24 Jun 2018


Santo Antonio de Pádua o santo casamenteiro - 13 de Junho

Publicado em Luiz José M. Salata
Lido 35 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Na data de 13 de junho, comemora-se em homenagem ao Dia de Santo Antonio de Pádua, o Santo Antonio de Lisboa, mundialmente famoso Santo da Igreja Católica, muito venerado, pois tem a celebração de sua memória por ser considerado o Santo Casamenteiro. Assim, se iniciam no Brasil as tradicionais festas juninas, no dia 13, seguidas no dia 24, de São João Batista e no dia 29, de São Pedro. Nasceu Fernando de Bulhões y Taveira de Azevedo, seu nome de registro,  em Lisboa, Portugal, aos 15 de agosto de 1195, filho de Martinho de Bulhões  e de Maria Teresa Taveira. Iniciou as atividades  religiosas aos quinze anos, atuando como frade Agostinho, daí sempre praticando as leituras da Bíblia, da literatura, da filosofia e teologia. Aprofundou-se sobremaneira nos estudos religiosos, não encontrando dificuldades porque era de inteligência e memória formidáveis, com grande zelo apostólico e santidade. Vivendo  em Portugal, aos vinte e cinco anos, lá conheceu a família Franciscana, quando um fato mudou a sua vida. Ao saber que cinco franciscanos tinham sido martirizados em Marrocos, pela tentativa de evangelizar infiéis, decidiu seguir os passos deles e lá ser missionário. Ingressou na Ordem dos Frades Franciscanos, e logo foi enviado para trabalhar na evangelização dos muçulmanos em Marrocos. Porém, a sua saúde não suportou  o clima africano e foi obrigado a retornar, e na volta uma forte tempestade arrastou o barco para as costas da Sicília, e amigos o levaram até Assis, na Umbria, para participação no Capítulo da Ordem. Lá encontrou-se com o contemporâneo São Francisco de Assis, chamado por ele como o Trovador de Deus. Os seus superiores perceberam o seu dom da oratória bastante desenvolvida, e assim o estimularam a praticar durante nove anos, ocupando nesse tempo vários cargos, como o de professor em sua Ordem na Itália e na França, sempre pregando nos locais onde a heresia era mais forte. Nesse tempo, demonstrou grande capacidade de pregação nos seus sermões, por possuir profundo conhecimento da Bíblia, impressionando os intelectuais e também os mais simples. Foi eleito o Provincial dos Franciscanos, mas aceitando o cargo, nele não permaneceu pois a sua aptidão era a pregação nas periferias aos carentes e necessitados. É considerado um dos pregadores itinerantes mais famosos do século XIII, cujos sermões foram preservados e associando-se à sua reputação como grande erudito nos assuntos bíblicos, e lhe foi conferido o título de  “Doutor da Igreja”. Em 1229, depois de tantas andanças fixou-se no Convento de  Arcella, em Pádova, no Veneto, na Itália, e a sua carreira de pregador alcançou o ápice de intensidade, em 1231. Mas, repentinamente foi acometido de grave doença, falecendo em 13 de junho desse ano, aos 36 anos, daí a data de sua festa litúrgica.  Foi sepultado no local da atual Catedral de Santo Antonio de Pádova, e o seu túmulo se tornou local de peregrinações, cuja principal atração é sem dúvida  a Capela dos Tesouros, onde estão depositadas a sua  língua, o queixo e outras relíquias. Foi beatificado em 1232, em Roma, pelo Papa Gregório IX, e canonizado em 30 de maio de 1232, pelo Papa Gregóri IX, na Catedral de Espoleto. Por ocasião do Dia dos Namorados, se torna o centro do folclore pelas anotações do imenso rol de suas simpatias para pedir ajuda especial para o amor, namoro ou casamento. Dentre elas, tida como uma das mais antigas, de Nápoles, certa vez uma moça de poucos recursos para pagar o dote para se casar, pediu com fé ajuda a Santo Antonio, que lhe enviou um bilhete para procurar um comerciante, onde nele dizia para que desse à moça moedas de prata equivalentes ao peso de papel. O homem não se importou, achando mínimo o peso, mas para sua surpresa, foram necessários 400 moedas para que a balança atingisse o equilíbrio, lembrando-se que outrora  havia prometido esse valor para as obras do Santo, mas não havia cumprido a promessa, sendo desse modo a solução, e a moça então se casou. Outra, como a colocação de imagem do santo na geladeira, até que o pedido seja atendido, quando de lá é tirada. Ainda curiosa, se trata da colocação da imagem do santo de cabeça para baixo dentro de um copo com água, e avisando que ele só será desafogado e retornando à posição de pé, quando o amor entrar na vida da devota. Para as pretendentes, o momento é certo e adequado.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

1 Comentário

Deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated.Basic HTML code is allowed.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu