16 Nov 2018

Autarquia municipal, a Faculdade de Direito de São Bernardo (FDSBC) recebe até o dia 20 de novembro as inscrições para o processo seletivo de 2019 do curso de graduação em Direito. Os interessados devem se registrar exclusivamente pela internet, por meio do site: www.nucvest.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 97. O vestibular da Direito São Bernardo acontece anualmente e conta com a organização da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Serão ofertadas 480 vagas, sendo 240 para o período matutino e 240 para o período noturno. Das vagas totais, 15% serão destinadas às cotas raciais e sociais. As provas serão aplicadas no dia 9 de dezembro na faculdade, localizada na Rua Java, 425, Jardim do Mar. A avaliação será composta por 50 questões de múltipla escolha, todas com quatro alternativas, sendo apenas uma delas correta, e uma redação em Língua Portuguesa, a partir de uma única proposta.

Como instituição pública, a Direito São Bernardo tem como premissa ampliar o acesso ao ensino superior para candidatos de diferentes condições socioeconômicas. Por isso, a taxa de inscrição deste ano teve redução de R$ 20 em relação ao ano passado. Além disso, a instituição disponibiliza variados programas de bolsa de estudo: Programa Faculdade Mais Igual (Promais), Bolsa-Mérito, Bolsa-Auxílio aos estagiários da FDSBC e Programa Faculdade Mais Igual, o ProCotas, que tem finalidade de incentivar o acesso de pessoas em situação de vulnerabilidade social. Mais informações sobre os programas de bolsa podem ser obtidas no endereço: www.direitosbc.br/cursos/graduacao/bolsa-de-estudos.

O curso de Bacharelado em Direito é anual e a grade curricular é composta por disciplinas obrigatórias, horas de atividades complementares e de estágio supervisionado, elaboração e defesa do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e prova do ENADE (no quinto ano e de 3 em 3 anos). Tudo isso deve ser concluído no período mínimo de cinco anos. Em 2018, a anuidade do curso foi de R$ 12.372, dividida em 12 parcelas de R$ 1.031.      

 

 

São Bernardo recebe, nesta terça (30), uma das 91 oficinas que debatem contribuições à versão final do Currículo Paulista, que faz parte da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Nesta etapa, 30 especialistas de cada área de ensino discutem e fazem considerações para o último caderno do Currículo.

O município abriu o espaço do Cenforpe para os profissionais de Santo André, São Caetano e Diadema, além de professores da própria rede de São Bernardo.

Ao longo dos dois dias, os especialistas avaliam os textos introdutórios e de coordenação para ensino infantil e fundamental. Nesta terça-feira, a cidade de São Caetano também receberá profissionais para discussões temáticas do projeto.

Para a secretária de Educação, Silvia Donnini, o principal objetivo desta fase de discussões é ajustar a parte final do novo modelo. “Neste momento, o desafio é ter um currículo que garanta a mesma aprendizagem para todas as crianças do Estado, superando as desigualdades regionais”, comentou.

A titular da Pasta acrescentou que a estrutura do município favorece a discussão do tema. “Recebemos com muita alegria os profissionais de outras cidades da região e São Bernardo mais uma vez disponibiliza seu corpo técnico, de maneira assertiva, com capacidade e competência para um debate qualificado”, finalizou.

AGENDA - O processo de construção do BNCC no Estado de São Paulo teve início em março, com discussões em escolas. No mês seguinte, a elaboração da proposta preliminar começou, sendo estendida até julho.

Durante este período, a população, os alunos e professores puderam enviar contribuições ao Currículo, que após terem sido analisadas e discutidas, passaram a integrar o primeiro caderno.

Após os encontros regionais, será submetida uma proposta final, ainda em novembro, e o novo Currículo Paulista deve ser lançado em dezembro.

SOBRE - A Base Nacional Comum Curricular foi homologada no final de 2017 é um documento que estrutura as aprendizagens fundamentais que os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica, de modo que tenham garantidos seus direitos de aprendizagem e desenvolvimento, de acordo com a legislação educacional vigente no País.

A BNCC faz parte de uma política nacional de Educação e visa ainda colaborar com a proposição de diretrizes e políticas públicas nas esferas federal, estadual e municipal, referentes à formação docente, à avaliação, ao planejamento educacional e estabelecimento de parâmetros de infraestrutura para qualificar o processo educacional.

O objetivo principal a ser alcançado com a Base é de que a mesma funcione como elemento integrador das propostas educacionais brasileiras.

Estabelecidas as ações que assegurem o acesso e permanência, o novo modelo deve oferecer conjunto de conteúdos de caráter global , sendo a BNCC uma importante ferramenta nesse processo.

Mulheres em tratamento contra o câncer têm um cuidado especial em São Caetano. Uma parceria firmada entre a Secretaria de Saúde da Prefeitura e o Instituto Abihpec leva oficinas de beleza e automaquiagem às pacientes, mensalmente, no Centro de Oncologia Luiz Rodrigues Neves (Rua Peri, 361, 1º andar, Bairro Santa Paula), no programa “De bem com você – A beleza contra o câncer”. Como novidade, na quinta (25), a iniciativa passou a receber mulheres que se consultam na rede particular, uma vez que era destinada exclusivamente às pacientes da rede municipal.

As aulas acontecem na última quinta-feira de cada mês, das 14h às 16h, e são ministradas por voluntárias do Instituto. “Cada participante recebe um kit com produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumaria, doados por empresas conceituadas, e levam para casa para poder colocar em prática as técnicas aprendidas”, explica a coordenadora de projetos da Abihpec, Eduarda Sampaio. “Esse projeto tem como principal objetivo acolher, cuidar e minimizar os efeitos dos tratamentos nessas mulheres”.

Iniciada em março de 2007, a ação já recebeu cerca de 200 mulheres. Neide Figueira, de 65 anos, moradora do Jardim São Caetano, se emocionou ao falar sobre a importância de momentos como os vividos durante a oficina. “Algumas vezes, a gente deixa esse cuidado conosco em segundo plano, principalmente no início do tratamento, que é a fase mais difícil”, revelou. “O carinho e a força que as pessoas daqui oferecem nos ajudam muito a enfrentar essa fase”.

A partir desta terça (30), munícipes que possuem dívidas com a Prefeitura ou o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), poderão renegociar seus débitos. Nesta data, entrarão em vigor o Renegocia e o Renegocia Semasa, que visam promover a recuperação de receitas para a cidade. Os dois programas possuem regras distintas e foram criados por meio de leis aprovadas na Câmara, sancionadas pelo prefeito Paulo Serra na segunda (29). Nos dois casos, os interessados têm até o dia 14 de dezembro para aderir à renegociação.

O Renegocia da Prefeitura tem o intuito de possibilitar que os atuais 8 mil devedores – de ISS, IPTU e outras taxas e impostos – possam regularizar suas pendências com a administração. Os casos que atenderem aos requisitos da lei poderão saldar débitos de até 1.000.000 FMPs da seguinte maneira: pagamento em até 3 parcelas terá redução de 100% dos juros de mora e da multa moratória; pagamento de 4 a 12 parcelas terá redução de 95% dos juros de mora e da multa moratória, com taxa de juros remuneratórios de 0,6% ao mês; pagamento de 13 a 24 parcelas terá redução de 85% dos juros de mora e da multa moratória, com taxa de juros remuneratórios de 0,7% ao mês; pagamento de 25 a 36 parcelas terá redução de 75% dos juros de mora e da multa moratória, com taxa de juros remuneratórios de 0,8% ao mês. Em todos os casos serão parcelas iguais e consecutivas.

Já para os débitos acima de 1.000.000 FMPs, o pagamento poderá ser feito de 37 a 48 parcelas com redução de 65% dos juros de mora e da multa moratória, tendo taxa de juros remuneratórios de 0,9% ao mês. Quem decidir pagar a dívida em 49 a 60 parcelas, terá redução de 55% dos juros de mora e da multa moratória, tendo taxa de juros remuneratórios de 1% ao mês. Nesses casos, será obrigatório 10% de entrada que poderá ser parcelado em até 2 vezes. O atual valor de 1 FMP é R$ 3,8527.

Quem tiver interesse, deve ir até a Praça de Atendimento localizada no Paço Municipal, ou em um dos cinco postos SIM que funcionam na cidade, até o dia 14 de dezembro. Pessoas físicas devem levar cópia do documento de identidade e do CPF e pessoas jurídicas precisam levar cópia dos atos constitutivos da empresa e alterações e cópia do CNPJ. O programa é válido somente para dívidas geradas até 30 de setembro de 2018.

Semasa - O Renegocia Semasa prevê desconto de 100% dos juros e da multa para quem pagar em até 3 vezes o seu débito. O benefício será de 85% para quem parcelar entre 4 e 12 vezes; de 75% para 13 a 24 parcelas; e de 50% para parcelamentos de 25 a 36 vezes. No caso de parcelamento de 4 a 36 vezes, haverá aplicação de taxa de juros remuneratórios entre 0,5% e 0,7% ao mês. As dívidas renegociadas podem ser de origem tributária (taxas) ou não tributária (tarifas, multas ambientais). O valor das parcelas não poderá ser inferior a 20 FMPs (Fator Monetário Padrão), ou R$ 77,05.

Para ingressar no programa, o usuário deverá ir a um dos cinco postos de atendimento do Semasa com os documentos exigidos até 14 de dezembro de 2018. No posto, o usuário será

orientado a protocolar um requerimento de adesão e declarar expressamente a desistência de eventual recurso administrativo referente aos débitos que fazem parte do acordo. A confirmação do acordo só ocorre, porém, com o pagamento da primeira parcela em seu vencimento. A expectativa do Semasa é, com o programa, recuperar R$ 9 milhões de créditos, recursos que serão investidos na melhoria do abastecimento de água na cidade.

O contribuinte pessoa física deve levar cópia de documento de identidade e do CPF e pessoa jurídica precisa levar cópia dos atos constitutivos da empresa e alterações no caso de o contribuinte constituir-se pessoa jurídica. Tanto pessoas físicas quanto jurídicas precisam também levar a conta de saneamento ambiental, nota de débito ou mandado judicial. O Renegocia Semasa contempla débitos gerados até 31 de julho de 2018.

Com muita festa e animação, foi aberta, na segunda (29), a 19ª edição dos Jogos da Terceira Idade de Santo André (JOTISA), em uma cerimônia no Salão Social do Clube Atlético Aramaçan. Dirceu Miranda e Mafalda Cruchatti conduziram a tocha e acenderam a pira olímpica. Ambos participaram de diferentes modalidades e competiram em muitas edições do JOTISA.

A abertura trouxe apresentações de dança de diferentes grupos e a tradicional banda Demônios da Garoa, que celebra 75 anos de carreira com o show que já passou por várias cidades de São Paulo, fazendo parte do projeto Circuito Sescoop/SP de Cultura. No repertório do show não faltaram os grandes clássicos, como “Trem das Onze”, “Samba do Arnesto”, “Saudosa Maloca” e “Tiro ao Álvaro”. A apresentação contou com o apoio das cooperativas: Coop, Cogem, Sicredi e Uniodonto do ABC.

"Gestão pública só tem sentido se for para melhorar a vida das pessoas. Todos os países desenvolvidos têm como carro-chefe o respeito e cuidado com a melhor idade. Em Santo André queremos continuar fazendo o mesmo e o JOTISA é uma dessas marcas", afirmou o prefeito Paulo Serra. Os participantes da abertura doaram um kit de higiene (quatro rolos de papel higiênico, um sabonete e uma pasta de dente), que foram entregues ao Fundo Social de Solidariedade de Santo André. Foram arrecadados cerca de 600 kits.

Aproximadamente 800 atletas estão inscritos na edição deste ano do JOTISA. As modalidades desta edição serão atletismo (a partir de 51 anos); bocha (a partir de 60 anos); buraco (a partir de 60 anos); coreografia (a partir de 60 anos); damas (a partir de 60 anos); dança de salão (a partir de 60 anos); dominó (a partir de 60 anos); malha (a partir de 60 anos); natação (a partir de 51 anos); tênis de campo (a partir de 55 anos); tênis de mesa (a partir de 55 anos); tranca (a partir de 60 anos); truco (a partir de 60 anos); vôlei simplificado (a partir de 55 anos) e xadrez (a partir de 60 anos).

O JOTISA é realizado desde 1999 e envolve, a cada ano, cerca de 4 mil participantes indiretos. O evento é destinado especialmente ao público com mais de 60 anos, entre mulheres e homens. Algumas provas permitem a participação de pessoas a partir de 50 anos, conforme regulamento de modalidades específicas. “Queremos crescer a cada ano e com mais parcerias. Este evento é muito importante para a cidade e sem custos por conta destes parceiros que nos ajudam", afirmou o secretário de Esporte e Prática Esportiva, Marcelo Chehade.

O evento é a única competição do gênero com formato aberto à participação individual ou por meio de entidades de Santo André e cidades convidadas. O JOTISA busca promover a valorização do idoso visando a integração e o exercício da cidadania, por meio do estímulo da prática de atividades esportivas.

Jair Bolsonaro (PSL) foi eleito presidente do Brasil, neste domingo (28), e João Doria (PSDB), governador do Estado de São Paulo.

Com 100% das urnas apuradas, Bolsonaro conquistou 57.797.466 votos, representando 55,13% dos votos válidos, contra 47.040.859 votos, ou seja, 44,87% dos votos válidos de Fernando Haddad (PT). A diferença superou os 10 milhões de votos.

O presidente eleito em seu primeiro discurso, em rede nacional, prometeu um governo constitucional, fez referências religiosas, acenos ao mercado e mencionou diversas vezes a palavra liberdade e democracia, em diversos âmbitos do governo.

Bolsonaro teve apoio explícito de 15 dos 27 governadores eleitos; todos os nove governadores eleitos no Nordeste apoiaram Haddad e a região foi a única onde o petista venceu a eleição.

São Paulo

João Doria (PSDB) foi eleito em São Paulo com 10.990.350 votos, representando 51,75% dos votos válidos, contra Marcio França (PSB), que obteve 10.248.740 votos, obtendo 48,25% dos votos válidos.

Em seu discurso de vitória, Doria prometeu que “haverá mudança na correlação de forças” do partido e defendeu que a sigla esteja na base do governo Jair Bolsonaro (PSL) em Brasília. “O PSDB precisa sintonizar com o momento atual do nosso País, a partir de 1° de janeiro acabou o muro”, fazendo referência a fama da legenda de não tomar lado, em muitas questões.


Destaques

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu