20 Jun 2019

A Prefeitura de São Caetano fez a entrega de mais uma escola revitalizada, a EMEI Helena Musumeci. Localizada no Bairro Mauá, essa unidade de ensino atende 101 crianças de 3 a 5 anos de idade.  Durante o período de reforma, que durou cerca de seis meses, os alunos da Helena Musumeci foram transferidos para a EMEF Padre Luiz Capra, sem prejuízo das atividades de ensino.

 Na cerimônia de reinauguração da escola, o prefeito José Auricchio Júnior agradeceu a presença de mães integrantes da APM (Associação de Pais e Mestres) e aproveitou para apresentar a nova equipe da Secretaria de Educação criada para prestar assessoria especial às APMs, numa iniciativa inédita de São Caetano. “Tenho convicção de que essa parceria vai trazer muitos frutos para a Educação de nossa cidade”, declarou o prefeito.

 COMPROMISSO COM O ENSINO

Na EMEI Helena Musumeci foram investidos quase 400 mil reais em recursos próprios da Prefeitura para a execução de obras que incluíram a impermeabilização da cobertura (solucionando um crônico problema de infiltração no prédio), a revisão total dos sistemas elétrico e hidráulico, a substituição de revestimentos, a pintura interna e externa e a cobertura da quadra, dentre outros serviços. “Essa reforma representa o compromisso que a administração pública tem com o ensino. Uma educação de qualidade se faz com recursos humanos, pedagógicos, tecnológicos e de infraestrutura”, declarou Fabrício Coutinho, secretário de Educação.

 A diretora da escola, Maria Cecília Rapuano Guelere, destacou “a sensibilidade e a preocupação da Prefeitura em tornar as escolas de São Caetano mais adequadas aos nossos alunos”. Para Ana Paula Sandron Tonucci, integrante da APM, a revitalização da escola representa uma conquista para toda a comunidade. “Serão beneficiados não apenas os nossos filhos, mas as próximas crianças que virão”, lembrou. Fundada em 1975, a EMEI Helena Musumeci teve a última reforma realizada em 2012, em gestão anterior do atual prefeito José Auricchio Júnior.

 VALORIZAÇÃO DA MEMÓRIA

Familiares da patronesse da escola, Helena Musumeci (1902-1966), representados pelo neto José Cláudio Musumeci, receberam uma especial homenagem na cerimônia de inauguração. Eles ficaram especialmente emocionados com um mural reunindo fotos e documentos que resgatam a participação de Helena Musumeci no movimento pela emancipação da cidade, em 1948, e na mobilização pela construção do Hospital São Caetano, inaugurado em 1954. “Ela foi uma mulher à frente de seu tempo e um exemplo de dedicação pela cidade. Que essa escola possa formar cidadãos que trabalhem em prol de São Caetano”, declarou José Cláudio Musumeci.

Nesta quinta (13), terá início a 43ª edição da Festa de Santo Antônio de Ribeirão Pires, na Tenda Multicultural – Complexo Ayrton Senna (Avenida Prefeito Valdírio Prisco, 193). O evento reunirá gastronomia típica, programação religiosa e cultural. A entrada é gratuita.

 

Entre as opções gastronômicas, moradores e visitantes irão encontrar arroz doce; canjica; fondue; cachorro-quente; chocolate quente e crepe; além de diversas opções de lanches e bebidas.

 

A festa começará no Dia de Santo Antônio, conhecido como o santo casamenteiro. A partir das 15h, será celebrada missa na Capela, localizada na Rua Bela Vista, 190 – Jardim Mirante. O acesso à igreja também pode ser feito pela Avenida Humberto de Campos, para os visitantes que queiram subir a escadaria e apreciar as obras da Via Crucis.

 

Ainda na quinta-feira, a programação no Complexo Ayrton Senna terá início às 18h30, com apresentação de Quadrilha da Terceira Idade. A partir das 20h, terá início a Missa Sertaneja.

 

A programação continuará na sexta-feira, dia 14 de junho, a partir das 18h, com apresentações dos cantores Lucas Vidotti, Val Holanda e Airton Cesar. No sábado, dia 15, o evento terá início às 15h, com o grupo de dança Karen Kihara, seguido pelo grupo João Roncon Arte em Movimento e pelo cantor Kleberson Sobral. A banda Trio Virgulino encerrará o terceiro dia de evento, às 21h.

 

No domingo, dia 16, a programação cultural terá início às 13h30, com atividades recreativas, apresentações do grupo de dança Isadora Duncan e da dupla sertaneja Allan & Maicon. Para encerrar a noite, às 21h, a dupla Roger & Rogério sobe ao palco do evento.

 

A 43ª Festa de Santo Antônio é realizada pela Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico, em parceria com a Quase Paróquia Nossa Senhora de Fátima, da Vila Sueli.

 

Confira a programação completa da 43ª Festa de Santo Antônio:

 

Dia 13 de junho – quinta-feira

15h - Missa na Capela (Rua Bela Vista, 190 - Jardim Mirante)

18h30 – Quadrilha da terceira idade

20h – Missa Sertaneja

Dia 14 de junho – sexta-feira

18h – Lucas Vidotti

19h30 – Val Holanda

21h – Airton Cesar

Dia 15 de junho - sábado

15h – Grupo de dança Karen Kihara

17h30 – Grupo de dança João Roncon Arte em Movimento

19h30 – Kleberson Sobral

21h – Trio Virgulino

Dia 16 de junho - domingo

13h30 – Início das atividades

17h – Grupo de dança Isadora Duncan

18h30 – Allan & Maicon

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC recebeu na quarta (12) comissão de vereadores do Grande ABC que veio à entidade regional conhecer e se aprofundar tecnicamente sobre o projeto da linha 18-Bronze do Metrô, que deve ligar o ABC à capital, passando por São Bernardo do Campo, Santo André e São Caetano do Sul.

 Estiveram presentes os parlamentares Fábio Lopes (Santo André), Edison Parra (São Caetano), Ricardo Andrejuk (São Caetano), Adelto Cachorrão (Mauá), Rogério Paulo Luiz (Ribeirão Pires), Claudio Monteiro (Rio Grande da Serra) e Jonathan Amora de Rago, o Jhol Jhol (Rio Grande da Serra).

 Os vereadores foram recebidos pelo secretário-executivo do Consórcio ABC, Edgard Brandão, que fez apresentação técnica sobre a linha 18-Bronze do Metrô ao grupo. Depois, os parlamentares tiveram a oportunidade de receber informações sobre o projeto do Consórcio Vem ABC, união de empresas que venceu a licitação para construção e operação do ramal por meio do sistema de monotrilho. Os dados foram apresentados gerente de implantação de obras civis do Vem ABC, Fabio Zahn.

 A Parceria Público-Privada (PPP) foi assinada com o Governo Estadual em 2014. No entanto, o início das obras esbarrou em questões financeiras e falta de recurso para as desapropriações. Em março, o governador João Doria anunciou que a Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos (STM) faria estudo para saber qual a melhor forma para tirar o projeto do papel, se pela proposta original ou com mudança de modal, tendo o BRT (Transporte Rápido por Ônibus) como opção. A perspectiva é que haja uma definição sobre isso ainda neste mês, segundo o Governo Estadual.

 “Essas reuniões e estudos servirão para que a gente entenda as especificidades técnicas de cada um dos modais e consiga entender qual a melhor viabilidade. Esse é um projeto de extrema importância para a mobilidade urbana da região e queremos participar dessa discussão”, afirmou Fábio Lopes, eleito o presidente da frente parlamentar regional.

Para o secretário-executivo do Consórcio ABC, Edgard Brandão, a entidade regional está cumprindo o papel de articulação regional com foco na melhoria da qualidade de vida da população.

 “Os vereadores são os canais diretos com os munícipes, e é primordial que eles estejam por dentro desse debate. O novo modelo de gestão do Consórcio ABC visa abrir as portas para todos os parlamentares interessados em participar das políticas públicas regionais”, disse Brandão.

 

Todas as regiões do país registraram estados em que a entrada de turistas estrangeiros cresceu. Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo demonstraram alta no número de viajantes internacionais em 2018. Os dados fazem parte do Anuário Estatístico do Turismo, divulgado pelo Ministério do Turismo nesta semana, com base em informações da Polícia Federal. No cenário nacional, também houve crescimento de 0,5% em relação a 2017, com 32.606 turistas internacionais a mais em destinos brasileiros.

Pernambuco (45,7%), Minas Gerais (44,8%), Ceará (44,1%) e Amapá (31,2%) correspondem aos estados que mais registraram crescimento de turistas internacionais no ano passado, se comparado com 2017. Na linha de frente, São Paulo (2,2 milhões), Rio de Janeiro (1,3 milhão) e Rio Grande do Sul (1,1 milhão) ainda permanecem como os que mais recebem estrangeiros no país.

Do Nordeste, Bahia e Pernambuco correspondem aos estados que mais tiveram crescimento nas chegadas de turistas de outros países. Na região Norte, Amazonas e Amapá são os destaques na demanda turística internacional. No Sudeste, São Paulo e Rio de Janeiro; na região Sul, Rio Grande do Sul e Paraná; e no Centro-Oeste, Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal.

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, os dados configuram um excelente termômetro para as ações que o Ministério vem implementando ao longo dos cinco meses de gestão. Este crescimento, fora do eixo São Paulo-Rio de Janeiro, demonstra um avanço na diversificação e qualificação da oferta turística de outros estados, melhorias na infraestrutura da região e ações de promoção.

“No fundo, o ponto central é a priorização do turismo brasileiro nos municípios e estados em uma gestão integrada e uniforme. Nesse sentido, vivemos um momento único, que oferece uma excelente oportunidade ao nosso país. O presidente Jair Bolsonaro tem colocado o setor de viagens no centro da agenda estratégica do Brasil e temos atacado gargalos históricos para o setor como a isenção do visto e a abertura do mercado às companhias aéreas internacionais. Tudo isso contribui para estes resultados”, ressalta o ministro.

MEIOS DE TRANSPORTE E PAÍSES DOS TURISTAS – O estudo também contemplou os principais países emissores de turistas estrangeiros para cada estado, além do meio de transporte mais utilizado. O modal aéreo ocupa a 1ª posição no Amazonas, Bahia, Ceará, DF, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Norte. Já o meio terrestre lidera as chegadas de viajantes estrangeiros no Acre, Paraná, Rio Grande do Sul, Roraima e Mato Grosso do Sul. No segmento marítimo, Amapá aparece como o estado que mais contabiliza chegadas internacionais pelo meio fluvial.

Estados Unidos aparecem como um dos principais países emissores de turistas para os estados do Amapá, Amazonas, Distrito Federal e Minas Gerais. Já na América do Sul, Argentina ocupa a primeira posição na Bahia, Distrito Federal, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio Grande do Norte.

Ainda sobre este recorte, os turistas do Peru e da Bolívia são os que mais visitam o Acre. França também está fortemente presente no Amapá, no Pará e no Ceará. A Venezuela aparece com um dos principais emissores no Amazonas e Roraima, por conta da proximidade de fronteiras, assim como acontece com Argentina e Paraguai no estado do Paraná e com a Bolívia e Paraguai no Mato Grosso do Sul.

Suriname aparece como um dos principais emissores no estado do Pará, única aparição do país. Na mesma leva, Chile está entre as nacionalidades que mais enviam turistas para o Rio de Janeiro e Santa Catarina; Portugal para a Bahia e Rio Grande do Norte, e a Itália para o Ceará e Pernambuco.

O colágeno é uma proteína produzida em grande quantidade pelo nosso corpo. E, ao contrário do que muita gente pensa, não está presente somente na pele, mas também em tendões, cartilagens, músculos, ossos e vasos sanguíneos. Sua principal função é  servir de sustentação para a estrutura da pele e manter o tônus, a firmeza e a resistência desses órgãos e tecidos, tornando-se, assim, um importante aliado na prevenção do envelhecimento.

 A partir dos 30 anos, essa produção de colágeno diminui, até sofrer uma redução drástica aos 50 anos. Com o tempo, acontece o desequilíbrio entre o que o nosso corpo gasta e o que consegue produzir. É nessa fase que aparecem rugas, sulcos, flacidez e alteração da textura da face. Internamente, depois dos 45 anos, sem que nós nos demos conta, começa o desgaste da cartilagem das articulações, causando dores e desconforto, como rigidez nos ligamentos e tendões e perda de mobilidade. Alguns fatores, como obesidade e falta de exercícios físicos também contribuem nesse processo de desgaste. Por isso, a reposição do colágeno para manter a saúde em dia é indispensável. 

Quem pratica atividade física, também deve se preocupar com a reposição. Exercícios em excesso podem gerar lesões, desconforto e inflamações crônicas, além de antecipar o envelhecimento das articulações. Por isso, a suplementação com o colágeno certo no dia-a-dia auxilia na regeneração das articulações, contribui para a formação do tecido conjuntivo e mantém a cartilagem saudável.

Para o reumatologista e fisiatra,  Dr. Paulo Hamdan, a reposição do colágeno precisa estar alinhada à prática de exercícios. “É muito importante que as pessoas se conscientizem da relevância do colágeno, bem como da prática de exercícios, principalmente do treinamento de força, que potencializa a ação do colágeno no nosso organismo”.

O Dia de Santo Antônio é comemorado nesta quinta (13) na Diocese de Santo André. Nesta data, diversos fiéis celebram a devoção a um dos santos mais populares do país, sendo conhecido como santo casamenteiro e pai dos pobres. As missas acontecem desde o início da manhã até o período da noite, em quatro paróquias dedicadas ao padroeiro. 

Confira a programação:

Em Santo André, na Paróquia Santo Antônio, na Vila Alpina (Largo São Francisco, 113), as comemorações terão início às 6h, com a alvorada. As celebrações acontecem às 7h, 9h, 11h, 13h, 15h, 17h e 19h30. O bispo diocesano Dom Pedro Carlos Cipollini preside a missa das 15h. A quermesse acontecerá durante o dia todo, com a venda do bolo do padroeiro, além da tradicional benção e distribuição gratuita dos pães de Santo Antônio.

Também na cidade andreense, a Paróquia Santo Antônio (Arraial – Praça Santo Antônio – Jardim Santo Antônio), localizada na região do 2º Subdistrito, também comemora a data de uma forma especial, ao celebrar o ano do Jubileu de Diamante, ou seja, 60 anos da fundação da igreja, completados no mês de abril de 2019, mas excepcionalmente festejado juntamente com o padroeiro. As quatro missas acontecerão às 7h, 10h, 15h e 19h30, a última com procissão.  

Já em São Bernardo, na Paróquia Santo Antônio do Bairro Batistini (Estrada Galvão Bueno, 4945), as três celebrações ocorrerão às 5h30, 15h e a missa solene das 19h30. 

No município de São Caetano, a Paróquia Santo Antônio no Jardim São Caetano (Avenida Libero Badaró, 335) promove quatro missas às 8h, 10h, 15h e 19h30. Quermesse acontecerá durante todo o dia, além de os fiéis provarem o tradicional bolo do padroeiro.

A Festa de Santo Antônio também é tradicional por unir as famílias num ambiente de alegria e harmonia.


Destaques

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu