29 Mar 2020


Governador anuncia novas medidas contra o coronavírus

Publicado em Política
Avalie este item
(0 votos)

O governador do Estado, João Doria, acaba de anunciar, durante coletiva, junto ao secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, a coordenadora do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, Helena Sato, prefeito de São Paulo, Bruno Covas, do secretário da Fazenda e Planejamento do Estado, Henrique Meirelles, entre outros, nesta quarta (24), novas medidas no combate ao coronavírus, para a região metropolitana de São Paulo.

1ª) O programa ‘Merenda Legal’, do governo do Estado, concederá R$ 55 por mês, para 700 mil alunos da rede pública, com famílias em extrema pobreza, para garantir a alimentação, enquanto as aulas estiverem suspensas. O valor corresponde ao de uma cesta básica;

2ª) Antecipação da vacinação aos policiais militares, civis, corpo de bombeiros, polícia científica e em todo o sistema prisional, para segunda (30). A expectativa é vacinar 100 mil policiais nos próximos 5 dias;

Doria revelou que, nesta tarde de quarta (25), os 27 governadores do Brasil irão se reunir, por meio de videoconferência, das 16h às 18h.

O governador ainda falou sobre a videoconferência, na qual os governadores do Sudeste tiveram com o presidente Jair Bolsonaro e alguns ministros, nesta manhã de quarta (25).  “Mencionei a importância desta integração entre governos estaduais e o federal. Não é hora de separatismo, não é hora de rivalidades, é hora de todos estarmos juntos nesta gravíssima crise e nesta guerra contra o Coronavírus. Posicionei ao presidente, que havia ficado decepcionado com sua intervenção feita ontem à noite, discordando, pois para os brasileiros de São Paulo, e represento 46 milhões de brasileiros, e a nossa proposta foi pelo entendimento e pelo diálogo, a integração de atitudes e de medidas, a não relativização desta crise, não é uma gripezinha ou resfriadinho; é um assunto sério, difícil e a maior crise da Saúde pública da história do País. Portanto, presidente não politize a questão, não transforme isso em palanque político. Os 27 governadores, assim como eu, estão preocupados em salvar vidas”, disse.

Doria ainda dedicou reflexão ao presidente, dizendo: “na minha visão, o presidente deveria liderar o país e não conflagrar o Brasil como ele tem feito, com as suas posições, com as suas manifestações, com as suas decisões e com a forma intempestiva com que se dirigiu à mim hoje, na teleconferência. Não é no repto, não é no desafio pessoal, que vamos construir soluções para esta grave crise do Brasil. É no entendimento, na reflexão, na paz de espírito, na capacidade de interpretar corretamente os fatos e emitir soluções e medidas saudáveis positivas, construtivas, equilibradas e em paz. E a reflexão que dedico ao presidente Bolsonaro é não pode haver fronteira entre a solidariedade e amor ao próximo . Irmã Dulce nos ensinou que as pessoas que espalham amor não têm tempo, nem disposição, para jogar pedras”.

BOLETIM- O secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, atualizou o número de casos no Estado:

-  810 casos confirmados no Estado

- 40 óbitos

-  59 casos de internação em UTI

Última modificação em Quarta, 25 Março 2020 20:20
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu