda (3). Porém, moradores das imediações já sentiram o impacto do empreendimento, semanas antes, desde dia 10 de novembro. O motivo é o barulho gerado pelo equipamento de exaustão e ventilação do local.

Segundo moradores contam, o ruído é abusivo, pois ultrapassa os limites de tolerância para ruídos e a constatação foi determinada pelo Semasa, após medição feita com o decibelímetro.

“Devido ao forte barulho das máquinas de exaustores, não consigo mais ficar dentro do meu apartamento, que faz fundo com o restaurante, pois, o barulho dessas máquinas é extremamente forte e insuportável, igual a uma turbina de avião, horrível. Isso tem destruído por completo a minha qualidade de vida e minha saúde, me causando pressão alta e estresse. Um verdadeiro desrespeito com toda a vizinhança”, afirmou Cecilia Cristina Romano.

A reportagem teve acesso a alguns números de protocolos de reclamações e eles são diversos: 164243 , 2018170041, 2018169514, 2018170778.

Moradores contam ainda que o restaurante Coco Bambu já foi notificado e multado, porém, até o momento nada foi feito para resolver o barulho excessivo emitido pelos equipamentos.

A moradora Liana Grubba Nardy, desabafou: “No domingo (2), fomos dormir às 3h da manhã. O barulho do exaustor terminou às 1h30. O barulho parece uma turbina de avião. No domingo (2), equipe do Semasa veio em casa duas vezes. O volume permitido de barulho é 50. Aqui deu 70. Tenho duas filhas pequenas. Nenhuma delas conseguiu dormir. Estamos desesperados. Tirou nossa paz”.

Outro morador revela que quando telefonou para efetuar sua reclamação a agente do Semasa disse que era o quarto morador que abria chamado.  “Após recebermos o Semasa, o resultado da medição foi acima do permitido. Informaram-nos que o restaurante já foi autuado quatro vezes, pelo menos, e não derem nenhum retorno”, conta.

Procurados pela reportagem da Folha, a assessoria de imprensa do Coco Bambu, por meio de nota, nos comunicou: “Estamos cientes dessa questão recente e, infelizmente, imprevista sobre ruídos sonoros acima dos níveis normais gerados por nosso sistema de exaustão. Já estamos em permanente contato com a vizinhança e órgãos públicos, trabalhando em força-tarefa, dia e noite, para resolver, com toda certeza, a questão com máxima urgência. Nosso objetivo é agregar e trazer fomento econômico e geração de empregos (mais de 700 empregos, entre direitos e indiretos) a cidade de Santo André, sempre buscando manter excelente convívio com a vizinhança”.

O Semasa também, por meio de nota, informou: “o local foi vistoriado em diversas oportunidades pelos agentes da autarquia, sendo que o estabelecimento recebeu uma Advertência Ambiental e dois Autos de Infração Ambiental (equivalente a multa), por ruído acima do limite permitido. O Semasa está em contato com os responsáveis pelo espaço, tendo sido realizada reunião sobre o assunto nesta semana. Foi constatado que o problema é oriundo dos sistemas de exaustão do local. Os responsáveis pelo restaurante apresentaram à autarquia propostas para melhorias no sistema, cuja previsão de término das intervenções é dia 10 de dezembro. Continuaremos monitorando o local, realizando medições testes a fim de verificar a eficiência das ações”.

Última modificação em Quinta, 06 Dezembro 2018 09:45
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu