22 Jan 2019

19 de Janeiro de 2019

Uva

Os vinicultores de São Bernardo e a Sociedade Cultural Brasilitália, presidida por Luiz José Moreira Salata, têm motivo de sobra para comemorar: a conquista da sede própria. “U.V.A - União dos Vinicultores Artesanais de São Bernardo” será inaugurada neste sábado (19), às 11h, na rua Santiago, 1385, em São Bernardo.

 

Faca e o Queijo

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, está com a faca e o queijo nas mãos. Conquistou a Prefeitura em meio a uma administração desgastada com os escândalos no PT, uma população esperançosa por algo novo. Agora, ainda está em perfeita sintonia com o Governador do Estado, João Doria, o que facilitará diversas conquistas para a cidade. Bom para os munícipes.

 

Xerifão

A cidade de São Caetano já teve fortes políticos. O saudoso Walter Braido, que era considerado o xerifão da cidade, um político que tinha a cidade na palma das mãos, conhecia tudo e todos, deixou boas lembranças. Luiz Tortorello, que adorava estar no meio de tudo que acontecia na cidade, gastava sola de sapato e foi querido por todos. O atual prefeito José Auricchio, já no terceiro mandato. Esbanja experiência, agilidade e muita audácia em estratégias bem pensadas. Na última eleição, Auricchio elegeu o filho Thiago a deputado estadual. Além disso, vem trazendo para sua equipe até os que poderiam no futuro tentar formar um grupo de oposição, como um ex-assessor do ex- prefeito Paulo Pinheiro.

 

A paz reina

A briga familiar em torno da empresa Embelleze, maior fabricante nacional de produtos de beleza, chega ao fim. O processo judicial que durou anos terminou com acordo assinado entre o fundador e controlador da empresa, Itamar Serpa, e sua ex-mulher, e os herdeiros de seu filho falecido. Com a paz reinando, a empresa pode ser vendida para uma multinacional.

 

Tiro no pé

Os políticos entraram com tudo na moda do “Desafio dos 10 anos”.  Só que o povão já vem castigando, postando fotos de obras paradas nos últimos dez anos. O início e como ficaria depois de pronta.

 

Vento a Favor

A chef Denise Guerschman, descolada depois viver anos no norte da Noruega e apaixonada pela peculiar gastronomia escandinava, de volta ao Brasil, abriu, no bairro Pinheiros, na Capital, o restaurante Escandinavo.

 

Bye Bye Brasil

O professor Tunico Vieira está de malas prontas. Irá passar alguns anos em Lisboa, Portugal, onde irá cursar pós-graduação e lecionar.

Maria Izabel Marangon, atleta do Primeiro de Maio, conquistou o 6º lugar nos 100 metros Borboleta Feminino, com o tempo de 1min38s54, na Super Copa São Paulo de Verão, que aconteceu em Mococa (SP). Atleta dedicada e com grande potencial, Izabel se prepara para mais conquistas neste ano. Os pais Regina Marangon e Eduardo Oliveira se enchem de orgulho.

O casal Evani Beletatto e Valdemar Moraes, da tradicional Pizzaria do Gino, ficam nas nuvens quando estão na companhia das filhas, dos netos e, foi neste clima de muita alegria, que Evani comemorou mais um aniversário.

O Brasil possui mais de 11,8 milhões de analfabetos, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) de 2017. Esse contingente representa 7,2% da população de 15 anos ou mais de idade, a chamada taxa de analfabetismo.
A região Nordeste, em 2016,  de acordo com o  IBGE Educa, apresentou a maior taxa de analfabetismo (14,5%), em torno de quatro vezes maior do que as taxas estimadas para as regiões Sudeste e Sul (ambas com 3,5%). Na região Norte essa taxa foi 8,0 % e no Centro-Oeste, 5,2%.
Já o nível de instrução, a proporção de pessoas de 25 anos ou mais de idade que finalizaram a educação básica obrigatória, ou seja, concluíram, no mínimo, o ensino médio, passou de 45,0%, em 2016, para 46,1%, em 2017. Também em 2017, 49,5% da população de 25 anos ou mais de idade estava concentrada nos níveis de instrução até o ensino fundamental completo ou equivalente; 26,8% tinham o ensino médio completo ou equivalente; e 15,7%, o superior completo.
Apesar da importância e do potencial de transformação social da educação, na primeira constituição republicana, em 1891, a educação é um tema quase ausente, segundo o professor titular da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), José Gonçalves Gondra, pois ela aparecia na questão do voto, proibindo o [voto do] analfabeto, e dizendo que o ensino passaria a ser laico. Já na Constituição Federal de 1988, a Educação mereceu um capítulo inteiro na Carta Magna, o qual definiu sete princípios para o tema: liberdade, gratuidade, pluralismo de ideias, valorização do profissional, qualidade, gestão democrática e piso salarial nacional. E mesmo tendo sido uma das questões principais nos debates da então Assembleia Nacional Constituinte, ainda hoje, a Educação está longe do sonhado.
O Ministério da Educação (MEC) divulgou, em 2018, o Censo Escolar da Educação Básica, pesquisa anual do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) feita para monitorar, avaliar e elaborar políticas públicas educacionais no país. O Brasil conta com 184,1 mil escolas, sendo que a maior parte (112,9 mil, o que equivale a dois terços) é de responsabilidade municipal. Do total de colégios, 21,7% são particulares; 116 mil instituições de ensino oferecem ensino fundamental. O ensino médio é oferecido em 28,5 mil instituições de ensino que atendem 7,9 milhões de matriculados, dos quais 7,9% têm atividades em tempo integral (em 2016, eram 6,4%). Já no ensino fundamental, que tem 48,6 milhões de matriculados, a taxa de alunos em período integral é de 13,9%.
Mesmo assim, de acordo com levantamento divulgado pela Unesco, em estudo que avaliou a situação de 150 países, o Brasil possui a oitava maior população de adultos analfabetos. São cerca de 14 milhões de pessoas.
O acesso à Educação de qualidade é direito fundamental para o desenvolvimento da cidadania e ampliação da democracia. Os investimentos públicos em educação são de extrema importância para a redução da pobreza, criminalidade e ampliação do crescimento econômico, bem-estar e acesso aos direitos fundamentais pela população.

Auxílio

Jair Bolsonaro, três dias antes de renunciar ao mandato de deputado federal para assumir a presidência da República, recebeu da Câmara R$ 33,7 mil de auxílio-mudança (salário extra disponibilizado pelo Congresso aos parlamentares, todo início e fim de legislatura). Em dezembro último, o então presidente eleito, recebeu R$ 84,3 mil brutos, segundo o jornal Folha de S.Paulo. Eduardo Bolsonaro, assim como o pai, também recebeu o auxílio-mudança.

 

Twitter

Depois de ser bloqueada no Twitter por Renan Calheiros, Joice Hasselmann, se referiu ao senador, em sua conta na rede social, como o “coroné do Senado” e ainda que espera que “ a Justiça mande Renan pra cadeia”.

 

Mudança

O senador Fernando Collor de Mello anunciou, na terça (15), em uma rede social ter se filiado ao Partido Republicano da Ordem Social (PROS). Atualmente no PTC, Collor já foi filiado a PTB, PRTB, PRN, PMDB (atual MDB) e PDS. O PROS foi coligou com o PT e PCdoB na chapa presidencial de Fernando Haddad, em outubro último. O presidente da legenda, Eurípedes Júnior, é investigado da Operação Partialis, acusado de desviar R$ 2 milhões na aquisição de gases medicinais em Brasília e no Pará, ficou cinco dias foragido em outubro, quando foi expedido um mandado de prisão temporária contra ele. Eurípedes também foi acusado de receber R$ 7 milhões da Odebrecht para vender o tempo de TV do partido para a campanha de Dilma Rousseff em 2014.

 

Visita

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, irá à Brasília, na próxima semana, para a primeira reunião do ano com o vice-presidente, Hamilton Mourão.

 

Inauguração

O governador João Doria esteve em São Bernardo, na terça (15), junto ao prefeito Orlando Morando, onde inaugurou o ‘Bom Prato’, programa estadual que oferece à população de baixa renda, refeições saudáveis a custo acessível. A nova unidade será uma das primeiras em conceito ‘Dia e Noite’, ou seja, oferecendo café da manhã, almoço e jantar. Serão oferecidas cerca de 42 mil por mês, sendo mais de meio milhão de refeições por ano.

 

Inauguração I

Durante a inauguração do restaurante Bom Prato, um grupo de manifestantes entrou no local da cerimônia com faixas pretas com o dizer: Chega! O governador João Doria, que estava discursando, disse então: “Vocês estão felizes com essa iniciativa do Governo de São Paulo? Então, deixa a turminha do PT ficar chorando, chora PT. Chora esquerda (...) Aqui não tem Lula livre não, aqui tem Lula na cadeia. Essa turma não veio para celebrar, veio para perturbar. Fora, vocês não são bem-vindos aqui. Pessoal, mandem um tchau para essa gente. Fiquem com o Lula, nós ficamos com Deus, é bem melhor”.

 

Palavra

Os deputados eleitos Vinicius Poit (Novo), federal, e Carla Morando (PSDB), estadual, estão bem alinhados com o prefeito Orlando Morando e o governador João Doria. Ambos marcaram presença na inauguração do restaurante Bom Prato e também discursaram na cerimônia oficial.

 

Segurança

Também foi oficializado, na terça (15), pelo governador João Doria, São Bernardo, como sede do primeiro Centro de Operações Integradas de Combate ao Crime (COICC) de São Paulo, que abrangerá as operações do Batalhão Especial da Polícia Militar (Baep), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, além de Guarda Civil Municipal (GCM) e Defesa Civil. O equipamento irá funcionar nas dependências da secretaria de Assistência Social, no Centro. A entrega do espaço está prevista para junho e será a primeira das 17 que o governo pretende instalar em todo o Estado.

 

Novo Tempo

O prefeito de São Caetano, José Auricchio, deu início, na última semana, ao que definiu como “novo tempo” em seu governo. Nomeou, na segunda (14), Jorge Salgado, ex-vereador e ex-vice-prefeito de Paulo Pinheiro, como o novo secretário municipal de Segurança. Já na quarta (16), foram nomeados, Fernando Scarmelloti, então ouvidor da Câmara de São Caetano e ex-secretário de Comunicação do ex-prefeito Paulo Pinheiro, como sub-secretário de Comunicação. E ainda Marcela Facundo Costa, então assessora do presidente da Câmara, Pio Mielo (PMDB), como diretora de Comunicação da Câmara.

 

Desafio

Febre nas redes sociais esta semana, o Desafio 10 anos, no qual um seguidor desafia o outro a postar uma foto atual ao lado de uma foto antiga, de 10 anos atrás, caiu nas graças dos prefeitos do ABC.  Paulo Serra (Santo André), Orlando Morando (São Bernardo) e José Auricchio (São Caetano) postaram o “antes e depois”.

 

Aos gritos

A Câmara de Mauá aprovou, na quarta (16), a abertura de processo de cassação do mandato prefeito da cidade, Átila Jacomussi (PSB), que está preso por suspeita de desvio de verbas da merenda na cidade. Jacomussi foi para a prisão em maio último, foi solto um mês depois, e preso novamente em dezembro do ano passado. A prisão foi parte operação ‘Trato Feito’. A aprovação da abertura do processo de impeachment ocorreu sob gritos de quem acompanhava a sessão, com 19 votos a favor, um contra e uma abstenção. Esta é apenas a primeira etapa do processo, que deve durar cerca de 90 dias.

Avalie este item
(0 votos)

A era digital é anterior à 4ª Revolução Industrial. Na verdade, ela é resultado da 3ª Revolução Industrial. Nesta fase originou-se a computação em geral, desenvolveram-se os softwares, o computador pessoal passou a ser um item indispensável em quase todos os lares e o mundo se conectou. Hoje não é novidade navegar pelas redes sociais, considerar a internet uma realidade sem a qual não se sobrevive e considerar o “não digitalizado” um analfabeto. Na verdade, a alfabetização digital é um idioma imprescindível. Tão ou mais importante do que o inglês.
Isto não é novidade, mas começou na década de 40 do século passado. Foi o fruto dos avanços obtidos na abordagem tradicional do processo de computação. Mas não paramos aí.
Hoje, os pesquisadores e os empresários estão envolvidos em criar e implementar novas possibilidades. Estas ampliarão nossas capacidades, ampliarão nossas expectativas em relação ao armazenamento, manipulação e transmissão de dados e de informações. Nem se imagina o que ainda virá por aí!
As novas tecnologias da computação mudarão totalmente a vida, a cultura, os hábitos, o habitat, o destino do ser humano e do planeta. O blockchain é uma realidade que permitirá múltiplas potencialidades de uso e manipulação dos registros. A internet das coisas alterará profundamente a indústria e o comércio. A inteligência artificial competirá com a inteligência do ser humano e há quem diga que poderá levar a melhor.
As mega tendências dos norte americanos não conseguem prever a dimensão das modificações a que os pósteros se submeterão. Pois há tecnologias individuais em pleno desenvolvimento e sem controle, em inesperados espaços de pesquisa. Mudará também o direito, a interação com a comunidade, a relação entre homem e natureza, tudo será reestruturado: aquilo que é possível, aquilo que é permitido, aquilo que é necessário.
Tudo sem perder de vista que a ética na era digital já é um enorme desafio e se tornará cada vez mais difícil concluir se tudo aquilo que a ciência e a tecnologia conseguem realizar será também carimbado com o selo da moralidade.
Ninguém imagina o que o futuro nos reserva. Os que têm imaginação se assombram e garantem que, se todos já soubéssemos, estaríamos verdadeiramente espantados.


Alô pais!

Avalie este item
(0 votos)
Avalie este item
(0 votos)
Avalie este item
(0 votos)

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu