18 Aug 2022


A sucessão em São Caetano

Publicado em Editorial
Avalie este item
(0 votos)

A sucessão em São Caetano

Os partidos políticos, que vão escolher os candidatos para prefeito, vice e vereador em São Caetano, neste mês, vão cumprir as exigências legais com a realização das convenções para oficializar as candidaturas. Até o final de junho, todos os partidos, que vão disputar as eleições em outubro próximo, precisam indicar os candidatos a prefeito, vice-prefeito, vereadores e coligações partidárias.

Em São Caetano, está em jogo a permanência ou não do PTB no comando da prefeitura, que há mais de 30 anos administra a cidade. Para continuar, é importante eleger Regina Maura, candidata a prefeito, e Luiz Cicaroni, como vice.Em outras épocas, os principais líderes petebistas, entre eles Walter Braido e Luiz Tortorello, conseguiam indicar candidatos que venciam as eleições até com certa facilidade. Agora, chegou a hora e a vez do prefeito José Auricchio mostrar que tem força política para eleger seus candidatos e não deixar a peteca (PTB) cair ao chão. O estrago seria muito grande se isso acontecesse, pois o PTB deixaria o governo municipal. Até hoje, o PT, principal adversário político, não conseguiu quebrar a hegemonia petebista na cidade, mesmo tendo um feudo eleitoral na cidade que se situa entre 20% a 30%. Falta fôlego eleitoral maior ao PT para chegar à prefeitura de São Caetano. O atual grupo do Paço da Cerâmica, que completa sete anos e meio no poder, evidentemente, não quer e nem pode perder. Os dois candidatos saíram do bolsinho do colete do prefeito Auricchio, pois Regina Maura participou do seu secretariado nos dois mandatos e Cicaroni, seu chefe de gabinete. Nessa indicação, Auricchio mostrou sua liderança, deixando de lado outros pretendentes, que aguardavam ser ungidos candidatos a prfeito. Auricchio saiu-se bem dessa empreitada porque conseguiu, até agora, manter ao seu lado o grupo de candidatos preteridos. Mas, um deles deixou o abrigo do Paço e se transferiu com mala e cuia para o PMDB. Hoje, o vereador Paulo Pinheiro é o principal opositor ao grupo do Paço da Cerâmica e com muita coragem para enfrentar todo poderio bélico-militar do candidato da situação. Já foi dito aqui que, sem Pinheiro, a eleição seria mais fácil ao PTB. No entanto, a situação está preocupada porque o adversário vem liderando as pesquisas partidárias, que servem somente de orientação aos partidos para a campanha eleitoral. Pinheiro é carismático, tomou posse na direção do diretório municipal do PMDB, e recebeu mais de 1,2 mil pessoas no evento em buffet na área central. Essas pessoas foram por livre e espontânea vontade, pois nenhum ônibus transportouas até o evento. Não é qualquer candidato que consegue isso. Nessa eleição, assim, fica evidente a luta entre David e Golias. 
O atual prefeito, grande eleitor deste pleito, já que todo mundo queria seu apoio para ser candidato a prefeito, joga todo seu futuro político na indicação de sua candidata, que participa pela primeira vez de uma eleição. Se ganhar, Auricchio continua com a sua carreira política. Caso contrário...

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Destaques

Main Menu

Main Menu